Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

Através de um Homem


< Romanos 5:14 >

“Entretanto, reinou a morte desde Adão até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão, o qual prefigurava aquele que havia de vir.”



Os pecadores devem, antes de tudo, ter o conhecimento do pecado


Hoje, eu quero falar sobre a origem do pecado. Não pense dessa forma: “Você fala das mesmas coisas todos os dias. Me fale sobre outras coisas.” Eu quero que você ouça cuidadosamente. O evangelho é a coisa mais preciosa. Se um santo, cujos pecados foram destruídos, não ouve repetidamente o evangelho para se lembrar dele todos os dias, ele irá morrer. Como ele pode viver sem ouvir o evangelho da água e do Espírito? A única forma que podemos viver é ouvindo o evangelho. Vamos abrir a Bíblia e compartilhar os verdadeiros significados das coisas nela.

Eu pensei, “O que é mais necessário para os pecadores cujos pecados ainda não foram perdoados?” Então eu vim a saber que eles precisam ter o conhecimento correto do pecado segundo a palavra de Deus, porque eles só podem receber o perdão quando eles conhecem sobre o pecado. Eu creio que os pecadores precisam conhecer mais sobre o pecado.

Um ser humano peca muitas vezes desde o seu nascimento, não importando se quer ou não fazer isso. Ele não pensa profundamente sobre o pecado que habita nele apesar de ele ser um pecador perante Deus, pois ele peca muitas vezes durante o seu crescimento. Pecar é tão natural quando uma árvore de maçã que cresce, floresce e dá maçãs com o passar do tempo. Contudo, nós devemos saber que o salário do pecado é a morte segundo a lei de Deus.

Se alguém pensa e realmente conhece os resultados do pecado, pode ser liberto dele e do julgamento de Deus, e receber todas as Suas bênçãos espirituais. Então, o que é mais importante para um pecador é saber sobre o pecado e seu resultado, e aprender a verdadeira remissão dos pecados, que Deus deu.



Como o pecado entrou no mundo?


Por que o ser humano peca? Por que eu peco? A Bíblia fala sobre isso em Romanos 5:12, “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.” O que entrou no mundo através do pecado? A morte. As pessoas tendem a pensar que a morte significa apenas a da carne. Contudo, a morte aqui significa a separação espiritual de Deus. Também implica em inferno e julgamento de Deus, juntamente com a morte da carne. Romanos 5:12 nos mostra como os seres humanos se tornaram pecadores.

A Bíblia diz, “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.” A palavra de Deus é a verdade. Através de um homem, o pecado entrou no mundo, e a morte veio através do pecado.

Nós nascemos como descendentes de Adão. Então nós temos ou não pecados como descendentes de Adão? -Sim, nós temos pecados.- Nós nascemos pecadores? -Sim, porque nós somos os descendentes de Adão, que é o nosso ancestral.-

Adão iniciou toda a humanidade, contudo, Adão e Eva pecaram contra a palavra de Deus através da enganação de Satanás, quando estavam no Jardim do Éden. Deus falou para eles não comerem do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, pelo contrário, eles teriam a vida eterna comendo o fruto da árvore da vida.

Mas eles foram enganados por Satanás e abandonaram a palavra de Deus, que é a palavra da vida eterna. Após Adão e Eva pecarem, Adão se deitou com Eva e todos os seres humanos nasceram por meio deles. Nós somos seus descendentes. Nós não só herdamos a sua aparência externa, mas também a sua natureza pecaminosa.

Dessa forma, a Bíblia diz que um ser humano é uma semente de pecado. Todas as pessoas do mundo herdaram o pecado de Adão e Eva. A Bíblia diz, “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.” Então todos os seres humanos nascem pecadores.

Contudo, as pessoas não sabem que nascem pecadoras. Elas não tem o conhecimento do pecado apesar de nascerem pecadoras. Uma árvore começa a florescer através da sua semente e traz frutos, mas as pessoas pensam que é estranho para elas pecarem, porque não sabem que são nascidas como sementes de pecado. É a mesma coisa que uma macieira pensar, ‘É estranho. Porque eu tenho que dar maçãs?’

Portanto, é natural para o ser humano pecar. O pensamento, que o ser humano pode evitar o pecado, é completamente falso. É natural para o ser humano, que herdou o pecado, cometer pecados por toda a sua vida e colher os frutos do pecado, mas ele não pensa profundamente sobre ser um pecador. O que Deus diz? “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.”

Nós pecamos por toda a nossa vida porque nós nascemos como pecadores. Assim, nós merecemos ser julgados por Deus. Você pode pensar, ‘Não é injusto que Deus nos julgue quando nós não temos escolha senão pecar?’ Todavia, após receber a remissão dos pecados, você saberá que Deus planejou fazer tudo dessa forma para nos tornar Seus filhos.



Nós todos somos descendentes de um homem, Adão


Então, como os seres humanos, que são descendentes de um homem, Adão, têm diferentes cores de pele? Suas sementes são diferentes? Porque existem pessoas brancas, amarelas e negras? Algumas pessoas pensam que quando Deus criou o homem do pó do chão e o queimou, Deus criou um homem branco ao tirá-lo rapidamente do forno, um homem amarelo ao tirá-lo logo em seguida, e um homem negro ao tirá-lo um tempo depois.

Você também deve imaginar porque existem os brancos, amarelos e negros, apesar de todos os seres humanos se originarem de um mesmo homem. A Bíblia afirma claramente que Deus criou Adão no início, quando Ele criou os Céus e a terra. “Adão” significa homem. Deus criou um homem. Porque existem diferentes raças no mundo se Deus criou um homem, Adão, e todas as pessoas do mundo descendem dele? Nós podemos perguntar o porquê, então aqui está a resposta.

Os cientistas dizem que um pigmento na pele chamado melanina emerge da pele para protegê-la das queimaduras do sol. Quando a terra se move ao redor do sol, aqueles que vivem em áreas com muita luz do sol se tornam negros, aqueles que vivem em áreas com pouco sol se tornam brancos, e aqueles que vivem em áreas com uma luz do sol adequada se tornam amarelos. Contudo, nosso ancestral continua sendo um só homem, Adão.

