Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

O Ensinamento de Jesus Sobre a Oração (2)


< Mateus 6:5-15 >

“E, quando orares, não sejas como os hipócritas, pois gostam de orar em pé nas sinagogas e nas esquinas da ruas para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento, e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto. E teu Pai, que vê secretamente, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis a eles, pois vosso Pai sabe do que necessitais, antes de lho pedirdes. Portanto, vós orareis assim:

Pai nosso que estás nos céus,

Santificado seja o teu nome, venha o teu reino,

Seja feita a tua vontade,

Assim na terra como no céu.

O pão nosso de cada dia nos dá hoje.

Perdoa-nos as nossas dívidas,

Assim como nós perdoamos aos nossos devedores.

Não nos deixes cair em tentação,

Mas livra-nos do mal.

Pois teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre. Amém.

Pois se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Porém se não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas.”



Meu desejo é que vocês sejam pessoas de oração. Espero que vocês se tornem pessoas de fé através da oração e recebendo assim respostas de Deus. Espero que vocês se tornem pessoas de uma fé poderosa e ajudem muitas pessoas, assim como disse Pedro: “não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou. Em nome de Jesus Cristo, o nazareno, levanta-te e anda.” (Atos 3:6). Eu também espero que vocês orem pelo que vocês precisam e recebam.

Os seres humanos são muito incapazes, e por essa razão devem orar constantemente. É por isso que Paulo disse: “Regozijai-vos sempre, orai sem cessar, em tudo dai graças.” Você tem que aprender a fazer a oração através da sua fé em Deus. Você não costuma orar bem alto quando você ora junto com alguém por um propósito específico, e não tem como você orar com ousadia se você precisar orar por você mesmo mais tarde.

A oração é o fôlego da vida e um cheque em branco. Isso significa que tudo que você pedir a Deus, Ele te dará. Já que Deus é o Pai dos justos, quando nós oramos, Ele ouve e nos dá a resposta.



Devemos Pedir Ajuda a Deus com Fé no Evangelho da Água e do Espírito

Mateus 7:7-12 nos fala sobre oração: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois aquele que pede, recebe; o que busca, encontra; e ao que bate, se abre. Qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o filho, lhe dará uma pedra? Ou, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma cobra? Ora, se vós, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem? Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-o vós também a eles, pois está é a lei e os profetas.”

Esta passagem está falando que quando realmente pedimos com fé, Deus Pai nos concede. O Senhor nos ensinou a orar e que o Pai sabe tudo que precisamos, mas mesmo assim devemos orar a Deus, e somente então Deus nos ouvirá e nos dará a resposta. Embora precisemos aprender sobre a graça de Deus através do Seu evangelho, devemos também aprender sobre a vida de comunhão com Deus. Devemos aprender através da nossa fé que, quando nós os justos oramos a Deus, Ele responde as nossas orações.

Já que Deus Pai é o Pai daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, por que Ele não daria coisas boas aos Seus Filhos que recorrem a Ele nas suas necessidades? Devemos crer que Deus é o nosso Pai e nos dá coisas boas sempre que oramos. Nós devemos orar com a fé que crê nisso. Aqueles que sabem orar a Deus fervorosamente na fé conseguem orar pelos seus irmãos e pela salvação de outras almas. O que torna alguém um homem de fé é experiência de orar pela justiça de Deus. A fé daqueles que crêem na verdadeira salvação do Salvador não têm como deixar de crescer mais e mais à medida que experimentam o poder da oração fervorosa. Por esse motivo, devemos aprender sobre a oração através da fé.

Mesmo que tenhamos sido libertos de todos os nossos pecados de uma só vez pelo evangelho da água e do Espírito, nós devemos orar a Deus “incessantemente” assim como constantemente respiramos. Se oramos constantemente pedindo a ajuda de Deus, Ele nos ouve. Devemos viver como se tivéssemos uma relação com Deus pela fé, sempre em comunhão com Ele, pedindo por ajuda constantemente, e recebendo Sua ajuda.

