Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

A Fé Que Pode Fazer a Vontade de Deus Pai


< Mateus 7:20-27 >
“Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi abertamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade! Portanto todo aquele que ouve estas minhas palavras e as pratica, será semelhante ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. Desceu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa; contudo, ela não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. Aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, será comparado ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. Desceu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos, e deram contra aquela casa, e ela caiu, e foi grande a sua queda.”



Nosso Senhor disse aos seus discípulos: “pelos seus frutos os conhecereis.” Para os discípulos de Jesus, os frutos aqui se referem ao fundamento final da sua fé. Colocando de uma maneira simples, ser salvo dos seus pecados como resultado de crer no evangelho da água e do Espírito é o fruto que Deus aprova, e a questão é se temos ou não esses frutos. A maneira de se tornar um verdadeiro santo na presença de Deus, e não um mentiroso, é encontrar a fé que crê no evangelho da água e do Espírito. Em outras palavras, quando cremos no evangelho da água e do Espírito, podemos nos tornar o legítimo povo de Deus aos invés de falsos profetas. Da mesma forma, para que nossa fé dê frutos de verdade, não somente joio, nossos corações devem crer na Palavra do evangelho de Deus da água e do Espírito.

Nosso Senhor disse: “toda árvore boa produz bons frutos, e toda árvore má produz frutos maus” – assim nós podemos conhecê-los pelos frutos.



Nós Só Podemos Ser Salvos dos Nossos Pecados e nos Tornarmos Filhos de Deus se Clamarmos o Nome do Senhor?

Hoje, eu desejo dividir com vocês o tipo de fé que pode fazer a vontade de Deus. Em Mateus 7:21. Jesus mesmo diz: “Nem todo que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Aqueles que entram no Reino de Deus pela vontade do Senhor são aqueles que receberam a remissão dos seus pecados por crer no evangelho da água e do Espírito. Santos são aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito. O fruto que nasce por se crer no evangelho da água e do Espírito é ser remido de todos os pecados e se tornar justo. Por essa razão, somente aqueles que fazem a vontade de Deus Pai podem entrar no Céu. Nós devemos entender a razão pela qual o Senhor disse: “Nem todo que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”

Aqui nesta passagem, Jesus diz: “aquele que faz a vontade do meu Pai pode entrar no Céu.” Quem, então, são essas pessoas que fazem a vontade de Deus? São aquelas que obedecem a vontade de Deus Pai. A Bíblia diz: “E esta é a vontade daquele que me enviou, que eu não perca nenhum de todos os que ele me deu, mas o ressuscite no último dia. Pois a vontade do meu Pai é que todo aquele que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia” (João 6:39-40). Deus quer mesmo salvar todos os pecadores dos seus pecados.

Quem, então, obedece essa vontade de Deus Pai, que é crer no evangelho da água e do Espírito? Antes de tudo, eles são aqueles que crêem que Deus Pai enviou Seu único Filho a essa terra, e que por Seu Filho ter sido batizado por João Batista, o Pai fez com que Jesus levasse todos os pecados do mundo de uma vez por todas. E são aqueles que crêem também que Deus Pai fez com que Jesus levasse os pecados do mundo à Cruz, tivesse suas mãos e seus pés crucificados, e derramasse Seu sangue até a morte, lavando assim todos os nossos pecados e suportando a condenação pelo pecado.

Crer nesta verdade da salvação é a fé que crê segundo a vontade do Pai que está no Céu. Aqueles que fazem a vontade de Deus Pai e crêem nela de maneria correta entrarão no Céu, porque eles crêem no evangelho da água e do Espírito, que é a própria vontade do Pai. Todos nós devemos entender isso claramente, e devemos todos nos tornar esses santos que crêem nesse evangelho da salvação, porque somente crendo no evangelho da água e do Espírito podemos nos tornar filhos de Deus, e ser remidos de todos os nossos pecados, e finalmente entrar no Céu.

O que nosso Senhor quer dizer quando Ele diz a todos nós: “Nem todo que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus”? O significado desta passagem é que aqueles que tentam entrar no Céu sem a fé que crê de todo o coração na remissão de pecados preparada por Deus – isto é, no evangelho da água e do Espírito – no fim não poderão entrar no Céu. Em outras palavras, nosso Senhor está nos ensinando aqui que só porque as pessoas clamam por Seu nome, dizendo cegamente: “Senhor, Senhor,” não significa que eles têm a fé que os torna aptos a entrar no Céu, mas o podem somente aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, que desta maneira são salvos de todos os seus pecados – isto é, aqueles que fazem a vontade de Deus Pai – podem entrar no Reino do Pai.

A razão pela qual muitos cristãos, apesar de crerem em Jesus como seu Salvador, não poderão entrar no Céu no final é porque eles não têm essa fé que crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito, que pode dar a eles a perfeita remissão de pecados. Tendo dado a nós a Palavra do evangelho da água e do Espírito e nos fazendo crer nela, e tendo feito com que compreendêssemos completamente esse evangelho em nossos corações, nosso Senhor agora nos torna aptos a entrar no Céu pela fé. Se todos nós tivermos realmente essa fé que crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito, então não há nenhuma razão pela qual não sejamos remidos dos nossos pecados, nem existe motivo algum pelo qual não estejamos aptos a entrar no Céu.