Os cientistas anunciaram que a melanina automaticamente surge da pele e a protege das queimaduras de so1. Então, eu vim a entender isso. Eu sabia que os seres humanos eram descendentes de Adão, mas eu não sabia sobre a melanina. Nós não herdamos só a carne, mas também o pecado, porque nós somos descendentes de um só homem, Adão.

Você conhece o pecado? Vamos investigar se os seres humanos são pecadores ou não desde que nascem neste mundo. “Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons” (Mateus 7:17-18). Deus diz que os falsos profetas só dão frutos falsos e nunca podem dar bons frutos. Nós originalmente somos árvores más, porque nós nascemos em pecado, então nós não podemos evitar de dar frutos maus.

Nós herdamos os pecados através de um homem. Somos árvores más se comparados a árvores. Um ser humano, que nasceu como pecador, não pode evitar o pecado, mesmo se ele deseja viver uma boa vida e tenta não pecar, assim como uma árvore ruim não pode dar bons frutos. Você entende? Os seres humanos realmente querem viver vidas gentis, humildes e virtuosas. Contudo, uma pessoa que não tem a remissão de pecados e que não nasceu de novo não pode viver uma vida justa, ela não pode ser boa, mesmo com infinitos esforços. Alguns alcoólatras tentam não beber tanto, mas no fim, eles sofrem de alcoolismo e seus familiares os abandonam em hospitais.

Certo dia, eu assisti um programa de TV chamado, “Eu quero saber.” Um homem foi confinado em um hospital psiquiátrico por 13 anos. Quando um repórter o perguntou sobre sua família, ele disse que eles não tinham ido buscá-lo, apesar de ele ter sido completamente recuperado do alcoolismo e do seu médico assegurar a sua recuperação. Ele veio saber pelo repórter que sua família tentou evitar que ele saísse do hospital pagando um suborno para o seu médico. Ele estava indignado. Sua família o abandonou porque se cansaram dele. O repórter disse que os pacientes no hospital não podiam evitar a bebida e bebiam tanto algumas vezes que ninguém conseguia lidar com eles.

Porque um homem não pode controlar a bebida? Ele sabe que não é bom para a sua saúde e tenta parar; mas repentinamente volta a beber. A razão para isso é que ele já é um alcoólatra, mas a causa original disso é que a sua mente está sempre vazia. Ele bebe porque sente um vazio em seu coração. A pessoa sempre sofre e é incapaz de ser boa, porque tem pecados. Então, ela se torna pessimista e bebe novamente. Ela pode pensar, ‘Eu não sei porque estou fazendo isso. Eu não deveria fazer isso.’ E quanto mais ela se sente enganada, mais pesadamente ela bebe no seu auto-abandono.

Uma pessoa não pode parar de beber, não importa o quanto ela tente. Então, ela se sente desiludida e bebe cada vez mais, e então é abandonada em hospitais confinados. O discurso e o comportamento do ser humanos são meras expressões da sua natureza intrínseca. Um ser humano nasce pecador e, portanto, não pode evitar o pecado, não obstante a sua vontade, por toda a sua vida, assim como as macieiras nascem, florescem, e dão maçãs, porque elas herdaram um gene da maçã. As pessoas querem ser boas, mas aquelas que não têm a remissão dos pecados não podem ser. Elas pensam que seus pecados não são graves, então os escondem, e isso só se torna sério quando seus pecados são revelados.

É natural, instintivo e próprio de um pecador pecar, porque ele nasceu como uma massa de pecado e os herdou por natureza. É absolutamente natural para um ser humano pecar, porque ele nasce com a genética do pecado, assim como é natural para uma pimenteira dar pimentas vermelhas ou uma laranjeira dar laranjas. Um ser humano não pode evitar o pecado, porque ele nasceu pecador. Como um ser humano pode viver sem pecar quando ele nasce com pecados?



O homem nasce com doze tipos de pensamentos maus


Jesus disse em Marcos capítulo 7 que o ser humano nasce com 12 tipos de maldade, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba e a loucura. Nós nascemos com um desejo de roubar. O pensamento de ladrão também está incluído na herança do pecado. Você rouba? Todos roubam. Se alguém não rouba, é porque existem pessoas olhando. Contudo, quando ninguém está olhando e há um objeto tentador por perto, o pecado do furto vem e faz a pessoa cometer um pecado levando o objeto.

Os seres humanos criaram a ética e regras que deveriam ser cumpridas. Os seres humanos criaram as suas próprias leis que indicam que não é certo prejudicar os outros. As regras são necessárias quando muitas pessoas vivem juntas em sociedade. Nós devemos viver segundo as nossas normas sociais. Contudo, nós furtamos quando estamos sozinhos, escapando dos olhares dos outros.

Não há ninguém que não furte. Todos furtam. Há muito tempo atrás, eu perguntei para a congregação em um encontro de avivamento para levantarem as mãos se eles nunca tivessem pecado em suas vidas. Uma senhora levantou a mão e disse, “Eu nunca furtei nada”. Então eu perguntei se ela nunca tinha pego nada no seu caminho para a casa. Então ela ficou nervosa com a pergunta inesperada e replicou, dizendo, “Certa vez eu vi uma abóbora nova no caminho para casa. Eu imaginei que ela estivesse deliciosa, então eu olhei ao redor e percebi que não havia ninguém ali. Eu peguei a abóbora, a escondi na minha saia de baixo, coloquei em um pote com pasta de feijão e comi”. Ela não sabia que havia cometido o pecado de furto.

Contudo, Deus diz que é um pecado pegar as coisas dos outros sem permissão. Deus mandou, “Não furtarás” na Lei de Moisés. Todos têm uma experiência de roubar algo. Um ser humano é bom em matar e roubar sempre que tem uma chance. Eles furtam coelhos e galinhas das casas das outras pessoas. É triste ser um ladrão. A pessoa nem mesmo tem a consciência do pecado, apesar de furtar e matar. É natural para ela fazer isso porque herdou o pecado desde o nascimento.