Meu desejo é que vocês se tornem pessoas de fé, e eu também seja uma pessoa que ore através da fé. Eu também espero que você e eu aprendamos a orar, para que sejamos aqueles que oram com fé e recebem respostas. Meu desejo é que você e eu peçamos muitas coisas a Deus, para que sejemos ricos na fé, na prosperidade, na saúde e na justiça de Deus e que possamos dividir isso com outros. Meu desejo é que Deus nos dê essas bênçãos e nos abençoe ao fazer de nós pessoas de oração realmente.



Devemos Pedir pela Fé que Exalta o Santo Nome de Deus Pai

Na lição que esse versículo nos traz hoje, o Senhor nos ensina pelo que orar primeiro e como orar. Ele diz: “Portanto, vós orareis assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome.” Nós devemos orar primeiro para que o nome do Senhor seja santificado.

Mas para se fazer isso, que tipo de fé precisamos ter? Na verdade, devemos ter a fé que crê no evangelho da salvação que nos dá a remissão de pecados. Para ter essa fé, devemos entender e crer no evangelho da água e do Espírito, como o Senhor disse a Nicodemos (João 3:1-17).

Portanto, se nós formos santificar o nome de Deus Pai que está nos céus, devemos primeiro ser alguém que recebeu a remissão de pecados de Deus. Isto significa que devemos ser aqueles que crêem que Deus Pai e Jesus Cristo são o Deus que fez você e eu, que Jesus foi batizado por João Batista para salvar você e a mim de todos os nossos pecados, e se tornou o Salvador, que foi crucificado. A fé que pode chamar o Pai de Jesus Cristo de nosso Pai é a fé que crê no evangelho da água e do Espírito. Esta é a única maneira que podemos legitimamente chamar a Deus “Pai nosso que estás nos céus,” e orar conforme nos referimos a Ele de modo correto. E somente por meio dessa fé, nós adquirimos qualidades que nos capacitam a orar a Deus já que Deus é Salvador e Pai para mim e para você. Uma vez que aqueles que receberam a remissão de pecados tenham essa fé, eles poderão orar: “Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome.” Por essa razão, o Senhor nos ensina a orar primeiro o que é mais apropriado para se ter tal fé.

“Santificado seja o teu nome” quer dizer que não devemos envergonhar Seu nome. Sendo assim, o que significa não envergonhar o nome do Pai? Aqui, “santificado seja o teu nome” se refere ao tipo de fé que devemos ter a fim de glorificar o nome de Deus e de levar uma vida que não envergonhe Seu nome. Isto significa que para fazermos isso, precisamos ter fé na salvação dos pecados que Deus nos concedeu. “O Senhor nos salvou de todos os pecados do mundo nos dando a justiça da salvação e nos levando a crer na justiça de Deus. Ele nos fez sem pecado com o evangelho da água e do Espírito. Portanto, nós somos o povo de Deus.” Devemos estar na presença de Deus Pai com essa fé sempre que orarmos.

Todos nós devemos ter a fé que crê no evangelho da água e do Espírito. Devemos manter firmemente nossa fé poderosa no evangelho da água e do Espírito que o Senhor nos falou. Por esse motivo, o Senhor nos diz para orar para que tenhamos a fé santa que nos capacita a receber a remissão de pecados.



Devemos Crer que Todos nesse Mundo Aceitarão o Evangelho da Água e do Espírito para que o Reino de Deus Seja Estabelecido Rapidamente na Terra

Em segundo lugar, Ele disse: “venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.” Isso significa que todos os seres humanos devem se tornar filhos de Deus, assim o Reino de Deus virá. Na verdade, mesmo antes da criação, Deus já havia planejado nos fazer filhos de Deus pelo evangelho da água e do Espírito, e por isso criou o homem dentro dessa providência, e salvou a nós os pecadores de todos os nossos pecados. E Ele concedeu Sua perfeita salvação a nós que cremos. Portanto, nós, que nos tornamos povo de Deus por crer no evangelho da água e do Espírito, devemos levar uma vida de oração e trabalhando duro para que o Reino de Deus venha o mais rápido possível.

Nós devemos fazer isso para que o número de pessoas que receberão a remissão de pecados aumente por crerem em Cristo, e para que quando Deus voltar a esse mundo, Ele possa ressuscitar e julgar aqueles que se opuseram a Ele e dar bênçãos e galardões àqueles que nasceram de novo. Devemos orar pelo rápido estabelecimento do Reino de Deus para que Deus cumpra todos os Seus planos predeterminados em Jesus Cristo.