Se nós temos fé no evangelho da água e do Espírito, isso significa então que todos nós temos a fé que nos torna aptos a receber a remissão de todos os nossos pecados e sermos justificados, assim como nos tornarmos os próprios filhos de Deus, entrarmos no Céu, e morarmos com Ele. Resumindo, todos aqueles que têm essa fé que crê na Palavra do evangelho da água e do Espírito podem entrar no Céu porque foram remidos de todos os seus pecados, enquanto que muitos cristãos que não têm essa fé no fim não poderão entrar no Céu mesmo que creiam em Jesus como seu Salvador, porque eles continuarão sendo pecadores porque não creram nesse evangelho da água e do Espírito.

Nosso Senhor disse que para entrar no Céu, precisamos fazer a vontade do Pai. Quando você tem essa fé que crê no evangelho da água e do Espírito, só pode ser possível a você fazer a obra de Deus. Mesmo que não tenhamos como não cometer pecado até morrermos por causa da nossa natureza, podemos ser lavados de todos os nossos pecados na presença de Deus quando cremos na Palavra do evangelho da água e do Espírito e a reconhecemos.

Fazer a vontade de Deus também significa fazer Suas boas obras, isto é, ganhar almas ao pregar o evangelho da água e do Espírito. Portanto, se quisemos obedecer a vontade de Deus Pai, primeiro de tudo, temos que crer na Sua verdade absoluta, o evangelho da água e do Espírito. A menos que façamos assim, não teremos como fazer isso de uma maneira correta, porque nossos pecados continuarão ainda intactos em nossos corações. Colocando de uma forma diferente, nós temos que nascer de novo primeiro para depois fazermos as boas obras de Deus (Efésios 2:10).

Qualquer um que creia no evangelho da água e do Espírito que nós pregamos tem capacidade de fazer a obra de Deus Pai. Sendo assim, aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito e o reconhecem são aqueles que pregam este evangelho da água e do Espírito a todos os pecadores com plena convicção. E embora sofram perseguições e enfrentem dificuldades por pregar esse evangelho da verdade, no fim, eles terão se tornado o povo que faz a vontade de Deus Pai. Se nós tivermos essa fé que crê no evangelho da água e do Espírito, então teremos nos tornado o povo que faz a vontade de Deus com sucesso.

Por outro lado, se nós não crermos no evangelho da água e do Espírito dado por Deus, não poderemos então fazer a vontade de Deus Pai. Se nós não crermos no evangelho da água e do Espírito e portanto não formos salvos, então mesmo se quisermos viver de acordo com a vontade do Pai que está no Céu, não teremos como evitar continuar vivendo presos ao pecado. Mas porque cremos com todo nosso coração no evangelho de Deus, o evangelho da água e do Espírito, todos nós nos tornamos aqueles que fazem a vontade do Pai servindo a Deus através do evangelho da água e do Espírito.

Irmãos, quando foi que nós começamos a conhecer perfeitamente a vontade de Deus? Foi quando conseguimos descobrir o evangelho da água e do Espírito na Palavra de Deus e cremos nele. Se nós não crermos na Palavra de Deus, não poderemos então conhecer a vontade de Deus Pai, nem fazer Sua vontade nesse mundo. Nós devemos entender que mesmo que fôssemos alimentar os famintos, cuidar dos doentes, tomar conta dos orfãos, além de amar nossos semelhantes para fazer a vontade de Deus Pai, isto na realidade é muito diferente de fazer a vontade de Deus. Fazendo a vontade de Deus, nossas boas obras da carne não podem substituir a fé que crê no evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor nos deu.

Nenhuma obra de virtude nesse mundo poderia jamais substituir a obra da fé que crê no evangelho da água e do Espírito, a vontade do Pai, que liberta os pecadores. O fato de sermos capazes de fazer a vontade do Pai por crermos no evangelho da água e do Espírito e anunciá-lo em todo o mundo não pode ser substituído por nenhuma boa obra que façamos em nossa carne. Entendendo essa verdade maravilhosa de uma vez por todas, nós nunca mais devemos deixar nossa fé ficar confundida em relação a vontade de Deus Pai.

Entretanto, há muitas pessoas nesse mundo que estão tentando substituir a vontade do Pai fazendo boas obras na carne. Mas é porque recebemos a remissão de pecados por crermos no evangelho da água e do Espírito e no Espírito que que é citado na Palavra de Deus que nos tornamos aqueles que fazem a vontade de Deus e nos tornamos aptos a servir o evangelho da água e do Espírito em todo o mundo.

