Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 FAQ para a Fé Cristã

 

  • O que é o batismo de arrependimento por João?
  • João Batista foi um servo de Deus que nasceu seis meses antes de Jesus e que fora referido em Malaquias, o último profeta no Antigo Testamento: "Lembrai-vos da lei de Moisés, meu servo, a qual lhe prescrevi em Horebe para todo o Israel, a saber, estatutos e juízos. Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor; ele converterá o coração dos filhos a seus pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição" (Malaquias 4:4-6).

    Quando Jesus nasceu, o povo de Israel abandonou as palavras da aliança de Deus e adorou deuses estrangeiros. Eles ofereciam como sacrifício animais cegos e defeituosos, e fizeram do templo de Deus um local de comércio.

    Jesus Cristo é profetizado na Lei de Moisés e nos Profetas. A Lei dá à humanidade o conhecimento do pecado mostrando-lhes como são pecadores (Romanos 3:20). É pecado não ser fiel a todas as coisas escritas nos livros da Lei para cumprí-las. No Antigo Testamento, um pecador que desobedecesse a qualquer ponto da Lei trazia uma oferta pelo pecado diante do tabernáculo, colocava suas mãos sobre a cabeça da oferta pelo pecado para passar seu pecado à oferta, e a matava para ser perdoado e unido com Deus. Então, o sacerdote tomava um pouco do sangue da oferta, colocava-o nos chifres do altar do holocausto e aspergia o resto do sangue ao redor do altar.

    O povo de Israel, todavia, não podia ser liberto de todos os seus pecados independentemente dessas ofertas diárias. Deus, então, fez um estatuto permanente para eles, o Dia da Expiação. Neste dia, Deus perdoaria seus pecados anuais no dia dez do sétimo mês. Naquele dia, Arão, o sumo-sacerdote, tomava dois bodes e lançava sobre eles, uma para o Senhor e a outra para o bode emissário. Depois, ele impunha suas mãos sobre a cabeça do bode escolhido para o Senhor a fim de transferir-lhe todos os pecados anuais do povo de Israel. Arão então o matava e pegava o sangue e o aspergia sete vezes sobre e diante do propiciatório. Quando ele terminava a expiação pelo lugar santo, oferecia o outro bode escolhido. Ele impunha suas mãos sobre a cabeça desse bode vivo e confessava todos os pecados anuais de Israel, passando-os assim ao bode, e o enviava ao deserto pela mão de um homem em prontidão para isso. Dessa forma, os israelitas podiam ser redimidos de seus pecados anuais.

    Mas o sacrifício, oferecido de acordo com a Lei do Antigo Testamento, não podia tornar perfeito aqueles que o ofereciam, continuamente, ano após ano. Isso era meramente uma sombra das boas coisas (Messias) vindouras. O povo de Israel não esperou por Jesus Cristo, o Salvador. Ao invés disso, eles adoraram deuses estranhos no mundo cheio de pecados, abandonando as palavras dos profetas do Antigo Testamento. Assim, Deus disse que enviaria João Batista a fim de restaurar o coração dos israelitas para Ele e prepará-los para receberem Jesus Cristo.

    Antes de batizar Jesus, João Batista ofereceu o batismo de arrependimento ao povo de Israel no deserto da Judéia. O objetivo de João Batista, ao batizar o povo com água, foi levá-los a crer e buscar Jesus, o qual seria batizado por ele na forma de imposição das mãos, para tirar todos os pecados do mundo e seria crucificado para salvar o povo de todos os seus pecados. Ele disse que Jesus viria e limparia os sacrifícios incompletos e ofereceria um sacrifício pelos pecados de todos os tempos, tal como o povo de Israel era redimido ao trazer uma oferta pelo pecado, sem defeito, impôr suas mãos sobre a cabeça do sacrifício e matá-lo de acordo com o sistema sacrificial no Antigo Testamento.

    Muitos israelitas confessaram seus pecados, arrependeram-se e foram batizados por João Batista. O 'arrependimento' significa 'voltar-se para o Senhor.' Eles foram a João Batista e, lembrando-se da Lei do Antigo Testamento, confessavam que pecavam até a morte e não podiam entrar no reino dos céus com suas boas obras conforme a Lei, e voltaram suas mentes para Jesus Cristo, que tiraria todos os seus pecados de uma vez por todas e lhes abriria a porta para o reino dos céus.

    O batismo que João Batista deu ao povo de Israel era o seguinte: ele os deixavam confessar quantos pecados em suas vidas, arrepender-se e buscar Jesus Cristo, que seria batizado por João Batista, o sumo sacerdote e o representante da humanidade, e que seria crucificado para salvá-los de todos os seus pecados. Isso é o verdadeiro arrependimento bíblico. Por isso, João declarou ao povo: "Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo" (Mateus 3:11).

    João Batista fez o coração do povo voltar-se para Jesus, testificando-lhes que Jesus tirou todos os pecados do mundo (João 1:29) e morreu como mártir.

    Voltar para a Lista


    Versão para impressão   |  

     
    Bible studies
        Sermões
        A declaração de fé
        O que é o evangelho?
        Termos Bíblicos
        FAQ para a Fé Cristã

       
    Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.