Nós devemos viver pela fé e orar pelas pessoas que receberam a remissão de pecados e pela expansão do Reino de Deus. Devemos trabalhar duro para anunciar esse evangelho da água e do Espírito em cada país do mundo, para que todos aqueles que forem crer creiam e se voltem para Deus para glorificá-Lo. Devemos fazer com que os incrédulos se arrependam rápido diante de Deus e recebam Sua perfeita salvação. É isso que a passagem “venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” quer dizer.

Portanto, devemos orar e trabalhar duro conforme a oração do Senhor. Devemos orar para que Ele abra as portas para que o evangelho da água e do Espírito seja rapidamente anunciado. E devemos orar por este propósito: “por favor nos guarde em segurança para que possamos realizar essa obra.” “Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.” Na verdade, como a remissão de pecados encheu nossos corações, devemos viver uma vida de oração para que o evangelho da água e do Espírito encha os corações de muitos daqueles que ainda não ouviram o evangelho. Devemos viver orando para que Deus conceda a fé a todos os irmãos em Deus, e que Ele nos abençoe para que nós possamos anunciar o maravilhoso evangelho em todo o mundo e glorifiquemos a Deus com a fé verdadeira.



Devemos Orar pelo Pão Nosso de Cada Dia

Terceiro, o Senhor nos diz para orarmos pelo nosso pão de cada dia: “O pão nosso de cada dia nos dá hoje.” Nós só podemos viver se tivermos nosso alimento espiritual. Então, Deus nos disse para orarmos pelo nosso alimento espiritual. Ele disse que nós devemos pedir pelo nosso alimento todos os dias. Devemos orar pelo nosso alimento de cada dia: “Deus, ajuda-nos para que comamos o alimento espiritual e vivamos.”

Deus nos disse para orarmos pelo pelo nosso pão de cada dia, então deveríamos orar assim: “Deus Pai, por favor supra nossas necessidades terrenas para que nada nos falta no corpo e no espírito, abençoa-nos para que possamos dividir com os outros ao invés de pedirmos emprestado. Permita que eu me torne um homem de fé que se esforça para estar em todos os cultos, e tenha comunhão com os outros santos nascidos de novo para que juntos comamos o alimento espiritual.”

Amados irmãos em Cristo, nós não podemos viver um dia sequer sem comer o alimento espiritual? Não podemos viver um dia que seja sem fazer a obra de Deus? Nosso Senhor disse: “uma comida tenho para comer, que vós não conheceis” (João 4:32). A comida para nós que nascemos de novo é fazer a obra de Deus. Quando nós fazemos a obra de Deus, ela se torna alimento em nossos corações e o Espírito Santo em nossos corações se alegra. Quando você ficar irritado mesmo depois de ter recebido a remissão de pecados, tente fazer a obra de Deus. Quando você serve a Deus, seu corpo pode ficar cansado, mas o Espírito Santo se alegra em você. Nossos corações se alegram porque agradamos o Espírito Santo. Esse é o alimento espiritual.

Podemos comer o alimento espiritual quando encontramos nossos irmãos e temos comunhão com eles. Isto acontece porque durante a comunhão, a mente e a vontade do Espírito Santo são trocados uns com os outros através do corpo dos irmãos. Porém, isso não significa que devemos fazer uso das coisas do mundo em nossas vidas. Isso significa que vivemos nesse mundo, mas devemos estar em contato com pessoas justas sempre que possível.

E nós também temos que orar e ler a Bíblia para comermos o nosso pão de cada dia. Quem pode agir sempre corretamente por comer todos os dias o pão espiritual? Mas podemos comer o alimento espiritual e manter nossa vitalidade espiritual indo à igreja. É por isso que temos que assistir aos cultos e participar da Igreja de Deus. É muito bom se reunir para comer o alimento espiritual e também uma grande bênção. Isto é fazer a obra espiritual de Deus também. Salmo 133:1 diz: “Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união!” Todas as reuniões e cultos na igreja não são marcados por acaso e sem nenhum propósito, mas são sistematicamente organizados para que possamos comer juntos o alimento diário que é difícil comer sozinho. Por esse motivo, indo às reuniões, podemos nos alimentar bem.