No que se refere a nossa vida espiritual de fé, devemos crer que para nós é correto fazer a vontade de Deus Pai crendo na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Mas para fazermos isso, devemos primeiramente conhecer o verdadeiro evangelho. Como é possível para um pecador fazer a vontade de Deus quando ele nem mesmo sabe exatamente o que ela é? Se nós não soubermos que tipo de fé nos permite viver de acordo com a vontade de Deus Pai, então nunca poderemos ter forças para fazer a vontade de Deus Pai que está no Céu.

Por isso, primeiro devemos ter habilidade para fazer a vontade de Deus Pai crendo nesse evangelho que possui a justiça de Deus. Resumindo, se nós não tivermos a fé que crê no evangelho da água e do Espírito, seremos consequentemente colocados de lado por Deus então, porque nossa fé não terá nada a ver com Sua vontade. É por isso que devemos examinar a nós mesmos para ver se cremos realmente na Palavra de Deus ou não, e se de fato cremos no evangelho da água e do Espírito em nossos corações.

Aqueles que não vivem segundo a vontade de Deus acabam deixando Sua Igreja, porque de maneira alguma conseguem vencer os desejos fúteis e carnais do seu corpo. Ou, no fim acabam como falsos profetas que seguem sua própria vontade em nome de Jesus mas em pele de cordeiro. Porém, pelo fato do evangelho da água e do Espírito ser a vontade do Deus que está no Céu, aqueles que crêem nesse evangelho da verdade conseguem receber fortalecimento para obedecer a vontade do Pai pelo poder do Espírito Santo enquanto vivem.

Se nós realmente quisermos conhecer a boa vontade de Deus para nós e segui-la, então devemos crer primeiramente na Palavra do evangelho da água e do Espírito como sendo a verdade, e mesmo que a Bíblia não pareça plausível, mesmo assim devemos nos submeter ao evangelho da água e do Espírito revelado na Palavra de Deus. Se todos nós crermos na vontade de Deus manifestada na Bíblia, então poderemos agradar a Ele fazendo Sua vontade, porque a fé de pessoas assim se mantém firme para sempre. Assim como os pinheiros crescem firmes apontando para o céu, aqueles que crêem na Palavra de Deus possuem o poder invencível de obedecer a vontade de Deus.

Se sua fé depende do evangelho da água e do Espírito, que é a Palavra de Deus, e você dessa forma recebeu a remissão dos seus pecados, então essa fé fortalecida sempre te dará forças para fazer a vontade do Pai. Se sua incapacidade é nítida quando você olha para outras pessoas, se você tiver essa fé que crê no evangelho da água e do Espírito, você poderá ter então a fé autêntica que Abraão teve. Por crer no evangelho da água e do Espírito, todos nós conseguimos ter essa fé que apaga todos os nossos pecados e nos capacita a entrar no Céu. Nós viveremos então obedecendo e fazendo a vontade do Pai, e no final todos entraremos no Seu Reino.

Você e eu devemos portanto manter nossa fé sempre no evangelho da água e do Espírito com firmeza. Ao invés de sermos dominados pelas circunstâncias, devemos manter nossa fé na Palavra do evangelho da água e do Espírito, e devemos anunciar fielmente o evangelho e esperar pelo Senhor até o dia que Ele voltar.

Até mesmo os justos que receberam a remissão de pecados pela fé sempre passam por altos e baixos. Assim como há quatro estações diferentes na natureza, primavera, verão outono, e inverno, os justos também passam por muitas situações em tempos diferentes – algumas agradáveis e refrescantes, outras vezes desanimadoras e dolorosas, e até mesmo de paz em outras ocasiões.

Todavia, nossa fé pode mudar algumas vezes de acordo com as circunstâncias. Mas mesmo que essas circunstâncias mudem tanto assim, nossa fé no evangelho da água e do Espírito não muda em circunstância alguma, sempre nos protegendo e nos guardando de todas as maldições. Se crermos na Palavra de Deus, então por causa dessa fé, nós nunca iremos espiritualmente secar ou congelar no inverno, nem morrer de calor no verão, nem cairemos no esquecimento no outono, nem seremos tragados pelo mundo na primavera. Não importa quantos alto e baixos passemos em nossa vida espiritual, nós poderemos sempre fazer a vontade de Deus. Se nós tivermos a fé que crê no evangelho da água e do Espírito, poderemos então vencer todas as nossas dificuldades, e com essa fé finalmente viveremos a mais preciosa vida na presença de Deus Pai fazendo Sua vontade.

O evangelho da água e do Espírito é suficiente para fazer de todos nós aqueles que vivem segundo a vontade de Deus. É por isso que você e eu devemos sempre defender nossa fé no evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus. Fazendo isso, nós podemos viver em obediência à vontade de Deus Pai. Você está sendo fiel à Palavra de Deus agora? Ou você, preso às circunstâncias, não está conseguindo viver crendo no evangelho da água e do Espírito? Se sua resposta é a segunda, pergunte a si mesmo então se você realmente crê no poder do evangelho da água e do Espírito ou não. Nós devemos crer no evangelho da água e do Espírito encontrado na Palavra de Deus, e devemos viver no poder que esse evangelho traz a nós. De modo claro, ao receber o poder de Deus através da nossa fé no evangelho da água e do Espírito, podemos todos levar nossas vidas frutificando em alegria.



