Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 FAQ para a Fé Cristã

 

  • Eu creio que os santos serão arrebatados antes da Grande Tribulação. Mas a Bíblia faz referências freqüentes aos santos que ainda permanecerão nesta terra durante o tempo da Grande Tribulação. Eles são os que se comprometeram com o mundo e que cuja fé, como resultado, se tornou morna?
  • Antes de tudo, você deve perceber que a teoria do arrebatamento pré-tribulação em que você crê é, na verdade, uma falsa doutrina. É nisso que muitos Cristãos têm errado. Eles pensam que, porque os santos serão arrebatados antes da Grande Tribulação, quando o seu tempo chegar haverá somente pecadores nesta terra. Contudo, o problema é que a Bíblia faz referências freqüentes aos santos que, ainda permanecendo nesta terra durante o tempo da Grande Tribulação, vencerão a perseguição com perseverança e serão martirizados.

    Muitas pessoas pensam erroneamente que estes santos que são deixados para trás e perseguidos no tempo da Grande Tribulação são aqueles que se comprometeram com o mundo e cuja fé se esfriou.

    As pessoas que têm esta visão vivem em confusão porque elas não conhecem o tempo exato do arrebatamento da Palavra de Deus. Então, quando será o tempo exato do arrebatamento? Sobre esse assunto, Paulo falou para nós em 2 Tessalonicensses 2:1-4: “Ora, irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, rogamo-vos que não vos demovais facilmente do vosso modo de pensar, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como se procedesse de nós, como se o dia de Cristo já tivesse chegado. Ninguém de maneira alguma vos engane, pois isto não acontecerá sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição. Ele se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de culto, de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.”

    O “homem da iniqüidade, o filho da perdição” aqui se refere ao Anticristo que surgirá no meio da Grande Tribulação. Em outras palavras, o Anticristo surgirá no mundo antes do arrebatamento e se exaltará acima de Deus. Ele fará ídolos de si mesmo e forçará as pessoas a o adorarem e o servirem. Para trazer todos sob o seu controle, ele também fará com que as pessoas recebam a marca do número e do nome da Besta em suas mãos direitas e frontes, e proibirá que aqueles que não possuam esta marca comprem ou vendam qualquer coisa.

    Quando esta Besta aparecer no mundo, as pessoas serão coagidas a receberem a marca feita do seu nome ou número. Assim todos cujos nomes não estiverem escritos no Livro da Vida desde a criação acabarão recebendo a marca e adorarão à Besta.

    Contudo, porque os santos que se tornaram povo de Deus têm o Espírito Santo em seus corações, eles não poderão adorar qualquer outra criatura como Deus, senão o seu verdadeiro Senhor Deus. O Espírito Santo vivendo em seus corações dará a eles a força para resistirem à coerção de Satanás e do Anticristo e para defenderem a sua fé com seu martírio. E o Espírito Santo também dará a eles as palavras com as quais eles poderão permanecer firmes contra seus inimigos.

    Apocalipse 17:12-13 nos fala, “Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora. Têm estes um só pensamento e oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.” O Anticristo receberá autoridade para perseguir os santos e reinar sob as nações do mundo por um curto período de tempo. A exigência do Anticristo para que todos recebam a sua marca, portanto, será logo seguida pelo martírio dos santos.

    Apocalipse 11:11-12, por outro lado, nos fala, “Mas, depois dos três dias e meio, um espírito de vida, vindo da parte de Deus, neles penetrou, e eles se ergueram sobre os pés, e àqueles que os viram sobreveio grande medo; e as duas testemunhas ouviram grande voz vinda do céu, dizendo-lhes: Subi para aqui. E subiram ao céu numa nuvem, e os seus inimigos as contemplaram.” Deste fato, que as duas testemunhas martirizadas serão ressuscitadas e arrebatadas em três dias e meio, nós também podemos ver que o intervalo entre o nosso martírio e arrebatamento também não será um tempo longo. Essas duas testemunhas serão arrebatadas simultaneamente com sua ressurreição. Quando o Senhor retornar, os santos martirizados e os santos sobreviventes que não receberam a marca da Besta serão todos ressuscitados, elevados no ar, e receberão o Senhor no ar.

    Portanto, nós podemos perceber que o surgimento do Anticristo, o martírio e a ressurreição dos santos, e seu arrebatamento estão intimamente ligados. Paulo e João explicaram para nós o tempo do arrebatamento dos santos em detalhes. Todos os santos atravessarão os primeiros três anos e meio da Grande Tribulação. Até as pragas das sete taças terminarem, em outras palavras, eles ainda estarão na terra.

    E com o surgimento do Anticristo, os santos entrarão no segundo período de três anos e meio da Grande Tribulação, e eles permanecerão nesta terra até serem martirizados por se recusarem a receber a marca da Besta. Percebendo isso, nós todos devemos receber o alimento da fé na Igreja de Deus agora, neste mesmo momento.

    Voltar para a Lista


    Versão para impressão   |  

     
    Bible studies
        Sermões
        A declaração de fé
        O que é o evangelho?
        Termos Bíblicos
        FAQ para a Fé Cristã

       
    Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.