Amados irmãos em Cristo, já que Ele nos disse para orarmos a Deus pelo nosso alimento diário ao invés de ficarmos reclamando por falta de comida, devemos pedir ajuda enquanto oramos: “dá-me o alimento de cada dia, Deus, dá-me a bênção de receber um bom salário para que não me falte nada material. Dá-me o alimento espiritual e a fé, e abençoa-me para que eu possa fazer a obra de Deus com fé. Dá-me bênçãos no corpo e no espírito.” Nós só podemos receber alimento quanto pedimos ajuda.

Nós devemos pedir alimento para o corpo e para o espírito. Devemos fazer a obra de Deus e nos alegrar com isso. Devemos orar, buscar, bater e pedir por essas coisas. Devemos pedir insistemente, porque Jesus nos prometeu dizendo: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Mateus 7:7). Nós pedimos com o coração, confessamos com a boca e saímos à procura, pedimos e recebemos. Se levantarmos nossos olhos, orarmos, e buscarmos a Deus através daquilo que Ele pode nos dar, nós receberemos. É assim que vivemos todos os dias. Por essa razão, o Senhor nos disse para orarmos por essas coisas.



Devemos Perdoar Uns aos Outros Como Filhos de Deus que Somos

A quarta parte da oração é: “perdoa-nos as nossas dívidas, Assim como nós perdoamos aos nossos devedores. Não nos deixes cair em tentação, Mas livra-nos do mal.” Isto significa que já que Deus perdoou todos os nossos pecados, não deveria haver nada que nós, os que nasceram de novo, tivéssemos que perdoar uns aos outros. Se há alguma coisa maligna e carnal em nossos corações que não nos permitem perdoar aos outros, devemos orar: “Deus, guarda-me e livra-me do mal para que eu não seja dominado pelo mal, e dá-me um coração e a fé que perdoa.” Isso significa que quando não temos forças para fazer a vontade de Deus, devemos pedir ajuda a Deus e viver da Sua ajuda.

Além disso, não existe ninguém cuja vida de fé seja perfeita desde o começo. Quando você olha para si mesmo, você vê muitas falhas em si próprio? –Sim.– Nós fazemos mais coisas erradas do que certas? –Sim.– Amados irmãos em Cristo, não desanimem. Se nós erramos, temos falhas, e ficamos com nossa consciência pesada, e não temos forças para fazer a coisa certa, o que devemos fazer então? Nós clamamos a Deus novamente.

“Deus Pai, faça de mim uma pessoa abençoada, uma pessoa de fé, uma pessoa feliz. Dá-me a fé.” Não deveríamos pedir ajuda a Deus desse jeito? Isto não é verdade? Isto é tudo que temos que fazer. Quando pedimos ajuda a Deus, Ele nos ajuda ou não? –Ele nos ajuda.– E quando nos Ele ajuda, nós nos tornamos pessoas de fé ou não? –Nos tornamos sim.– Portanto, eu espero que vocês se tornem pessoas de fé, que buscam e vivem com fé ao contrário das pessoas que olham para trás desanimadas, vivem desiludidas com o presente, e desistiram do futuro. O passado é o passado e o presente é o presente. O passado não é tão importante assim como diz a canção: “não pergunte sobre o passado.”

Deus é poderoso, então Ele se agrada muito quando as pessoas pedem algo a Ele. Ele se sente ofendido quando não pedimos. Quando pedimos a Deus o que precisamos, Ele se agrada e pensa: ‘vocês sabem que Eu sou poderoso, vocês sabem que seu Pai é rico. Isso é louvável.’ Nós devemos pedir por coisas boas também ao invés de ficar dizendo ‘eu posso me virar sozinho,’ porque assim a dignidade do Pai se perde. Deus, que nos salvou, gosta muito quando pedimos a Ele que nos dê as coisas. Peça a Ele para te dar, dar, e dar. Devemos pedir todos os dias: “dai-nos nosso alimento de cada dia,” e pedir a Ele que nos dê bênçãos sempre que abrirmos nossa boca. Se fosse nosso pai biológico, ele nos daria um tapa porque todo dia pedimos algo a ele, mas nosso Pai espiritual não é assim. Pelo contrário, Ele se agrada quando pedimos algo a Ele todos os dias.

