Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

A Praga do Poço do Abismo


< Apocalipse 9:1-21 >

“O quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela caída do céu na terra. E foi-lhe dada a chave do poço do abismo. Ela abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço como fumaça de grande fornalha, e, com a fumaceira saída do poço, escureceu-se o sol e o ar. Também da fumaça saíram gafanhotos para a terra; e foi-lhes dado poder como o que têm os escorpiões da terra, e foi-lhes dito que não causassem dano à erva da terra, nem a qualquer coisa verde, nem a árvore alguma e tão-somente aos homens que não têm o selo de Deus sobre a fronte. Foi-lhes também dado, não que os matassem, e sim que os atormentassem durante cinco meses. E o seu tormento era como tormento de escorpião quando fere alguém. Naqueles dias, os homens buscarão a morte e não a acharão; também terão ardente desejo de morrer, mas a morte fugirá deles. O aspecto dos gafanhotos era semelhante a cavalos preparados para a peleja; na sua cabeça havia como que coroas parecendo de ouro; e o seu rosto era como rosto de homem; tinham também cabelos, como cabelos de mulher; os seus dentes, como dentes de leão; tinham couraças, como couraças de ferro; o barulho que as suas asas faziam era como o barulho de carros de muitos cavalos, quando correm à peleja; tinham ainda cauda, como escorpiões, e ferrão; na cauda tinham poder para causar dano aos homens, por cinco meses; e tinham sobre eles, como seu rei, o anjo do abismo, cujo nome em hebraico é Abadom, e em grego, Apoliom. O primeiro ai passou. Eis que, depois destas coisas, vêm ainda dois ais. O sexto anjo tocou a trombeta, e ouvi uma voz procedente dos quatro ângulos do altar de ouro que se encontra na presença de Deus, dizendo ao sexto anjo, o mesmo que tem a trombeta: Solta os quatro anjos que se encontram atados junto ao grande rio Eufrates. Foram, então, soltos os quatro anjos que se achavam preparados para a hora, o dia, o mês e o ano, para que matassem a terça parte dos homens. O número dos exércitos da cavalaria era de vinte mil vezes dez milhares; eu ouvi o seu número. Assim, nesta visão, contemplei que os cavalos e os seus cavaleiros tinham couraças cor de fogo, de jacinto e de enxofre. A cabeça dos cavalos era como cabeça de leão, e de sua boca saía fogo, fumaça e enxofre. Por meio destes três flagelos, a saber, pelo fogo, pela fumaça e pelo enxofre que saíam da sua boca, foi morta a terça parte dos homens; pois a força dos cavalos estava na sua boca e na sua cauda, porquanto a sua cauda se parecia com serpentes, e tinha cabeça, e com ela causavam dano. Os outros homens, aqueles que não foram mortos por esses flagelos, não se arrependeram das obras das suas mãos, deixando de adorar os demônios e os ídolos de ouro, de prata, de cobre, de pedra e de pau, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar; nem ainda se arrependeram dos seus assassínios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos.”



Exegese

Versículo 1: O quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela caída do céu na terra. E foi-lhe dada a chave do poço do abismo.

Deus deu ao anjo a chave do poço do abismo, o que significa que Ele decidiu trazer pragas tão terríveis como o inferno para a humanidade.

O poço do abismo é também chamado de abismo, significando um lugar sem fundo. Para trazer sofrimento ao Anticristo na terra, a seus seguidores e àqueles que permanecerem contra os justos, Deus abrirá o poço do abismo. A chave do poço do abismo foi dada ao quinto anjo. Esta é uma praga terrível como o próprio inferno.

 

Versículo 2: Ela abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço como fumaça de grande fornalha e, com a fumaceira saída do poço, escureceu-se o sol e o ar.

Quando Deus permitiu a abertura do poço do abismo, o mundo inteiro foi cheio de fumaça como cinzas vulcânicas, trazendo a praga da escuridão. Esta praga da escuridão está reservada para aqueles que amam a escuridão. Deus é o Deus da luz que brilha sobre nós, dando o evangelho da água e do Espírito para todos. Para aqueles que crêem nesta verdade, Deus deu a graça da salvação e permitiu que vivam em Sua luz brilhante. Mas aqueles que não aceitarem a verdade enfrentarão a justa retribuição de Deus, pois Ele trará sobre eles a praga da escuridão e o Seu justo julgamento.

As pessoas nascem pecadoras, e preferem a escuridão em vez da luz em suas vidas. Elas, portanto, merecem receber a praga da escuridão de Deus por rejeitarem e não crerem no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor.

 

Versículo 3: Também da fumaça saíram gafanhotos para a terra; e foi-lhes dado poder como o que têm os escorpiões da terra,

Deus enviará gafanhotos para a terra e punirá os pecados daqueles que se opuseram a Deus em seus pensamentos instintivos. Esta praga dos gafanhotos é capaz de trazer uma dor tão forte como uma picada de escorpião. Portanto, todos os pecadores deste mundo devem crer no verdadeiro amor de Deus. E aqueles que não fizerem isto terão a experiência de ver quão grandes e dolorosos são os pecados da sua rejeição ao amor de Deus e de permanecer contra Ele.

Deus enviou gafanhotos a esta terra e fez as pessoas pagarem o preço por seus pecados de permanecerem contra o Deus da verdade com seus pensamentos. Este preço do pecado é o sofrimento da praga dos gafanhotos.

 

Versículo 4: e foi-lhes dito que não causassem dano à erva da terra, nem a qualquer coisa verde, nem a árvore alguma e tão-somente aos homens que não têm o selo de Deus sobre a fronte.