Devemos Crer na Poderosa Palavra de Deus

Uma coisa que eu realmente quero pedir a vocês é que vocês se apegem à Palavra de Deus com fé, à cada uma de suas passagens. Eu não tenho um desejo mais ardente do que vocês crerem no evangelho da água e do Espírito, porque a menos que vocês façam isso, sua fé estará fadada a desfalecer algum dia por causa dos pecados que vocês cometem, e vocês acabarão perecendo por causa desses pecados. Todos nós devemos nos manter firmes à Palavra do evangelho da água e do Espírito. Se não fizermos isso, não poderemos nos manter em pé nem mesmo por um dia – não somente não poderemos ficar firmes, muito menos viver, estando destinados a andar pelo vale da sombra da morte.

O Apóstolo Paulo frequentemente fazia menção “da obra da vossa fé; do vosso trabalho de amor e da vossa firmeza de esperança” (1 Tessalonicenses 1:3) como virtudes essenciais para os santos nascidos de novo. Mesmo que tenhamos esperança de entrar no Céu, e o amor que recebemos de Deus, nós não temos nada a menos que tenhamos a fé que crê no evangelho da água e do Espírito, porque somente esse evangelho da água e do Espírito nos dá poder para vivermos uma vida de virtude. Se você não crê no evangelho da água e do Espírito, então todas as bênçãos proféticas descritas na Palavra não serão suas, mas de outrem.

Você pode até acreditar que entrará no Céu num futuro distante, mas a menos que seu coração creia no evangelho da água e do Espírito, e se apegue a ele agora, sua vida se acabará. Nós não podemos continuar a viver sem a verdadeira fé que crê no evangelho da água e do Espírito. Se nós não tivermos a provisão da Palavra de Deus, e não nos alimentarmos dela agora mesmo, nossas almas estão fadadas a morrer de fome.

Onde a verdaderia fé é encontrada? A verdadeira fé é encontrada na Palavra de Deus.

Quando eu ainda não havia nascido de novo, eu costumava pensar que eu teria a verdadeira fé se eu desse todos os meus bens a Deus. Mas eu ficava preocupado em dar tudo que eu tinha, porque como resultado por não me restar mais nada depois que eu desse tudo para Deus, eu passaria por dificuldades tentando sobreviver nesse mundo tão frio e egoísta. A propósito, mesmo que eu não pudesse dar tudo que eu tinha, uma vida de pobreza sempre foi para mim a vida cristã de fé ideal.

E, antes de nascer de novo, eu sempre pensava que ser preenchido com minhas próprias emoções era a fé em si. Então eu costumava fazer de tudo, como ir a todos os cultos na igreja, jejuar, e ajudar os necessitados, etc., para aumentar meus sentimentos de amor e piedade. Porém, era cansativo demais continuar sustentando essa vida de fé. A menos que eu estivesse cheio das minhas próprias emoções, eu sentia meu coração vazio, como se algo estivesse faltando, e eu pensava que isso era um sinal da minha falta de fé.

Quando, então, eu encontrei a minha verdadeira fé, completamente diferente daquela fé vazia que eu tinha? Eu a encontrei escrita na Palavra do evangelho da água e do Espírito. Porque a Palavra da verdade que contém o evangelho da água e do Espírito estava escrita na Bíblia, ao crer nessa Palavra de Deus, eu pude ser remido de todos os meus pecados, e por meio dessa fé eu pude contar a todos sobre a grandeza do evangelho da água e do Espírito. Ao crer no evangelho da água e do Espírito, em outras palavras, eu pude fazer a vontade de Deus Pai e ter coragem para me apresentar diante dEle. Desde desse dia, a Palavra de Deus tem me mantido assim, para que eu continue a viver em Jesus Cristo. Se eu não tivesse tido essa fé no evangelho da água e do Espírito, minha alma ainda estaria destinada ao inferno.

Amados irmãos em Cristo, se a Palavra de Deus não existe em seus corações, no que vocês crêem então? Isto significa que vocês só crêem nas suas próprias emoções. Seus olhos carnais não podem ver a Deus, a quem vocês afirmam crer. Então baseado em que vocês crêem em Deus?

Vocês não têm outra escolha a não ser apoiar sua fé nas suas experiências de oração, no fato de suas orações serem respondidas ou não, mas e se Deus não estiver satisfeito com suas orações e não responder a vocês? A fim de não nos desviarmos do caminho, Deus algumas vezes não nos responde naquilo que pedimos a Ele; como vocês então poderiam crer nEle? Como vocês poderiam crer em Deus e segui-Lo pela fé?

Se lançarmos nosso alicerce sobre as nossas emoções ou devoção, nós acabaremos então sucumbindo diante de nossos atos devocionais porque não poderemos sustentá-los, e como consequência cairemos na descrença e perderemos nossa fé em Deus. É por isso que Deus providenciou para nós Sua Palavra escrita. Ao nos dar a Palavra de Deus, Ele nos deu condições de encontrá-Lo no evangelho da água e do Espírito que se encontra nesta mesma Palavra de Deus; a termos esperança crendo na Sua promessa; e a fazermos a vontade de Deus até o fim.