Se seu pai biológico te der algo todos os dias, e você pedir a mesma coisa a ele todos os dias também, ele certamente vai ficar com raiva, então como filho biológico você não poderá pedir mais nada porque ficará com medo. Nós vemos o estado de espírito de nossos pais e pensamos: ‘ah, se eu pedir alguma coisa hoje, eu vou apanhar’, mas se nosso pai estiver de bom humor, aí então podemos pedir algo a ele, caso contrário dificilmente receberíamos algo. Todavia, nosso Pai espiritual não é assim. Se assim que abrirmos nossos olhos pedirmos ‘dá-me’, e durante nosso sono ‘dá-me’, então Deus se agrada e diz: “Sim, claro. Eu te darei isto, mas você não poderá usá-lo sem propósito, use-o apropriadamente, está bem?” Assim Ele nos dá na mesma hora. Essa é a realidade.

Deus Pai, que salvou você e a mim, ama mais aqueles que pedem mais. Se você não tem fé, peça a Ele: “Dá-me fé. Dá-me. Dá-me.” Assim, você saberá, no tempo certo, quando Deus te der fé. Você pode sentir isso: “meu Deus, eu tenho fé, eu posso crer, eu usei minha fé. Eu tenho fé!” Não fique inseguro quanto a pedir a Deus preso pelo seus próprios pensamentos. Somente peça algo a Ele com ousadia como se você tivesse confiado isso a Deus. O Senhor se agrada disso.

Amados irmãos em Cristo, vocês sabem porque a fé funciona mesmo antes dela existir? Porque vocês pedem a Deus “dá-nos a fé, dá-nos, dá-nos a fé,” e então Deus dá a vocês. Nós a recebemos porque o Senhor nos dá. Não existe outra maneira de ter fé. Isso acontece também porque Deus nos salvou e se tornou um Pai para mim e para você. Nós não fazemos nada além de pedir: “Dá-nos Senhor. Dá-nos.”

Quando nós ensinamos as criancinhas sobre a fé, elas oram: “Jesus, dá-nos biscoitos. Eu oro em nome de Jesus. Amém.” E então elas abrem seus olhinhos. Quando elas abrem seus olhos, se não tiver nenhum biscoito, elas dizem: “não tem biscoito,” e começam a chorar. Nesse caso, eu explico: “ei, espertinho, como Ele pode, mesmo sendo Deus, trazer biscoito na hora que você abre seus olhos depois da oração? Deus agora está te ouvindo está bem? E pensando em Seu coração: ‘Eu vou dar a ele,’ e dando ordens aos anjos que tragam biscoito para você.”

Mesmo que Deus não nos dê algo na mesma hora em que pedimos, nós sabemos que Ele dá para a pessoa certa na hora certa, e nós podemos dar Testemunho que Ele dá realmente. É por isso que devemos orar para que Ele sempre nos dê muito mais.

Você tem muitas necessidades? Se existe algo que nós precisamos ou estamos em falta tanto na carne como no espírito, devemos orar por elas: “Dá-nos fé. Dá-nos bênçãos. Dá-nos plenitude do Espírito Santo. Eu ouvi que existe a plenitude do Espírito Santo – dá-me isto. Ajuda-nos a viver para a justiça. Dá-nos.” Se orarmos assim, mesmo que essa oração seja a mesma de uma criança imatura, uma vez que o Pai sabe o que uma criança precisa, Ele dá ao homem certo no lugar certo o que Seu filho precisa.

É por isso que orar não é difícil. Dizer apenas “dá-me” já é uma oração. Você também acha isso? – “Bom, eu sou um adulto. Ele disse para não ficarmos repetindo as coisas. E a Bíblia diz que eu devo ir para o meu quarto orar, mas se eu for para o meu quarto, eu não poderei orar, e só ficarei com sono.” Orar e sempre pedir por ajuda em nossos corações “dá-nos, dá-nos” já é uma oração.