O ser humano herdou o pecado


O ser humano também herdou o pecado de adultério dos seus pais. As pessoas nascem com o desejo de cometer adultério. Elas sentem o desejo de cometer o adultério quando não há ninguém por perto. As pessoas gostam de lugares escuros como cafés e bares. Tais lugares são muito populares para os pecadores. Por que? Porque são bons lugares para mostrar o pecado.

Até mesmo cavalheiros gostam de tais lugares. Eles são bons pais em casa e homens de padrões sociais elevados, mas vão para lugares escuros que estão cheios de pecado. Vão para os lugares onde podem mostrar a sua natureza pecaminosa e dão frutos maus. Eles se encontram nestes lugares e rapidamente parecem ser velhos amigos após beberem um copo de álcool. Se tornam íntimos assim que se encontram, pois eles têm os mesmos atributos pecaminosos. “Você também tem isso? Eu tenho isso.” “Eu também. Você é meu amigo.” “Quantos anos você tem?” “A idade não importa.” “Prazer em conhecê-lo.”

Os homens mostram as suas heranças pecaminosas uns para os outros sempre que encontram outros pecadores, porque eles nasceram com os atributos pecaminosos do mundo. É natural para eles pecar. Por que? Porque eles têm pecado em seus corações e foram criados para ser assim por natureza. Para eles o anormal é não pecar. Contudo, eles se abstêm de viver vidas pecaminosas quando vivem em uma sociedade, porque cada sociedade possui suas próprias regras sociais. Então, eles bancam os hipócritas e assumem uma outra aparência, agindo segundo as normas sociais estabelecidas nas suas sociedades. As pessoas vivem dessa forma e consideram aquelas que não vivem assim loucas e más. Um ser humano inevitavelmente nasce pecador, como a Bíblia diz, “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo” (Romanos 5:12).

Está certo. Um homem pode dizer, “Eu não sou promíscuo. Eu sou indiferente para uma mulher que veste uma minissaia.” Ele realmente é indiferente? Ele pode fingir ser indiferente quando existem muitas pessoas ao seu redor, mas não pode evitar o pecado da promiscuidade quando não há ninguém por perto.


Uma árvore má dá maus frutos assim como uma árvore boa não pode dar frutos maus, e vice-versa. O ser humano deve saber que é pecador. Se a pessoa conhece os próprios pecados, ela pode ser salva deles através de Jesus. Contudo, a pessoa será julgada por Deus e irá para o inferno se fingir não pecar e tentar esconder os seus pecados, sem tomar conhecimento deles. Os seres humanos nascem pecadores. Portanto, são árvores corrompidas que dão frutos maus desde o seu nascimento.

Assim, aqueles que desenvolvem as suas próprias naturezas pecaminosas desde a sua infância são bons em pecar durante toda a sua vida. Aqueles que demoram mais em desenvolver a sua natureza pecaminosa começam a colher os frutos maus nos últimos anos de vida. Havia uma pastora em Taegu City, na Coréia. Quando ela se converteu ao Cristianismo na sua juventude, decidiu permanecer solteira pelo resto da sua vida, a fim de servir ao Senhor como uma pastora. Contudo, ela quebrou sua promessa e se casou com um viúvo após os 60 anos de idade. Ela desenvolveu a sua natureza pecaminosa muito tarde. Ela desenvolveu a hereditariedade do adultério muito tarde.

A maioria das pessoas desenvolve as suas naturezas pecaminosas desde a infância. Atualmente, as pessoas jovens tendem a desenvolver a sua natureza pecaminosa desde a sua infância. Eles sentem uma lacuna de gerações entre eles e as gerações mais antigas. Eles costumam dizer que são a geração X. Nós aprendemos da palavra de Deus que nós somos nascidos pecadores e não podemos evitar o pecado durante toda a nossa vida. Você tem admitido isso?



A lei da lepra


Em segundo lugar, Deus diz, “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.”(Romanos 5:12). O pecado faz com que o ser humano seja julgado por Deus. Então um pecador deve conhecer a si mesmo e ter a remissão dos pecados. Como ele pode se conhecer? Como todos os seus pecados podem ser perdoados por Deus?

Deus ensinou a Moisés e Arão como examinar a lepra em Levítico capítulo 13. Na época do Antigo Testamento, havia muitos leprosos. Eu não sei muito sobre a lepra, mas vi muitos leprosos quando eu era mais jovem. Um dos meus amigos também foi afetado pela lepra.

Deus falou para Moisés e Arão examinarem a lepra e isolar os leprosos do campo de Israel. Deus os ensinou a examinar os leprosos. “O homem que tiver na sua pele inchação, ou pústula, ou mancha lustrosa, e isto nela se tornar como praga de lepra, será levado a Arão, o sacerdote, ou a um de seus filhos, sacerdotes”(Levítico 13:2). Quando o sacerdote percebia que a pessoa tinha uma doença de pele após o examinar, ele a isolava por sete dias. Então, o sacerdote examinava novamente a pele após sete dias. Quando a praga não se espalhava pela pele, o sacerdote o anunciava como limpo, dizendo, “Você está limpo. Você pode viver neste campo.”

Se a inchação na pele fosse branca, e tornasse o pelo branco, e houvesse carne viva na inchação, era lepra, então o sacerdote o pronunciaria como impuro. Levítico 13:9-11 afirma, “Quando no homem houver praga de lepra, será levado ao sacerdote. E o sacerdote o examinará; se há inchação branca na pele, a qual tornou o pêlo branco, e houver carne viva na inchação, é lepra inveterada na pele; portanto, o sacerdote o declarará imundo; não o encerrará, porque é imundo.” O sacerdote o isolava do campo de Israel.

Acontece o mesmo em nosso país. Existem vilas isoladas de leprosos na Coréia, como Flower Village e Sorok Island. Há muito tempo atrás, dirigindo o meu carro a caminho de casa, minha esposa falou para procurar a ‘Flower Village’ quando ela viu uma placa indicando o local na rodovia. Então eu pensei, ‘Você não sabe o que é a Flower Village’. Eu disse para ela, “Querida, você quer dizer que quer visitar ‘a cidade’? Ela disse, “Sim.” Contudo, ela ficou atônita ao saber que a ‘Flower Village’ era um lugar onde os leprosos viviam e nunca mais me pediu para ir lá novamente. Os leprosos estão isolados da sociedade em vilas.


