Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

Você recebeu o Espírito Santo quando você acreditou? (Jesus e a Trindade)


< Atos 19:1-3 >

“E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo atravessado as regiões mais altas, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos, perguntou-lhes: Recebestes vós o Espírito Santo quando crestes? Responderam-lhe eles: Não, nem sequer ouvimos que haja Espírito Santo. Tornou-lhes ele: Em que fostes batizados então? E eles disseram: No batismo de João”.



Porque a Bíblia diz,
“Dos dias de João Batista até
agora o Reino do Céu sofre
violência, e homens violentos
o tomam pela força” ?
Porque as pessoas podem tomar o Reino
de Deus pela fé no belo evangelho que diz
que Jesus tirou todos os pecados do
mundo através de Seu batismo por
João e Seu sangue na cruz.

Que tipo de evangelho Paulo pregou? Ele pregou o evangelho do batismo de Jesus e Seu sangue. Atos 19:1 diz, “E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo atravessado as regiões mais altas, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos, perguntou-lhes: Recebestes vós o Espírito Santo quando crestes?”. Contudo, estas pessoas creram em Jesus, mas esqueceram do significado do batismo de Jesus, este é o porque da pergunta de Paulo, “Recebestes vós o Espírito Santo quando crestes?”. Esta não foi uma pergunta familiar para aqueles discípulos de Éfeso. Outras pessoas teriam perguntado a eles, “vocês acreditam em Deus?”, mas Paulo perguntou desta forma extraordinária para que eles pudessem receber o Espírito Santo renovando a sua fé no belo evangelho. O ministério de Paulo era pregar o belo evangelho do batismo de Jesus e Seu sangue. Paulo, Pedro e João também testificaram o batismo de Jesus por João Batista.

Vamos dar uma olhada no Testemunho dos apóstolos sobre o evangelho do batismo. Primeiro Paulo testifica, “De modo nenhum. Nós, que já morremos para o pecado, como viveremos ainda nele? Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte?” (Romanos 6:2-3) e “Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo” (Gálatas 3:27).

O apóstolo Pedro também testifica do evangelho do batismo de Jesus em 1 Pedro 3:21, dizendo, “que também, como uma verdadeira figura, agora vos salva, batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo”.

João o apóstolo também testificou deste belo evangelho em 1 João 5:5-8. “Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo; não só pela água, mas pela água e pelo sangue. E o Espírito é o que dá Testemunho, porque o Espírito é a verdade. Porque três são os que dão Testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e estes três concordam.”

João Batista desempenhou um papel crucial completando o belo evangelho. A Bíblia diz o seguinte sobre João Batista em Malaquias 3:1-3 e Mateus 11:10-11: João Batista foi o representante da humanidade e ele foi o Elias profetizado que viria, como escrito no Velho Testamento. No Velho Testamento, uma oferta pelo pecado era abatida para derramar seu sangue depois de tirar os pecados de um homem pela imposição de suas mãos. No Novo Testamento, contudo, Jesus foi a oferta pelo pecado que levou todos os pecados do mundo através de Seu batismo e morte na cruz para pagar o salário do pecado. Jesus salvou a humanidade porque João Batista transferiu todos os pecados do mundo para Ele através do batismo no Rio Jordão.

Deus planejou dois tipos de grandes intentos a fim de salvar a humanidade de seus pecados e Ele cumpriu todos. O primeiro foi Jesus ter vindo a este mundo através do corpo da virgem Maria e ter sido batizado e crucificado para levar todos os pecados do mundo. O segundo foi João Batista ter nascido através de Isabel. Deus realizou estes dois eventos a fim de salvar a humanidade de seus pecados. Este foi o trabalho planejado por Deus na Trindade. Deus enviou João Batista a este mundo seis meses antes de Jesus, então enviou Jesus Cristo, o Salvador da Humanidade, ao mundo para libertar a humanidade do julgamento por seus pecados.

Jesus Testemunhou sobre João Batista em Mateus 11:9. “Mas por que saístes? para ver um profeta? Sim, vos digo, e muito mais do que profeta.” Além disso, quando João Batista, que passou todos os pecados do mundo para Jesus, O viu no dia seguinte, ele Testemunhou dizendo, “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” (João 1:29).

A Bíblia tem muitos registros sobre João, que batizou Jesus, e nós devemos nos esforçar para conhecermos mais sobre ele. João Batista veio ao mundo antes de Jesus e seu papel era cumprir o belo evangelho, que era o plano de Deus. A Bíblia diz que Jesus aceitou todos os pecados do mundo de João e que João passou os pecados para Ele a fim de cumprir a vontade de Deus.