Quando Deus traz a terrível praga dos gafanhotos, Ele não esquece de mostrar a Sua misericórdia para aqueles que são selados por Ele. Também determina que os gafanhotos não danifiquem a natureza.

 

Versículo 5: Foi-lhes também dado, não que os matassem, e sim que os atormentassem durante cinco meses. E o seu tormento era como tormento de escorpião quando fere alguém.

Em Cantares de Salomão 8:6, Deus fala do Seu amor e ira, dizendo, “porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura, o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, são veementes labaredas”. Da mesma forma, esta praga nos mostra como será ainda mais terrível a punição para aqueles que rejeitarem o amor de Deus mostrado através do Seu evangelho da água e do Espírito. Esta praga atormentará as pessoas por cinco meses.

 

Versículo 6: Naqueles dias, os homens buscarão a morte e não a acharão; também terão ardente desejo de morrer, mas a morte fugirá deles.

A praga dos gafanhotos trará tanto sofrimento que as pessoas irão preferir morrer a viver com esta dor, mas não poderão morrer, não importa quão grande seja este desejo. Esta praga virá porque as pessoas ignoraram a Deus. Pensando que o fim da vida da carne é o fim de tudo, elas ignoraram a Deus, que reina sobre a vida e a morte. Mas através da praga dos gafanhotos, Deus nos mostra que mesmo a morte não pode vir senão pela permissão Dele.

 

Versículos 7-12: O aspecto dos gafanhotos era semelhante a cavalos preparados para a peleja; na sua cabeça havia como que coroas parecendo de ouro; e o seu rosto era como rosto de homem; tinham também cabelos, como cabelos de mulher; os seus dentes, como dentes de leão; tinham couraças, como couraças de ferro; o barulho que as suas asas faziam era como o barulho de carros de muitos cavalos, quando correm à peleja; tinham ainda cauda, como escorpiões, e ferrão; na cauda tinham poder para causar dano aos homens, por cinco meses; e tinham sobre eles, como seu rei, o anjo do abismo, cujo nome em hebraico é Abadom, e em grego, Apoliom. O primeiro ai passou. Eis que, depois destas coisas, vêm ainda dois ais.

A cauda dos gafanhotos do poço do abismo tem o poder de ferir as pessoas por cinco meses. Apesar de em sua aparência serem semelhantes a mulheres, estes gafanhotos são seres extremamente temíveis e cruéis. Isto nos mostra o grande pecado que os homens cometeram de perseguir mais às mulheres do que a Deus. Nós não devemos esquecer que Satanás busca nos derrubar na imoralidade sexual e nos afastar de Deus trazendo tais pecados da luxúria da carne em nossas vidas.

 

Versículos 13-15: O sexto anjo tocou a trombeta, e ouvi uma voz procedente dos quatro ângulos do altar de ouro que se encontra na presença de Deus, dizendo ao sexto anjo, o mesmo que tem a trombeta: Solta os quatro anjos que se encontram atados junto ao grande rio Eufrates. Foram, então, soltos os quatro anjos que se achavam preparados para a hora, o dia, o mês e o ano, para que matassem a terça parte dos homens.

O julgamento dos pecados por Deus, que Ele esperou com paciência por causa da humanidade, finalmente chegou. Agora é o tempo da praga da guerra que matará um terço da humanidade no Rio Eufrates.

 

Versículo 16: O número dos exércitos da cavalaria era de vinte mil vezes dez milhares; eu ouvi o seu número.

Aqui, o número do exército da cavalaria é revelado. Esta guerra diz respeito a uma guerra eletrônica moderna. Apesar de um terço da humanidade ser morta nesta guerra, o povo sobrevivente continuará adorando aos ídolos, permanecendo contra Deus e recusando se arrepender de seus pecados. Isto nos mostra o quanto estarão endurecidos os corações de todos por seus pecados no fim dos tempos.

 

Versículo 17: Assim, nesta visão, contemplei que os cavalos e os seus cavaleiros tinham couraças cor de fogo, de jacinto e de enxofre. A cabeça dos cavalos era como cabeça de leão, e de sua boca saía fogo, fumaça e enxofre.

O que o Apóstolo João viu foram as terríveis armas de destruição do século 21, como tanques, aviões de combate e outras armas modernas.

 

Versículos 18-19: Por meio destes três flagelos, a saber, pelo fogo, pela fumaça e pelo enxofre que saíam da sua boca, foi morta a terça parte dos homens; pois a força dos cavalos estava na sua boca e na sua cauda, porquanto a sua cauda se parecia com serpentes, e tinha cabeça, e com ela causavam dano.

Uma grande batalha com armamento moderno acontecerá no fim dos tempos. E um terço da humanidade morrerá da praga do fogo e da fumaça e enxofre vinda de tais armamentos.

 

Versículo 20: Os outros homens, aqueles que não foram mortos por esses flagelos, não se arrependeram das obras das suas mãos, deixando de adorar os demônios e os ídolos de ouro, de prata, de cobre, de pedra e de pau, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar;

Apesar das pragas, aqueles que sobreviverem continuarão adorando aos ídolos ainda mais e se dobrando diante deles, pois estas pessoas foram preparadas para serem mortas.

 

Versículo 21: nem ainda se arrependeram dos seus assassínios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos.

Isto nos mostra que, no fim dos tempos, a humanidade não se arrependerá dos seus pecados diante de Deus. Ele irá, portanto, julgar estes pecadores, mas permitirá um novo e abençoado mundo para os justos.

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.