Aqui, o que nós temos que prestar atenção é que o sacerdote declarava alguém como limpo quando a lepra se espalhava e cobria toda a sua pele. Você acha que isso faz sentido? O sacerdote isolava a pessoa quando a lepra se espalhava um pouco, e o sacerdote falava que podia viver no campo de Israel quando a praga da lepra se espalhava por toda a sua pele, da cabeça aos pés.

Deus falou para os sacerdotes como classificar a lepra, “Se a lepra se espalhar de todo na pele e cobrir a pele do que tem a lepra, desde a cabeça até aos pés, quanto podem ver os olhos do sacerdote”(Levítico 13:12). Este era o modo como Deus falou para o sacerdote classificar a lepra.



O que a lei da lepra nos fala...


Ela nos fala isso. As pessoas nascem pecadoras com atributos pecaminosos e pecam durante toda a vida, mas algumas pessoas revelam apenas alguns dos seus pecados. Elas pecam com as mãos uma vez e depois com os seus pés, e outra vez com as suas mentes, após um longo intervalo, então não revelam externamente os pecados. Quem iria dizer que é sério quando a lepra se espalha só um pouco de um lado e mais um pouco em outro. Ninguém saberia que era lepra.

O ser humano nasce pecador em razão da herança do pecado. Mas ele não sabe que é pecador até pecar um incontável número de vezes, apesar de Deus o declarar pecador. Ele finalmente vem a saber que é um pecador no mundo.

Contudo, uma pessoa que pensa que é muito virtuosa, permanece bem e os poucos pecados não deixam transparecer que ela é pecadora. Deus disse para o sacerdote declarar a pessoa cuja lepra se espalhasse um pouco como impura e a isolar. Os pecadores são separados de Deus. Você entende? Deus é santo. A pessoa que pensa que tem pecados tão pequenos como um átomo não podem entrar no Reino do Céu.

Quem pode viver no Reino do Céu? Apenas aqueles cujos pecados se espalharam no corpo inteiro e que perceberam que são pecadores inevitáveis poderão entrar no Reino do Céu. Todos os seus pecados são perdoados pela fé em Jesus e eles irão entrar no Reino o Céu para reinar com Deus.

A Bíblia diz que Deus declara a pessoa cujos pecados se espalham um pouco como impuras. Deus chama a pessoa que peca repetidamente, apesar de não ser a sua vontade, e confessa que é uma pecadora. Jesus disse, “pois não vim chamar justos, e sim pecadores ao arrependimento”(Mateus 9:13). Deus chama os pecadores e lava todos os seus pecados. Deus já lavou todos os seus pecados de uma vez por todas. Jesus levou todos os seus pecados por meio do Seu batismo, foi julgado na cruz por eles, e os fez justos através da Sua ressurreição, para levá-los ao Reino do Céu.



Nós devemos nos conhecer


Nós devemos saber se somos pecadores em parte ou completamente pecadores. Deus declara que uma pessoa é limpa quando a lepra se espalha por toda a pele do corpo. Deus fez a lei da lepra dessa forma. Uma pessoa que sabe que é cheia de pecados não pode evitar a crença no evangelho da água e do Espírito e não pode deixar de receber a remissão dos pecados quando Jesus vem até ela, dizendo que Ele levou todos os seus pecados por meio de Seu batismo e morte na cruz. Contudo, um pecador parcial que pensa que não está cheio de pecados ridiculariza o evangelho.

Poderia haver pecados se Jesus já os lavou? Não. Nós podemos receber a remissão dos pecados de uma vez por todas. Dessa forma, um pecador deve se conhecer. Todos os seus pecados podem ser eliminados quando ele se conhece. As pessoas estão aptas a levar apenas os seus pecados menores para Deus. “Senhor, eu pequei. Eu não queria, mas eu fiz isso. Por favor, me perdoe só por isso, e eu não pecarei mais”. Elas só levam os pecados menores para Deus. Então Deus diz, “Você são impuros.”

O ser humano não tem justiça diante de Deus. “Ser ou não ser depende absolutamente de você, Deus. Eu sou um pecador e estou destinado ao inferno. Por favor, faça como te agradar, mas Deus, seja misericordioso comigo e me salve. Por favor, me salve se você é Deus. Então eu crerei em Ti e viverei segundo a Sua vontade.” Deus salva a pessoa que admite que é cheia de pecados.



O ser humano herdou um pecado que tem 12 tipos de pensamentos maus


Vamos ler Marcos 7:20-23. “E dizia: O que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.” De dentro, do coração do ser humano, procedem os maus pensamentos. O ser humano herdou o pecado desde o seu nascimento. Você entende? A pessoa tem pensamentos maus durante toda a sua vida. não há forma de lê ser liberto se todos os seus pecados não forem perdoados de uma vez por todas.

O ser humano nasce com 12 tipos diferentes de pensamentos maus: a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba e a loucura. Dessa forma, ele não pode evitar o pecado durante toda sua vida. Uma pessoa cujos pecados não são perdoados vive no pecado, apesar de não querer viver dessa forma. Todas as coisas do ser humano, como os pensamentos e comportamentos, são pecaminosos diante de Deus.

É hipocrisia para um pecador ser bom. Ele só finge ser virtuoso. Está brincando com Deus. O ser humano que nasce pecador deve se conhecer para ser salvo. Contudo, se uma pessoa não se conhece, ela se sente acabada sempre quando peca e diz, “Ah, porque eu faço estas coisas?” Ela é enganada por ela mesma.