Devemos nos apegar à Palavra de Deus e crer nela. Somente então poderemos de fato nos tornar o povo da fé que verdadeiramente crê na Sua Palavra e tem fé mesmo que seja do tamanho de um grão de mostarda; e assim como nosso Senhor disse que nós poderíamos fazer com que uma montanha se lançasse no mar se tivéssemos a fé do tamanho de um grão de mostarda, todos nós podemos nos tornar o povo da fé que poderá ganhar o mundo inteiro para Cristo. Por esse motivo, você e eu devemos nos apegar à Palavra de Deus com firmeza, e todos nós devemos crer na Sua Palavra exatamente como ela é. Assim, nos tornaremos aqueles que fazem a vontade do Pai, e como resultado disso, entraremos no Céu.

Jesus Cristo nos advertiu para darmos frutos da verdadeira fé. E assim como apenas uma árvore viva e saudável por dar frutos, somente aqueles que têm a vida eterna por crer na Palavra de Deus e que têm um relacionamento correto com Deus podem dar frutos da árvore da fé. São esses que crêem na Palavra de Deus que vivem pela fé em Deus; são eles que podem fazer a obra de Deus; são eles que podem fazer as boas obras; e são eles que independentemente de suas incapacidades, podem seguir a Deus crendo nesse evangelho.

Se nós não tivermos essa fé que crê na Palavra de Deus, não poderemos então obedecer a Sua vontade. Tudo isto é totalmente possível a nós independentemente de quais sejam as circunstâncias, se nós apenas nos apegarmos à Palavra de Deus. Se você não tem uma fé tão grande, se agarre então nem que seja nas bordas da Palavra de Deus, como aquela mulher que sofria de hemorragia por doze anos se agarrou nas vestes de Jesus. Se a fé de alguém é pequena como um grão de mostarda mas apegada à Palavra de Deus, ele então é um homem de fé. E com isso, ele está de fato fazendo a vontade do Pai. Todos nós devemos nos tornar essas pessoas de fé que crêem na Palavra de Deus, e não incrédulos.



O Mais Importante para Nós é Crer no Evangelho da Água e do Espírito

Quem crê em Deus realmente e está firme na rocha da fé? São aqueles que crêem nesta Palavra de Deus que foi escrita. E quem é incapaz de fazer isso? Aqueles que não crêem nesta Palavra que foi escrita, e que portanto, escutam ao diabo ao invés disso. Como resultado, tais pessoas ficam escravizadas como os próprios servos do diabo.

Se referindo àqueles que crêem na Sua Palavra, Jesus disse: “Portanto todo aquele que ouve estas minhas palavras e as pratica, será semelhante ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. Desceu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa; contudo, ela não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.”

Antigamente, quando as pessoas construiam uma casa, elas colocavam grandes pedras nos quatro cantos como pedras de esquina. Essas pedras eram enterradas no solo pela metade, e a outra metade erguia-se acima do solo. Sobre essas pedras, grandes troncos de árvores eram levantados como colunas, tendo vigas conectadas a eles, e era sobre essa estrutura básica que uma casa podia ser construída de uma forma inabalável.

O que, então, é a fé inabalável? A rocha aqui diz respeito à fé de alguém na Palavra de Deus. Jesus disse que aquele que ouve e faz a vontade do Pai é semelhante ao homem sábio que construiu sua casa sobre a rocha, porque ele alicerçou sua fé na rocha da Palavra de Deus. A fé verdadeira é crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus.

Nós somos propensos a lançar o fundamento da nossa fé sobre nossas experiências. Por exemplo, a maioria dos cristãos ficam entusiasmados com o Testemunho daqueles que tiveram visões ou tiveram suas orações atendidas. E eles ficam ansiosos para experimentar algo místico também. Foi assim que o misticismo cristão começou a prevalecer no cristianismo hoje em dia. Mas você deve saber que a fé baseada nessas experiências místicas duram somente até a próxima experiência, e que não devemos acreditar em tudo que nossos olhos vêm. Por quê? Porque essas coisas não são eternas, porque duram apenas um pequeno espaço de tempo desaparecendo no fim, e porque crendo no que não é perfeito não podemos alcançar a verdadeira fé.

Fé em Deus significa crer na absoluta e eternamente imutável Palavra da verdade, e crer nesta Palavra de Deus é o que significa ter a verdadeira fé espiritual. Aqueles que são salvos por crerem no evangelho de Deus, o evangelho da água e do Espírito, e assim fazem a vontade do Pai, são os mesmos que possuem essa fé verdadeira. Nós podemos conhecer e crer em Deus corretamente quando cremos no evangelho da água e do Espírito.