Nós o chamamos de João Batista porque ele batizou Jesus. Qual o significado que o batismo de Jesus realmente teve? A palavra “batismo” implica em “ser lavado”. Como todos os pecados do mundo foram transferidos a Jesus, por meio de Seu batismo, eles foram lavados. O batismo de Jesus teve o mesmo significado da “imposição de mãos” sobre a oferta pelos pecados no Velho Testamento. O significado espiritual do batismo é “passar para”, “ser lavado” ou “ser enterrado”. O batismo de Jesus por João foi um ato de redenção para lavar os pecados de todas as pessoas do mundo.

O batismo de Jesus tem o mesmo significado da imposição de mãos, que foi o método de passar os pecados para a oferta pelo pecado, no Velho Testamento. Em outras palavras, o povo de Israel passava seus pecados anuais para a oferta do Dia da Expiação através da imposição de mãos do sumo sacerdote. Este sacrifício, no Velho Testamento, tinha a mesma função que o batismo de Jesus e Sua morte na cruz.

Deus apontou o Dia da Expiação como o tempo de tirar os pecados dos Israelitas. No décimo dia do sétimo mês, o sumo sacerdote passava todos os pecados anuais do povo para a cabeça de uma oferta, pela imposição de mãos no sacrifício, a fim de expiar os pecados do povo. Este era o sistema sacrifical que Deus estabeleceu. Era o único caminho para passar os pecados do povo para uma oferta e transferi-lo pecado pela imposição de mãos, foi a lei eterna que Deus estabeleceu.

“E, pondo as mãos sobre a cabeça do bode vivo, confessará sobre ele todas as iniqüidades dos filhos de Israel e todas as suas transgressões, sim, todos os seus pecados; e os porá sobre a cabeça do bode, e enviá-lo-á para o deserto, pela mão de um homem designado para isso. Assim, aquele bode levará sobre si todas as iniqüidades deles para uma região solitária; e esse homem soltará o bode no deserto.”(Levítico 16:21-22).

No Velho Testamento, um pecador colocava suas mãos na cabeça da oferta e passava seus pecados para ela, a fim de ser perdoado. E no Dia da Expiação, Arão, o sumo sacerdote, como representante de todos os Israelitas, colocava suas mãos na cabeça do sacrifício para transferir todos os pecados de Israel. Então a oferta era morta após receber os seus pecados.

Isto tem o mesmo significado espiritual do batismo (Baptisma em grego significa “ser lavado, ser enterrado, passar”) que Jesus recebeu de João no Novo Testamento. Assim como o sumo sacerdote no Velho Testamento colocava suas mãos na oferta para passar os pecados do povo de Israel, todos os pecados da humanidade foram passados para Jesus através de Seu batismo por João Batista. Jesus então morreu na cruz para expiar nossos pecados. Este é o belo evangelho da verdade.

Assim como Arão, o sumo sacerdote, oferecia o sacrifício pela expiação em lugar do povo de Israel, João Batista, um dos descendentes de Arão, carregou a tarefa de representante da humanidade batizando Jesus, e portanto de passar todos os pecados da humanidade para Ele. Deus descreveu este maravilhoso plano de Seu amor na Bíblia, em Salmos 50:4-5, “Ele intima os altos céus e a terra, para o julgamento do seu povo: Congregai os meus santos, aqueles que fizeram comigo um pacto por meio de sacrifícios.” Amém, Aleluia!

A história da Igreja diz que não houve Natal nos primeiros dois séculos da Igreja primitiva. Os cristãos da igreja primitiva, juntamente com os Apóstolos de Jesus, apenas comemoravam o dia 6 de janeiro como “o dia do batismo de Jesus” no Jordão por João Batista. Porque eles colocavam tanta ênfase no batismo de Jesus em suas crenças? A resposta é a chave do Cristianismo da tradição apostólica. Mas eu espero que você não se confunda sobre o batismo dos crentes e o batismo de Jesus.

O batismo dos crentes, como existe hoje, tem um significado muito diferente do batismo que Jesus recebeu de João. Portanto, nós devemos todos ter a mesma fé dos discípulos de Jesus se nós quisermos receber a habitação do Espírito Santo. Nós todos devemos receber a habitação do Espírito Santo crendo no batismo de Jesus Cristo, que Ele recebeu de João, e em Seu sangue na cruz.