Desde que eu comecei a orar, eu descobri que Ele não gosta muito de orações com frases muito enfeitadas. Quando fazemos uma confusão com “nosso Deus Santo, benevolente, misericordioso e onipotente, Pai...,” Deus se torna impaciente então, dizendo: “qual é o seu próposito afinal?” Não importa a confusão que fazemos com nossas fluentes habilidades na linguagem, se nós não dissermos a ele nosso propósito, isso não vale de nada. Quando estamos desesperados precisando de algo em particular, o assunto vem à tona na mesma hora. “Dá-me isto.” É melhor fazermos uma oração breve quando pedimos algo. Quando nós falamos muito só para parecer bonito, acabamos esquecendo o que devemos orar. ‘Eu estava orando pelo quê? Ah, droga. Eu esqueci.’ Então oramos por algo que não tem nada a ver, e acabamos orando por outra pessoa, e não conseguimos orar por nós mesmos. Você não faz isso às vezes?

Quando nós abrimos a escola de missões pela primeira vez, nós costumávamos orar sentados em círculo depois das aulas. Às vezes orávamos numa só voz e outras vezes alternávamos as orações. Nós orávamos muito, geralmente por mais de duas horas, até as costas doerem. Contudo, nós orávamos com sabedoria. O líder de oração nos mantinha sempre nos temas da oração, e todos nós orávamos juntos no mesmo propósito. Alguns irmãos até reclamavam de dor nas costas por causa das longas reuniões de oração.

Me contaram uma história que certa vez um ancião de uma igreja orava num culto de adoração pela manhã bem cedo recitando passagens do Gênesis a Apocalipse. Sua oração demorou tanto que todos na igreja foram para casa para tomar o café da manhã e depois quando voltaram, ele ainda estava orando. De uma maneira geral, as pessoas que gostam disso não oram em casa e em nenhum outro lugar. Elas oram por muito tempo nos cultos quando alguém pede para compensar sua falta de oração. Entretanto, não é assim que devemos orar. Uma oração pequena é uma boa oração. Se nós a esticarmos como esticamos um elástico, nós acabamos nos esquecendo para o que estamos orando.

Às vezes, nós oramos juntos por alguns assuntos. Mas quando o líder de oração ora por muitos assuntos ao mesmo tempo, para ser honesto, às vezes eu não consigo me lembrar dos primeiros e só me lembro dos últimos. Quando isso acontece, eu começo primeiro orando pelos últimos. “Deus, dá-me isto, dá-me aquilo,” quando eu oro assim, eu consigo às vezes me lembrar dos primeiros assuntos da oração.

“Deus Pai, dá-nos o alimento de cada dia, dá-nos as coisas materias hoje, dá-nos força para fazer a obra de Deus, dá-nos bênçãos, dá-nos fé, nos ajude a cumprir a justiça com fé. Ajude-nos a não desperdiçar nossas vidas.” – nós oramos colocando o assunto principal dessa maneira.

Orar na fé não é difícil. Se nós fomos salvos, então Deus é o nosso Pai. Ficar sem jeito de chamar o Pai de “Pai” é estranho. ‘Jesus é o Pai? O Pai de Jesus é o Pai? Se o Espírito Santo é Deus, então o Espírito Santo é o Pai?’ Quando você pensa nessas coisas assim, isso te dá uma dor de cabeça. Amados irmãos em Cristo, o Deus Triuno é totalmente nosso Deus e totalmente nosso Pai. Algumas pessoas, após crerem em Jesus por mais de 20 anos ainda não compreendem isso, assim elas continuam confusas se Deus é o Pai, ou se Jesus é o Pai, ou se o Espírito Santo é o Pai. Mas eles são a mesma coisa.

O Deus Jeová quer dizer “o Deus que existe.” Deus não é uma criação. Jesus é o nosso Salvador e o Espírito Santo é o Espírito Santo de Deus, assim eles são todos o mesmo Deus em Sua Divindade e não há razão para complicar isso. Apenas creia que “se Deus disse isso, então está certo.” Se nós realmente nascemos de novo e recebemos a remissão de pecados, tudo nos é permitido. Sabendo disso, eu espero que todos vocês se tornem os santos varões e varoas servos de Deus, que sempre oram pelo seu alimento de cada dia.