O evangelho da água e do Espírito que nosso Senhor nos deu nunca muda. Crer no que nosso Senhor disse não é nada mais do que ter a própria fé que crê neste verdadeiro evangelho. Esta é a fé que Deus aprova. E quando cremos nesta Palavra, não importa o quanto nossas emoções, circunstâncias, ou qualquer outra coisa tente nos abalar, nossa fé que está firme na Palavra de Deus nunca pode ser abalada, porque o próprio fundamento da nossa fé nunca se abala. É assim que você e eu devemos crer na Palavra de Deus. Irmãos, vocês realmente acreditam na Palavra de Deus? Vocês querem de fato se apegar à Palavra de Deus? A minha mais sincera oração é que vocês se apeguem de verdade à Palavra de Deus para o resto de sua vida.

Todos aqueles que fazem a vontade de Deus crêem no Seu evangelho da água e do Espírito. As pessoas de fé, como o Apóstolo Paulo, João e Pedro, a quem estamos muito familiarizados, sempre fizeram inúmeras referências à Palavra de Deus no Antigo Testamento. E eles foram homens que creram firmemente no Salvador manifestado no Antigo Testamento e esperaram por Ele. No seu tempo, não havia o Novo Testamento. Mas como eles criam na Palavra escrita no Antigo Testamento e em Jesus Cristo que veio pela água e pelo Espírito (1 João 5:6), o Espírito Santo passou a habitar neles e operou em suas vidas, e desde o dia em que eles encontraram Jesus, eles puderam então seguir o Senhor.

Nós devemos crer realmente na imutável Palavra de Deus que foi escrita. Fazendo isso, todos nós nos tornaremos o povo de Deus que diante dEle nunca é abalado. E fazendo isso também, devemos obedecer a vontade de Deus, ter um tipo de vida que agrade a Ele, e sermos aqueles que dão bons frutos espirituais. Aqueles que crêem na Palavra de Deus não se abalam mesmo quando vêm as águas e o vento sopra.

Mas aqueles que não crêem nesta Palavra de Deus, a Palavra do evangelho da água e do Espírito, serão todos levados quando vierem as águas e o vento soprar, e grande será sua queda. E a razão de tudo isso é porque sua fé em Deus está alicerçada nos seus próprios pensamentos. Na Bíblia, areia e terra simbolizam os pensamentos criados pelos homens. Por exemplo, o Gênesis nos diz que quando aquele povo da antiguidade construiu a Torre de Babel, eles usaram tijolos e betume para construi-la. Do que os tijolos são feitos? Eles são feitos da areia e da terra desse planeta. O que a Palavra de Deus nos diz aqui é que eles construiram a Torre com seus próprios pensamentos.

No mundo de hoje também, existem aqueles que constroem suas casas da fé com esses tijolos feitos de areia e cimento, só para desafiar a Deus, quando na verdade eles deveriam construir sua casas da fé como uma habitação apropriada crendo de pura consciência na Palavra dada por Deus. Por crerem com pensamentos impuros feitos por homens, e crerem na própria sabedoria humana, nas suas habilidades, no seu próprio poder – estes estão construindo nada mais do que uma casa na areia. Mas crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus, é crer na fé que é como uma rocha.

Para que nossa fé seja sólida como uma rocha, devemos retornar ao tipo de fé que crê em cada passagem que foi escrita nas Escrituras. Quando fizermos isso, nossa fé será fortalecida. Mas se não fizermos isso, e ao contrário crermos em nossos próprios pensamentos e nas circunstâncias, nós cairemos então, e será uma grande queda, assim como Jesus mesmo nos disse. Crer com nossos próprios pensamentos, em outras palavras, significa apenas que nossa fé irá desfalecer mais cedo ou mais tarde. Agora e vocês? Vocês realmente crêem na Palavra de Deus? Se crêem, todos vocês então são pessoas de fé, assim como Abraão.

Deus ordenou a Abraão que deixasse sua terra, sua família e a casa de seu pai, e fosse para uma terra que Ele lhe mostraria. Deus apareceu então a Abraão como uma visão? Não. Foi através da Sua Palavra que Deus falou a Abraão. Abraão, por sua vez, se apegou ao que Deus havia dito a ele e foi para o lugar aonde Deus o direcionou. Sem a Palavra de Deus, Abraão sempre se sentia perdido. Então ele muitas vezes construia um altar, oferecendo sacrifícios queimados a Deus e orando ali.

Numa dessas ocasiões quando Abraão construiu um altar e oferecia seu sacríficio de fé a Deus, Deus apareceu a ele novamente, e assim como antes, Ele não apareceu como um espírito. Não seria de fato muito fácil crer em Deus se Ele aparecesse a nós como um espírito assim como Ele apareceu para Hamlet? Todos então poderiam conhecer a Deus e crer nEle facilmente. Mas nós achamos difícil acreditar em Deus com convicção porque Ele não aparece com Sua aparência verdadeira, e porque nós apenas podemos ouvi-Lo falando aos nossos corações através da Sua Palavra.

Para nós crer na Palavra de Deus nada mais é do que fé. Se alguém tem fé no evangelho da água e do Espírito, ele então é um homem de grande fé. Eu mesmo, que creio na Palavra de Deus, sou um homem de grande fé, e cada um de vocês também é – todos nós somos pessoas de fé que podem transformar o mundo inteiro. E assim como Abraão foi abençoado por Deus, você e eu podemos receber também as mesmas bênçãos que ele recebeu.