O ser humano tem pensamentos maus. Um homem pode pensar, ‘Por que eu tenho pensamentos maus? Não, eu não deveria ter estes pensamentos. Por que eu penso em coisas impuras? Minha professora me disse para ser bom.’ Ele pensa dessa forma porque não sabe porque faz certas coisas. Fica chateado em furtar e cometer adultério porque ele não sabe que herdou o pecado. A prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba e a loucura fluem dele incessantemente. Então, ele se odeia e se envergonha sem saber o porquê.

Nós somos massas de pecados e damos 12 tipos de frutos maus durante nossa vida toda, porque nascemos pecadores, que herdaram o pecado do ancestral comum, Adão. Abençoados são aqueles que sabem que são pecadores.

O ser humano busca Jesus, o salvador que salva de todo o pecado, quando sabe que realmente é pecador. É a única forma de ser abençoado por Deus. Contudo, o ser humano não busca o Salvador se não se conhece. Uma pessoa que se conhece bem nega a si mesma, abandona os seus esforços, desiste de depender do ser humano, busca a Jesus Cristo que é Deus, o Salvador e o Profeta, e é perdoada pela graça de Jesus Cristo.

Os pecadores precisam se conhecer porque aqueles que se conhecem podem ser abençoados diante de Deus. Aquele que não se conhece não pode ser abençoado. Portanto, os pecadores têm que se conhecer como realmente são. Você entende? Você já fez coisas más antes de receber a remissão dos pecados? Se você já fez, você sabe porque? Você fez coisas más contra a sua vontade porque você herdou o pecado.



Através de um homem o pecado entrou no mundo e a morte através do pecado


A morte é inevitável para os seres humanos porque eles têm pecado. Um ser humano deve buscar a Jesus e encontrá-Lo para ser liberto do pecado, para que os seus pecados possam ser destruídos. Então a pessoa poderá ter a vida eterna. Você quer ser liberto de todos os seus pecados?

“Entretanto, reinou a morte desde Adão até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão, o qual prefigurava aquele que havia de vir. Todavia, não é assim o dom gratuito como a ofensa; porque, se, pela ofensa de um só, morreram muitos, muito mais a graça de Deus e o dom pela graça de um só homem, Jesus Cristo, foram abundantes sobre muitos. O dom, entretanto, não é como no caso em que somente um pecou; porque o julgamento derivou de uma só ofensa, para a condenação; mas a graça transcorre de muitas ofensas, para a justificação. Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte, muito mais os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo. Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também, por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida. Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos. Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado, superabundou a graça, a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor”(Romanos 5:14-21).

“Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram”(Romanos 5:12). Aqui, quem é o homem? Adão. Eva também veio do homem, Adão. Então a Bíblia diz, ‘Por um só homem.’ Deus fez o homem no princípio e através homem o pecado entrou no mundo. Havia duas pessoas no Jardim do Éden aos nossos olhos, mas aos olhos de Deus havia um homem. Todas as raças humanas se espalharam por um homem, Adão.

As palavras, “Por um só homem entrou o pecado no mundo”, significam que todos os descendentes de Adão se tornaram pecadores, porque Adão pecou. A morte passou para toda a humanidade, porque todos pecaram. A morte foi sentenciada para todos os seres humanos em razão do pecado. Deus não desiste de uma pessoa que tem pecados.

Deus é onipotente mas não pode fazer duas coisas: Ele não pode mentir e nem permitir que um pecador entre no Reino do Céu. Ele executa a Sua lei como prometeu. Deus certamente julga a pessoa que tem pecado porque Deus não pode mentir nem ignorar a lei que Ele mesmo estabeleceu. Todos os seres humanos se tornaram pecadores por um homem, Adão, que caiu e pecou diante de Deus. O julgamento de Deus e a morte se espalharam por toda a humanidade porque eles foram feitos pecadores e nasceram como descendentes de um homem, Adão. A morte veio a se espalhar para todos.

Quando Deus criou o homem no princípio, não havia morte. Não havia apenas a árvore do conhecimento do bem e do mal, mas também a árvore da vida. Deus mandou Adão comer o fruto da árvore da vida e viver a vida eterna. Contudo, Adão foi enganado por Satanás e comeu o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal que Deus mandou que ele não comesse, e desafiou a Deus abandonando as Suas palavras, portanto, a morte se espalhou para todas as pessoas do mundo em razão do pecado. A morte entrou no mundo por meio de um homem, Adão.



Porque Deus deu a lei aos homens?


Se o pecado não tivesse entrado no mundo através de Adão, a morte não teria se espalhado sobre todos os seres humanos. Porque o ser humano morre? Ele morre em razão do pecado. O pecado entrou no mundo através de um homem e então a morte se espalhou para todas as pessoas. Até a lei, o pecado estava no mundo, mas os seres humanos não tinham o conhecimento do pecado até haver a lei.

A lei de Deus veio para todas as pessoas por meio de Moisés. Mesmo no tempo de Adão e Noé, havia pecado, mas Deus não havia estabelecido a lei até a época de Moisés. Contudo, a Bíblia diz que havia pecado nos corações das pessoas que viviam naquele tempo.

Vamos ver Romanos 5:13. “Porque até ao regime da lei havia pecado no mundo, mas o pecado não é levado em conta quando não há lei.” Havia pecado mesmo quando ainda não havia lei no mundo. Portanto, todas as pessoas tinha que morrer, porque elas pecaram diante de Deus. Deus deu a elas a lei que consiste em 613 tipos de mandamentos, que deveriam ser cumpridos diante de Deus e entre o povo, para dar a eles o conhecimento do pecado. O que as pessoas vieram a saber através da lei de Deus? Elas perceberam que eram pecadoras aos olhos de Deus e vieram a saber que tinham pecados. As pessoas perceberam que elas não podiam cumprir a lei de Deus.

Então, elas vieram a saber dos seus pecados. Os descendentes de Adão e Eva sabiam que eles eram pecadores e que somente Deus poderia perdoar os seus pecados. Mas com o tempo eles se esqueceram que haviam se tornado pecadores e que haviam herdado o pecado de seu ancestral Adão. Naquele tempo, eles descobriam que eram pecadores quando pecavam, mas não sabiam que eram pecadores também quando não pecavam. Mas estavam errados. Atualmente, muitas pessoas ainda pensam que elas se tornam pecadoras se elas pecam, e que não são pecadoras se não pecam. De fato, todas as pessoas são pecadoras, inobstante o fato de pecarem ou não, porque todas herdaram o pecado desde o seu nascimento.