Vamos voltar novamente para o assunto principal. Nós estamos falando sobre Seu ensinamento: “Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.” Existem muitas coisas erradas que as pessoas fazem conosco, e muitas coisas erradas que fazemos com os outros também. Contudo, Deus limpou ou não todos os nossos pecados e os dos outros também? –Ele limpou a todos.– Já que Ele apagou a todos eles, nós não deveríamos perdoar de todo nosso coração aqueles que nos fazem mal? –Devemos perdoá-los sim.– esta é a primeira razão para orarmos, “perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.” Já que Deus perdoou todos os nossos pecados, se nós não pudermos perdoar uns aos outros, não agiremos corretamente como filhos de Deus. Foi por isso que Ele disse isso.

Por essa razão, devemos orar quando fazemos algo errado pois o mal em nossa mente se torna forte e caímos em tentação, e assim tentamos punir os outros, tentamos vencer os outros, e guardamos rancor de alguém. “Não deixe que o mal de apodere de mim. Não me deixe cair em tentação e não permita que eu me meta em confusão por causa do meu temperamento carnal, que é mais uma barreira contra o evangelho do que um benefício. Não me deixe cair em tentação e me meter em confusão para que na igreja, outros cristãos e eu, não sejamos prejudicados por causa disso. Proteja-me para que o mal não se apodere de mim. Ajuda-me a controlar meu coração. Dá-me forças. Dá-me forças para que eu possa realizar as obras de justiça de Deus.”

Ele nos disse para perdoar, amar, suportar e orar uns pelos outros. Devemos orar por todas as pessoas: “Deus, dá-lhes fé para que elas sejam salvas de todos os seus pecados. Suas atitudes são duvidosas, mas por favor salve essas pessoas.” Nós precisamos orar assim. Nós podemos orar por todo mundo ou não? –Podemos.– Podemos perdoar e amar a todos com nossos corações dentro da beleza do evangelho da água e do Espírito.

Verdadeiramente, as pessoas justas não deveriam ser dominadas pelo mal. É bom ser envolvido pela justiça, mas é bom ser dominado pelo mal? Devemos ficar bêbados e arrumar confusão e bater nas pessoas? Não, não devemos. Se você tem esse tipo de energia, use- a para a obra de Deus. Nós devemos usar essa energia sabiamente para fazer a obra de Deus, e trabalhar com sabedoria para que a vontade do Senhor se cumpra ao invés de ficarmos brigando. Por isso que o Senhor nos diz para orarmos por estas coisas para não sermos dominados pelo mal. Não devemos ser dominados pelo mal.

Existem muitas pessoas abusadas nesse mundo. Quando encontramos alguém assim, se elas forem pessoas que não nos trará bem algum, é melhor deviarmos o olhar dessas pessoas e evitá-las.

Por que Deus colocou esse versículo no final da oração do Senhor? “Pois se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Porém se não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas.” Isto significa que uma pessoa justa deve viver como uma pessoa justa pela fé. Se nós recebemos a remissão de todos os nossos pecados diante de Deus, devemos também perdoar nossos irmãos assim como aqueles que ainda não nasceram de novo. Se nós não temos um coração perdoador, devemos pedir ajuda: “Deus Pai, dá-me um coração perdoador.” Para ordenar que vivêssemos assim, Deus colocou esse ensinamento no final.

Orar é difícil ou não? Não é difícil. A essência da oração é a fé – a fé que Deus é o meu Deus, meu Salvador, e meu Pai. Ele nos criou e nos salvou de todos os nossos pecados. Assim, nós, os nascidos de novo, somos Seu povo, Sua família, e Seus filhos, para que seja algo muito natural que O chamemos de Pai. Além disso, é certo agradecer a Ele por sermos Seu povo.

Devemos orar para não sermos dominados pelo mal e pela tentação seguindo por caminhos errados. Jesus nos ensina o que devemos orar primeiro: “buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Existe algo que você precisa? Então, ore e viva para o Reino de Deus primeiro. Seu Pai te dará tudo. Esta é a promessa de Deus.