Entretanto, se nós não crermos nessa Palavra, então nossa fé é igual a de Ló. Aqueles que, apesar de terem sido salvos de todos os seus pecados por crer no evangelho da água e do Espírito, ainda seguem o que as circunstâncias lhes impõem não são pessoas de fé. Enquanto Abraão sabiamente seguia a Palavra de Deus, Ló seguia o que as circunstâncias o levavam a fazer.

Mas ele aos poucos começou a pensar que se ele continuasse a morar com seu tio, ele acabaria perdendo muito do seu gado. Além disso, enquanto o tio de Ló o havia ajudado muito antes, a ajuda de Abraão agora parecia incômoda para ele. Então Ló começou a procurar uma desculpa para deixar seu tio, e assim como ele esperava, um dia essa desculpa apareceu: houve uma contenda entre os pastores do gado de Abraão e os pastores do gado de Ló, pois os seus bens eram muitos de maneira que não podiam mais habitar juntos.

Então Abraão pensou: “eu vejo que Ló agora acredita nas suas próprias condições. Quando ele deixou Ur dos Caldeus, nossa terra natal, ele confiava em mim, e ele me seguiu confiando no Deus que eu cria, mas agora que ele ficou rico, ele está fazendo tudo que ele quer por conta própria.” Abraão disse então a Ló: “se você quiser, fique à vontade para me deixar. Se você escolher a direita, então eu irei para a esquerda; ou, se você escolher a esquerda, eu então irei para a direita. Escolha o que você quiser; aqui ou ali?” Ló escolheu então a campina do Jordão.

O lugar que Ló escolheu era a própria terra de Sodoma e Gomorra que no devido tempo enfrentaria a condenação pelo fogo e seria destruída. Mas antes dessa destruição acontecer, aquela era uma terra extremamente fértil, como o Jardim do Éden. Parecia ser o lugar ideal para se criar gado. Abraão disse a Ló então: “já que você escolheu aquela terra, eu vou ficar com a outra.” Então Abraão escolheu a outra que Ló não quis, indo para as regiões montanhosas ao invés de ir para a fértil campina do Jordão. Por quê? Porque Abraão sabia que o coração de Ló estava enganado.

Deus apareceu então a Abraão e disse a ele: “levanta agora os teus olhos, e olha desde o lugar onde estás, para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente. De toda esta terra que vês, hei de dar a ti, e à tua descendência, para sempre” (Gênesis 13:14-15). Deus abençou muito a Abraão assim como Ele havia prometido, dando a ele a Terra Prometida.

Abraão, o pai da nação hebraica, foi realmente mais do que um nômade errante que deixou Ur dos Caldeus e foi para a terra de Canaã. A palavra “hebreu” significa “o homem que, literalmente, passou adiante do Eufrates.” A razão pela qual Abraão, um estranho na terra de Canaã que foi desprezado e ameaçado, pôde se tornar um homem de fé foi porque ele creu em Deus.

Você e eu também somos pessoas de fé, porque cremos na Palavra que foi escrita. Essa palavra de Deus que foi escrita alguma vez já derreteu e mudou porque era verão? Ela alguma vez congelou e se quebrou porque era inverno? Os céus e a terra podem mudar, mas esta Palavra nunca muda, e nem um jota nem um til passará até que ela seja totalmente cumprida.

Mateus 7:22 diz: “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitos milagres?” Isso é o que muitos incrédulos, aqueles que não crêem na Palavra de Deus, irão dizer. Como pode tantos cristãos estarem vivendo suas vidas religiosas sem crer na Palavra de Deus? Naquele dia, muitos deles irão dizer: “Senhor, Senhor,” mas eles não creram realmente em Deus, mas nas próprias circunstâncias assim como Ló.

Muitos cristãos não acreditam realmente no evangelho da água e do Espírito, a Palavra de Deus, mas acreditam em vão nos seus próprios pensamentos. Muitos deles acreditam nos seus próprios pensamentos, em falsos sinais, e no poder dos demônios. Eles são os chamados “cristãos cegos” desse mundo que crêem não baseados na Palavra de Deus, mas em falsos ensinamentos e no poder dos demônios. Dentre aqueles que não nasceram de novo, inúmeras pessoas estão possuídas por demônios, e muito insistentemente, confessam crer em Jesus baseadas nos poderes demoníacos que receberam. Isso tudo parece muito improvável para você? Bem, mas não é exatamente isso que diz a passagem que acabamos de ver agora? Na verdade, é isso que diz o versículo 22 acima: “nós não profetizamos em Teu nome, expulsamos demônios em Teu nome, e não fizemos muitas maravilhas em Teu nome?”