Os seres humanos são pecadores inevitáveis antes de serem libertos dos pecados. Então Deus deu a eles a Sua lei para o conhecimento do pecado. Uma pessoa que conhece a Deus através da Sua lei e admite a lei, sabe que é uma grave pecadora. Um ser humano se torna um pecador sério, assim que conhece completamente a lei de Deus.



A morte se espalhou para todos os homens através de um homem


Romanos 5:13-14 afirma, “Porque até ao regime da lei havia pecado no mundo, mas o pecado não é levado em conta quando não há lei. Entretanto, reinou a morte desde Adão até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão, o qual prefigurava aquele que havia de vir.”

Deus diz que todas as pessoas se tornaram pecadoras por um homem e que a morte se espalhou entre elas através do pecado. Tudo em razão de um homem. Quem é este homem? Adão. Nós comumente o conhecemos. Mas muitas pessoas não o conhecem. Até mesmo muitos Cristãos não o conhecem. Eles separam os pecados, em pecado original e pecados atuais, e pensam que os seus pecados atuais podem ser perdoados diariamente através de orações de arrependimento. Eles não sabem que a razão pela qual eles são julgados e vão para o inferno é Adão.

Os descendentes de Adão não têm relação com Deus em razão dos seus pecados, não importa o quanto eles tentem ser bons. Deus julga todos eles porque são descendentes de Adão, não importa o esforço que eles possam fazer para viverem boas vidas. Eles serão lançados no fogo eterno do inferno por causa do seu ancestral comum, Adão.



Adão prefigurava aquele que havia de vir


Está escrito que Adão prefigurava aquele que havia de vir. Todas as pessoas se tornaram pecadoras e a morte veio a elas através de um homem. Contudo, toda a humanidade é justificada através de um Homem, Jesus Cristo, assim como todas as pessoas se tornaram pecadoras por meio de um só homem, Adão. Esta é a lei de Deus.

As pessoas criam religiões porque não conhecem a lei de Deus. Dizem que devem fazer boas obras para serem salvos e ao mesmo tempo crêem em Jesus. Como isto tem se espalhado pelo mundo e com que freqüência eles contam mentiras! Eles ensinam as pessoas dizendo, “Vocês devem ser bons como os Cristãos”. Nossos pecados nunca são destruídos pelas obras.

“Adão prefigurava aquele que havia de vir”. Quem é o Homem que havia de vir para a salvação dos nossos pecados? Ele é Jesus Cristo. Jesus foi enviado a este mundo e fielmente levou os pecados pelo Seu batismo para nos tornar justos, e foi crucificado para nos salvar do julgamento.

O pecado entrou no mundo porque Satanás enganou Adão, uma criatura. O pecado entrou no mundo através de Adão. Contudo, Jesus Cristo, o Salvador, o Criador e o Rei dos reis que é todo poderoso, foi enviado à semelhança de homem para salvar a humanidade de todos os seus pecados de uma vez por todas. Ele levou os pecados do mundo sobre Ele através do Seu batismo e pagou o salário do pecado sendo crucificado.

O ser humano recebe nova vida e tem redenção se crer que Jesus foi enviado para destruir todos os pecados, inobstante a gravidade deles. Deus planejou e decidiu criar os Céus e a terra para nos fazer Seus filhos. Ele veio ao mundo e cumpriu perfeitamente a Sua promessa. Então nós certamente não temos mais pecados. Deus nunca erra. Jesus foi aquele que havia de vir. Eu não entendo porque as pessoas confiam nas próprias obras. Nossa salvação depende absolutamente de Jesus. Os seres humanos tornaram-se pecadores através de um homem, Adão, e foram redimidos através de um homem, Jesus.

A única coisa que nós devemos fazer é crer na salvação da remissão dos pecados. É a única coisa que devemos fazer. Nós não temos mais o que fazer senão nos regozijarmos no fato de Jesus ter destruído todos os nossos pecados. Aliás, porque você estimula outras pessoas a fazerem boas obras? As pessoas podem ser libertas dos seus pecados através das obras? Não. A salvação só depende da fé na remissão dos pecados.



O dom gratuito não é como a ofensa


Romanos 5:14-16 afirma, “Entretanto, reinou a morte desde Adão até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão, o qual prefigurava aquele que havia de vir. Todavia, não é assim o dom gratuito como a ofensa; porque, se, pela ofensa de um só, morreram muitos, muito mais a graça de Deus e o dom pela graça de um só homem, Jesus Cristo, foram abundantes sobre muitos. O dom, entretanto, não é como no caso em que somente um pecou; porque o julgamento derivou de uma só ofensa, para a condenação; mas a graça transcorre de muitas ofensas, para a justificação.”


O que a passagem quer dizer? A Bíblia diz, “não é assim o dom gratuito como a ofensa.” O dom gratuito se refere à salvação de Deus. Significa que todas as pessoas que herdaram o pecado através de Adão foram destinadas a ir para o inferno, mas os seus pecados podem ser perdoados através da fé em Jesus, que destruiu todos os seus pecados. Também significa que Jesus já destruiu todos os nossos pecados futuros.

O ser humano que nasce como descendente de Adão é um pecador mesmo se ele não pecar. Portanto, ele não pode evitar a sua ida para o inferno tentando evitar o pecado. Jesus veio ao mundo e se tornou o nosso Salvador. O dom gratuito é aquele que Jesus nos deu, a redenção para perdoar os pecados que as pessoas continuam cometendo até o fim do mundo.

Dessa forma, o dom gratuito de um Homem é muito maior do que a ofensa de um homem. Se alguém comete o pecado de ser contra Deus, então o pecado em si já é sério o suficiente para fazê-lo ser julgado diante de Deus, para então ir para o inferno. Contudo, o dom do Senhor, que já destruiu todos os nossos pecados e transgressões, é maior do que a ofensa do homem.