Sendo assim, devemos crer nisto, procurar fazer a obra de Deus primeiro mesmo que nós ainda tenhamos falhas, tentar viver uma vida segundo a vontade de Deus, e pedir ajuda a Deus. Devemos sempre ter o desejo de crescer espiritualmente e ser fiéis a Deus recebendo Sua graça e ajuda mesmo que tenhamos falhas. Vocês entenderam? –Sim.– vocês crêem? –Sim.–

Quando nós oramos juntos, devemos orar alto mas com cuidado. Quando nós fazemos isso, nossos pensamentos são organizados de tal forma que desenvolvemos nossa fé, dizendo: “eu oro assim, e creio assim.” E quando Deus responde, nós sabemos que “a resposta vem de Deus porque eu orei assim,” e nossa fé aumenta. Por isso que é bom orar de uma maneira clara com a boca.

Além disso, quando oramos, é possível orarmos pela mesma coisa várias e várias vezes, mas não devemos orar com formalidades. Às vezes, o coração fala de uma maneira, mas algumas coisas impróprias saem da nossa boca. Quando isso acontece, devemos corrigir isso com palavras. Deus vê, conhece, e trabalha no centro de nossos corações, mas é muito importante confessar corretamente com nossos lábios também. Por isso que a Bíblia diz: “Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.”

E o Senhor diz: “Portanto, tudo que vós quereis que os homens vos façam, fazei-o vós também a eles, pois está é a lei e os profetas” (Mateus 7:12). Se nós realmente quisermos receber alguma coisa, devemos orar. Se quisemos de fato ter fé diante de Deus, se quisermos viver corretamente, se quisermos ter uma vida abundante no corpo e no espírito, nós devemos pedir por tudo insistentemente.

Vamos viver com essa fé. Vamos viver com essa fé e saudar o Senhor quando Ele vier. E eu creio que isso acontecerá.

Enquanto estamos nos dedicando a anunciar o verdadeiro evangelho em todo o mundo através do ministério literário, precisamos de uma enorme quantidade de dinheiro. Mas quanto às finanças que são necessárias para a publicação, eu creio que Deus cuidará disso para nós. Deus tem suprido todas as nossas necessidades até agora, e com certeza nos dará o apoio suficiente. Nós temos conseguido fazer bem a Sua obra, e inúmeros ajudadores têm sido levantados em meio aos nascidos de novo através da nossa literatura cristã. Mas o diabo também sabe disso, e tenta impedir nosso ministério. Eu fico com receio que o diabo possa impedir essa obra e nos traga muitas dificuldades. Por esse motivo, nós não temos outra coisa a fazer senão orar a Deus pedindo Sua ajuda e proteção.

Quando nós publicamos livros, nós na maioria dos casos trabalhamos com aqueles que nasceram de novo, mas por vezes, nós também inevitavelmente trabalhamos com aqueles que não. Quando nós estávamos editando a edição em Francês do nosso primeiro livro, nós nos esforçamos tremendamente, mas encontramos um erro na capa que não tem absolutamente nada a ver com o livro original. É claro que, o tradutor francês deve ter dado o melhor de si a sua maneira, mas cometeu um erro grave, fazendo com que todo o esforço não valesse nada. Por essa razão, devemos orar a Deus para evitar tais desperdícios daqui para a frente.

Nesse momento, as versões em Inglês e em Espanhol das nossas séries evangélicas são muito populares. As versões mais populares depois delas são as francesas. O que isso quer dizer? Nas áreas onde Deus trabalha grandemente, o diabo também trabalha duro para impedir nosso trabalho. É por isso que temos que orar a Deus para nos proteger das pessoas malignas, supervisionando e cuidando dessas pessoas que trabalham junto conosco, para que tudo vá bem. Nós também devemos orar para que Deus ajude e proteja todos os irmãos e os varões e varoas Seus servos, que estão se dedicando a essa preciosa missão. É por isso que oramos.

Vocês devem orar por vocês mesmos também. Deus é glorificado quando você leva uma vida de fidelidade! Você precisa também levar uma vida justa de fé para que outros sejam salvos através de você, e essa é a única forma de você ser abençado no seu corpo e no seu espírito. É por isso que oramos. Nós devemos conhecer a necessidade da oração e vivermos orando pela fé.

Vamos viver pedindo com fé sempre crendo em Deus nas nossas orações. Devemos viver orando para que Deus abençoe todos os varões, varoas de Deus e todas as pessoas nas áreas onde nós trabalhamos para o evangelho, e para que Ele também abençoe e provenha tudo para que a pregação do evangelho da água e do Espírito seja feita poderosamente.

 

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.