Se a igreja primitiva pensava no batismo como um ritual extremamente importante foi devido à sua importante fé no batismo de Jesus, e nós devemos hoje também considerar o batismo de Jesus por João como um componente indispensável para a nossa salvação. Além disso, nós devemos alcançar e manter a fé correta no conhecimento perfeito, que diz que Jesus teve que ser crucificado devido ao seu batismo por João. Nós devemos ter em mente que o Espírito Santo começa a habitar em nós quando cremos que Jesus foi batizado, morreu na cruz e ressuscitou para tornar-se nosso Salvador. O batismo de Jesus por João e Seu sangue na cruz tem um significado especial no belo evangelho.

O caminho seguro para nós recebermos o Espírito Santo é crer no belo evangelho do Batismo e sangue de Jesus. O batismo de Jesus limpou todos os pecados da humanidade de uma vez. É o batismo da redenção, que nos leva a receber o Espírito Santo. Como algumas pessoas não percebem o poder desse batismo, entendem isso apenas como uma mera cerimônia.

O batismo de Jesus forma parte do belo evangelho, que nos conta como Ele levou todos os pecados do mundo e aceitou o julgamento por eles derramando Seu sangue na cruz. Qualquer um que crer nas palavras deste belo evangelho torna-se um membro da igreja, que é uma possessão do Senhor, e aproveita as bênçãos do Espírito Santo. O Espírito Santo é um dom de Deus para aqueles que foram perdoados por seus pecados.

Com Seu batismo, Jesus tornou-se “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”(João 1:29). João 1:6-7 diz, “Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio como testemunha, a fim de dar Testemunho da luz, para que todos cressem por meio dele”. A fim de crer em Jesus como nosso Salvador, que levou todos os nosso pecados, nós devemos entender o ministério e o Testemunho de João como estão escritos na Bíblia. Então, seremos capazes de crer em Jesus Cristo como nosso Salvador. A fim de receber o Espírito Santo, precisamos também de nossa forte fé pelo seu Testemunho. Portanto, para completar o belo evangelho da verdade, nós devemos crer no batismo de Jesus por João e em Seu sangue na cruz.

Em Mateus 11:12 está escrito que, “desde os dias de João, o Batista, até agora, o reino dos céus é tomado a força, e os violentos o tomam de assalto.” Esta passagem é conhecida como uma das mais difíceis passagens na Bíblia. Contudo, nós temos que prestar atenção na frase “desde os dias de João Batista”. É claramente proclamado que o ministério de João era diretamente ligado com o ministério de Jesus para nossa salvação.

Jesus quer que nós entremos no Reino pela fé confiante, tão confiante como os homens violentos. Nós pecamos todo dia, somos frágeis, mas Ele nos permite entrar no Seu Reino pela fé ousada, não importando a nossa iniqüidade. Então esta passagem significa que as pessoas podem tomar o Reino dos céus pela fé no belo evangelho que diz que Jesus retirou todos os pecados do mundo através do Seu batismo por João e Seu sangue na cruz. Em outras palavras, significa que o Céu pode ser tomado através da confiante fé neste pelo evangelho do batismo e sangue de Jesus.

O batismo de Jesus levou todos os nossos pecados, e nossa fé nisso garante que nós receberemos o Espírito Santo. Nós devemos pregar este evangelho aos nossos vizinhos, parentes, colegas e para todos no mundo. Devemos ter fé no belo evangelho, que diz que os pecados do mundo foram transferidos para Jesus através de Seu batismo, pois, por meio dessa fé, iremos obter a alegria da redenção e a habitação do Espírito Santo.

Quer saber mais sobre o Espírito Santo? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre o Espírito Santo.
All about hte Holy Spirit

O batismo de Jesus levou todos os nossos pecados e Seu sangue foi o julgamento deles. Nós devemos explicar aos não-crentes o belo evangelho da água e do Espírito, pois apenas assim eles virão a crer no evangelho e receber o Espírito Santo. Eu quero que você creia nisso. Apenas tendo fé no batismo de Jesus por João e no Seu sangue na cruz, o homem pode ser perdoado por todos os seus pecados e receber o Espírito Santo.

Todos podem tornar-se filho do Senhor, em cuja pessoa o Espírito Santo habita, e um de nossos irmãos ou irmãs, crendo no belo evangelho da água e do Espírito. Você deve ter a mesma fé no belo evangelho que Paulo teve. Eu agradeço a Deus por nos dar este belo evangelho e por poder louvá-lo. Amém.

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.