Significa que o amor de Jesus e o dom da remissão dos pecados são maiores do que as ofensas de todos os seres humanos. O amor de Jesus, que nos salvou, e o dom da salvação são abundantes e muito maiores do que a ofensa cometida pelo homem. O Senhor já destruiu os nossos pecados de lutar contra Deus, apesar de estarmos lutando com Ele através da nossa carne. Agora o Senhor quer que nós creiamos que Ele já destruiu os pecados do mundo de uma vez por todas. É por isso que Ele salvou os pecadores dos seus pecados como o Cordeiro de Deus, que tirou os pecados do mundo.

A teoria que diz que os nossos pecados são destruídos quando cremos em Deus, e não destruídos quando não cremos, não é verdadeira. Deus destruiu todos os pecados, mesmo os dos incrédulos, porque Ele amou todas as pessoas do mundo, mas as pessoas não querem receber o amor de Deus. Ninguém está excluído do amor e da salvação de Deus. A salvação de Deus vem para aqueles que crêem na verdade do evangelho, que afirma que Jesus destruiu todos os nossos pecados.

Nós somos seres muito fracos. Deus conta com aqueles que crêem que Jesus destruiu todos os pecados, para que sejam sem pecados. Nós ainda temos muitas fraquezas em nossa carne, mesmo depois de nossos pecados terem sido perdoados. Muitas vezes, nós lutamos contra Deus e até mesmo tentamos lançar fora a Sua justiça quando não concordamos com a Sua vontade. Mas Deus diz, “Eu te amo e te salvei. Eu já destruí os pecados que você cometeu até agora”. “Oh! É verdade, Senhor?” “Sim, Eu destruí os seus pecados.” “Obrigado Senhor. Eu Te louvo. Eu não posso parar de Te louvar porque você me amou tanto que destruiu até mesmo o pecado de negação a Ti.”


Aqueles que se tornaram pecadores foram feitos justos e tornaram-se escravos do amor. Eles se sacrificaram pelo Seu amor. Eles não podem evitar a crença em Jesus, porque o Senhor destruiu o pecado de negação a Ele, apesar deles O negarem em razão da sua fraqueza, assim como Pedro o fez. Isto faz com que eles louvem ao Senhor. Então o Apóstolo Paulo diz que a salvação de Deus é muito maior do que a ofensa do homem. Jesus levou todos os pecados; o pecado original que foi herdado e os pecados atuais que são cometidos por nossas obras até o fim do mundo. Quão grande o amor de Deus é! Então, a Bíblia diz, “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” (João 1:29)



Os justos reinarão em vida por meio de um só, Jesus Cristo


Os pecados do mundo não podem ser perdoados através de orações de arrependimento. Os crentes não têm mais pecados e recebem a salvação por todos eles, porque o Senhor já os eliminou, mesmo aqueles que serão cometidos no futuro. Romanos 5:17 afirma, “Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte, muito mais os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo.”

Nós somos abençoados com a graça. Quem são aqueles que recebem a abundância da graça e o dom da justiça? São aqueles que crêem no Senhor e cujos pecados são perdoados pela fé Nele. Nós louvamos ao Senhor porque nós recebemos a abundância da graça da remissão dos pecados. “Os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo.” Nós somos reis que reinam em vida.

Apenas Reis reinam e nós reinamos agora. Quem pode lutar contra reis? Nós, que recebemos a abundância da graça e o dom da justiça, reinamos todos os dias. Nós reinamos hoje e reinaremos amanhã. Qualquer um que mostrar gentileza para nós será abençoado e pode ser rei como nós. Contudo, quem não acreditar no evangelho da verdade que os reis pregam irá para o inferno.

Existem muitos reis que foram salvos no mundo, mas existem também muitos que foram para o inferno, porque estavam contra os reis. Eles deveriam ter sido gentis com os reis, mas não foram. Eles poderiam ter sido reis se tivessem os olhos da verdade e do coração.

Você reina? Nós nos gloriamos com confiança por sermos reis no mundo. Nós anunciamos que os incrédulos irão para o inferno quando lutarem contra nós. Apenas os reis podem fazer isso. Nós somos realmente reis. Há alguém que não reina entre os justos? É insolência para eles não reinarem como reis. Um rei tem que reinar como tal. “Você tem pensamentos errados. Você irá para o inferno se não aceitar a verdade”. Um rei tem que se comportar como um rei. Um rei deve ser digno e deve dar a ordem para que os pecadores creiam na verdade.

Um rei pode e tem que julgar, mandar e sentenciar os incrédulos ao inferno, aqueles que estão contra a justiça de Deus, não importa quão jovem o rei seja. Ele tem o poder de sentenciar os incrédulos ao inferno perante Deus, mas isto não significa que os reis devem abusar do seu poder como ele desejar. O Senhor nos diz para reinar no mundo. Portanto, vamos reinar e entrar no Reino do Céu.


Contudo, alguns justos são muito submissos para usar o seu poder. O Senhor irá repreendê-los quando Ele voltar. “Você desistiu da sua fé. Por que você se comportou como um escravo? Eu te fiz um rei”. Existem algumas pessoas que agem como escravas do mundo. Tem sentido para um rei dizer, “senhor”, para alguém dessa forma? Contudo, alguns dos justos falam desse jeito, apesar de não fazer sentido. Eles imploram por perdão de joelhos para o mundo, mesmo depois que Deus os libertou dos pecados. O rei deve ser majestoso.

Eu proclamei a independência real contra o mundo assim que eu me tornei um rei. Eu acreditava que havia me tornado um rei e me comportava de forma imperial, apesar de ser jovem na época.



Pela obediência de um Homem, Jesus Cristo


Romanos 5:18-19 diz, “Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também, por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida. Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos.”

“Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação.” Aqui, condenação significa julgamento. Uma pessoa nascida como descendente de Adão e que não nasceu de novo da água e do Espírito, apesar de crer em Jesus, é julgada. “Por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida.”