Os possuídos por demônios são bons em reconhecer demônios e até mesmo em expulsá-los. Eles também são bons em profetizar. Alguns videntes não parecem ter uma fantástica habilidade de prever o futuro algumas vezes? Aqueles que profetizam no nome do Senhor, que expulsam demônios em Seu nome, e fazem muitas maravilhas em Seu nome são esses mesmos feiticeiros possuídos por demônios. Há muitos lugares onde tais pessoas, possuídas por demônios, proferem todo tipo de absurdos incompreensíveis, incoerentes e completamente distorcidos.

Vocês já devem ter ouvido falar no grupo histérico chamado “Comunhão da Videira.” Eles insistem que quando o Espírito Santo vem sobre eles, eles são levados a rir de modo incontrolável, fazendo som de animais como ovelhas, cavalos, e até mesmo rugem como leões, experimentando o que eles chamam de “embriaguez espiritual,” onde eles perdem o senso de equilíbrio, e o resultado disso contribue para que haja um riso histérico.

Todos que vão as suas reuniões devem estar possuídos por demônios, porque de outra forma não conseguiria ficar no meio daquele grupo por muito tempo. Aqueles que não nasceram de novo não vêem graça alguma em crer em Jesus a não ser que estejam possuídos por demônios. Sua vida religiosa, em outras palavras, não tem graça nenhuma para eles a não ser que eles sejam fisicamente possuídos por demônios.

Antes de vocês nascerem de novo, alguns de vocês, então cristãos pecadores, alguma vez falaram em línguas? Porque para muitos cristãos mal orientados, a menos que eles falem em línguas, algo não está certo com eles, como se um certo entusiasmo estivesse faltando neles. Eles então ficam repetindo todo tipo de absurdos, palavras completamente incoerentes e sem sentido muitas e muitas vezes, e eles acham que é isso que significa falar em línguas.

Mas na verdade, isso significa apenas que espíritos malígnos entraram neles, levando-os a continuar repetindo palavras totalmente incompreensíveis que não têm sentido algum. Em outras palavras, eles se sentem bem porque estão embriagados com o poder dos demônios. Aqueles que afirmam que seu corpo pode levitar independentemente da sua vontade por causa de algum poder desconhecido, que seus joelhos flutuam acima do chão pelo menos 30 centímetros quando eles se ajoelham; aqueles que afirmam não ter medo de nada quando se enfiam nos montes mais remotos para orar; aqueles que dizem que um poder sobrenatural emana deles; aqueles que dizem que querem pegar alguém, qualquer um, para somente orar de mãos dadas com eles – essas pessoas estão todas possuídas por demônios. Quando tais pessoas vêem outras pessoas possuídas por demônios, eles dizem: “Para trás de mim, Satanás! Sai em nome de Jesus!” Eles dizem isso porque pensam que é assim que se expulsa demônios, mas na verdade a única razão pela qual qualquer demônio é expulso é porque ele é mais fraco do que o endemoninhado que o está exorcizando.

Assim, todos aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito praticam a injustiça. É por isso que o homem deve se apegar à Palavra de Deus. Devemos nos apegar à Palavra de Deus todos dos dias. Devemos nos apegar a ela até o dia que o Senhor voltar. Em todo o tempo, devemos sempre nos apegar à Palavra que nos trouxe a salvação. Essa Palavra tem o mesmo poder agora do que antes, porque ela é a viva e poderosa Palavra de Deus. O poder, a verdade, a força, o amor, e a salvação que estão contidas nesta Palavra estarão sempre lá.

Esta Palavra portanto transforma nossos corações. E nos dá forças e nos mantém firmes na fé. Dessa forma, é crendo na Palavra e se apegando a ela que conseguimos ter a verdadeira fé, e é por ter essa fé que nós podemos mover até mesmo montanhas, assim como nosso Senhor nos disse, que somos capazes de fazer a vontade de Deus nosso Senhor e segui-lo até o fim. E como resultado de tudo isso nos tornamos servos da justiça de Deus, os obreiros do Seu Reino.

Considerando isso, é absolutamente indispensável que nós todos tenhamos essa fé que crê na Palavra de Deus vinda do evangelho da água e do Espírito. Se vocês crerem na Palavra de Deus e se apegarem a ela, todos vocês se tornarão Seus próprios filhos. Vocês serão então aqueles que podem fazer a vontade do Pai. Se vocês realmente crêem na Palavra de Deus, todos vocês devem saber então que o evangelho da água e do Espírito abrange exaustivamente toda a Bíblia.

Mas mesmo que você já tenha recebido a remissão dos seus pecados por crer nesse evangelho, continue se apegando à Palavra de Deus, porque se você não fizer isso, você vai acabar desviando da sua fé qualquer hora dessas. A menos que nos apeguemos à Palavra de Deus, estaremos propensos a confiar nos nossos próprios pensamentos imperfeitos, e então será impossível para nós ficar sempre firmes na presença de Deus. Mas ao ouvir e crer na Palavra de Deus através da Sua igreja, poderemos sempre ganhar novas forças, receber a Palavra de Deus em todo o tempo, e sempre seguir o Senhor com fé.

Creiam agora que todos vocês podem fazer a vontade de Deus Pai crendo no poder do evangelho da água e do  Espírito!

 

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.