Todas as pessoas são feitas justas por um só ato de justiça de Jesus, que nasceu da Virgem Maria e foi batizado no Rio Jordão para carregar todos os pecados do mundo. Ele sacrificou a Sua vida sendo crucificado em nosso lugar para nos fazer justos. Pela obediência de um só Homem à vontade de Deus, muitos foram feitos justos.

Falando especificamente, todas as pessoas do mundo são pecadoras ou são justas, se nós observarmos do ponto de vista da fé? Todos são justos. Muitas pessoas ficam nervosas e me atacam quando eu digo isso pela fé. De fato, não há ninguém que tenha pecado do ponto de vista de Deus. Deus enviou o Seu Filho unigênito ao mundo e transferiu para Ele todos os pecados do mundo, e permitiu que Ele fosse julgado como representante de todas as pessoas.



As pessoas vão para o Reino do Céu ou para o inferno, segundo a sua fé


Deus não julga mais o mundo porque Ele julgou Jesus no lugar de todas as pessoas. Contudo, algumas pessoas acreditam nisso e outras não, apesar do Filho de Deus ter levado todos os pecados e os destruído pela Sua obediência à vontade de Deus. Os crentes entram no Reino do Céu pela crença na justiça de Deus. Deus os considera justos e diz, “Vocês são justos. Vocês crêem que eu realmente destruí todos os seus pecados. Vamos. Eu preparei o Reino do Céu para você”. Eles entrarão no Reino do Céu adequadamente.

Mas algumas pessoas não crêem Nele e rejeitam o evangelho, dizendo, “Deus, isto é verdade? Eu não posso crer nisso. Isto é verdade? Eu realmente não entendo”. Deus dirá, “Porque você me irrita? Creia em mim se quiser, mas não creia se você não quiser crer”. “O evangelho da água e do Espírito é verdadeiro, Senhor?” “Eu te salvei”. “Eu não posso crer nisso. Eu posso crer em 90% disso, mas eu duvido 10%.”

Então Deus dirá para eles, “Você não crê apesar de eu já ter salvado você. Faça segundo a sua fé. Eu envio aqueles que tem pecados como descendentes de Adão para o inferno. Eu fiz o Reino do Céu também. Entre no Reino do Céu se você quiser e vá para o inferno se quiser ser lançado no fogo do inferno”. Depende da fé de cada um, a entrada no Reino do Céu ou no inferno.

Você crê que Jesus te salvou de todos os pecados com Seu batismo e sangue que foi derramado na Cruz? Isto depende da sua fé. Não a meio termo entre o Reino do Céu e o inferno. Não existe ‘não’ diante de Deus. Só existe ‘Sim’. Deus também nunca nos fala ‘não’. Deus prometeu todas as coisas e cumpriu todas elas. Ele destruiu todos os pecados dos pecadores.



Onde abundou o pecado, superabundou a graça


Vamos ler Romanos 5:20-21. “Sobreveio a lei para que avultasse a ofensa; mas onde abundou o pecado, superabundou a graça, a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor.” Porque sobreveio a lei? Para que avultasse a ofensa. Os seres humanos têm pecado como descendentes de Adão. Mas eles não conhecem a sua natureza pecaminosa e, portanto, Deus deu aos seres humanos a lei para dar a eles o conhecimento do pecado, pois a lei manda o que eles devem ou não fazer, e tornasse pecado o não obedecer a lei com seus próprios pensamentos e ações.

A lei sobreveio para que a ofensa se avultasse. Deus nos deu a lei para nos fazer conhecer que nós somos graves pecadores e somos massas de pecados. Contudo, onde abundou o pecado, a graça superabundou. Isto significa que uma pessoa que nasce com pecado por ser descendente de Adão, mas pensa que é uma pecadora menor, não tem nada a ver com o fato de Jesus a ter salvado.

Contudo, aqueles que pensam que tem muitas fraquezas e que não podem viver segundo a palavra de Deus com a carne, dá graças ao Senhor que o salvou. O evangelho que diz que o Senhor levou os pecados do mundo de uma vez por todas é um grande dom para tal pessoa. O dom abundou e, portanto, os pecadores são feitos perfeitamente justos. Os pecadores menores, que pensam que não são cheios de pecados, vão para o inferno. Apenas os pecadores graves, que têm consciência do pecado, são feitos perfeitamente justos. Então uma pessoa que sabe que é uma pecadora grave louva a salvação de Jesus. Existem poucos pregadores bons entre os que pregam o evangelho no mundo. “Onde abundou o pecado, superabundou a graça.” Isto não significa que nós devemos pecar de propósito para que a graça seja superabundante.

Portanto, uma pessoa que sabe que é uma grave pecadora louva intensamente pela salvação de Jesus. Existem poucos bons pregadores entre os pregadores do evangelho no mundo. “Onde abundou o pecado, superabundou a graça.” Isto não significa que nós podemos pecar de propósito para que a graça possa abundar muito mais.

Quer saber mais sobre o livro de Romanos? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre o livro de Romanos.
Bible study on Revelation

Os Apóstolo Paulo diz em Romanos 6:1, “Que diremos, pois? Permaneceremos no pecado, para que seja a graça mais abundante?” Paulo quer dizer, “Nós somos salvos se cremos somente na justiça de Deus. O Senhor já destruiu os nossos pecados e salvou abundantemente os pecadores de seus pecados. Nós somos feitos justos crendo com os nossos corações. Nós podemos ser salvos se cremos no que o Senhor fez. Não importa quão maus sejamos ou quantos vezes pequemos, nós somos justificados sem as obras, mas pela fé na verdade.”

Nós nos tornamos justos pela fé. Quão más são as nossas obras? Quantas vezes nós pecamos? Quantas fraquezas nós temos se Deus, que não tem pecado, olha para as nossas obras? Eu não posso deixar de louvar ao Senhor. Romanos 5:20-21 afirma, “Mas onde abundou o pecado, superabundou a graça, a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor”.


Deus nos deu vida eterna através de Jesus Cristo. A justiça de Deus nos faz reinar com Ele. Eu louvo ao Senhor, que abundantemente salvou os pecadores de todos os seus pecados. Obrigado, Senhor.

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.