Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

O Louvor dos Mártires Ressuscitados e Arrebatados


< Apocalipse 14:1-20 >

“Olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, tendo na fronte escrito o seu nome e o nome de seu Pai. Ouvi uma voz do céu como voz de muitas águas, como voz de grande trovão; também a voz que ouvi era como de harpistas quando tangem a sua harpa. Entoavam novo cântico diante do trono, diante dos quatro seres viventes e dos anciãos. E ninguém pôde aprender o cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra. São estes os que não se macularam com mulheres, porque são castos. São eles os seguidores do Cordeiro por onde quer que vá. São os que foram redimidos dentre os homens, primícias para Deus e para o Cordeiro; e não se achou mentira na sua boca; não têm mácula. Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. Seguiu-se outro anjo, o segundo, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia que tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição. Seguiu-se a estes outro anjo, o terceiro, dizendo, em grande voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronte ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus, preparado, sem mistura, do cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre, diante dos santos anjos e na presença do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta e da sua imagem e quem quer que receba a marca do seu nome. Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham. Olhei, e eis uma nuvem branca, e sentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, tendo na cabeça uma coroa de ouro e na mão uma foice afiada. Outro anjo saiu do santuário, gritando em grande voz para aquele que se achava sentado sobre a nuvem: Toma a tua foice e ceifa, pois chegou a hora de ceifar, visto que a seara da terra já amadureceu! E aquele que estava sentado sobre a nuvem passou a sua foice sobre a terra, e a terra foi ceifada. Então, saiu do santuário, que se encontra no céu, outro anjo, tendo ele mesmo também uma foice afiada. Saiu ainda do altar outro anjo, aquele que tem autoridade sobre o fogo, e falou em grande voz ao que tinha a foice afiada, dizendo: Toma a tua foice afiada e ajunta os cachos da videira da terra, porquanto as suas uvas estão amadurecidas! Então, o anjo passou a sua foice na terra, e vindimou a videira da terra, e lançou-a no grande lagar da cólera de Deus. E o lagar foi pisado fora da cidade, e correu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, numa extensão de mil e seiscentos estádios.”



Exegese

Versículo 1: Olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, tendo na fronte escrito o seu nome e o nome de seu Pai.

Este versículo é sobre os santos nascidos de novo, que foram ressuscitados e arrebatados após o seu martírio pelo Anticristo, louvando ao Senhor no Céu. Os santos que foram martirizados pelo Anticristo e os santos que ainda dormiam estarão agora no Céu, louvando ao Senhor com uma nova canção. No versículo 4 nós vemos que 144.000 mil cantavam esta nova canção. Você pode pensar, então, se os arrebatados serão somente 144.000 mil pessoas. Mas o número 14 aqui significa que todas as coisas mudaram (Mateus 1:17).

Nós devemos perceber que após o martírio e o arrebatamento dos santos, o Senhor mudará este mundo atual e fará um mundo completamente novo. Em vez desse mundo, nosso Senhor construirá um mundo no qual Ele viverá com o Seu povo. Esta é a vontade do Criador.

Aqueles que louvam ao Senhor no Céu são aqueles que se tornaram santos pela crença no evangelho da água e do Espírito dado por Cristo enquanto estava na terra. Assim, nas suas frontes estão escritos o nome do Cordeiro e do Pai, pois eles pertencem à Cristo.

 

Versículo 2: Ouvi uma voz do céu como voz de muitas águas, como voz de grande trovão; também a voz que ouvi era como de harpistas quando tangem a sua harpa.

Os santos no Céu são aqueles que foram martirizados para defender a sua fé dada pelo Senhor, e fé no fato de que somente o Senhor é o seu Deus e que Ele ressuscitou. Porque seus corpos foram ressuscitados e arrebatados pelo poder do Senhor, eles O estão louvando no Céu pela Sua salvação e Sua bênção de dar-lhes autoridade. O som do seu louvor é tão belo como o som das águas e majestoso como o de trovões. Todos eles foram eternamente salvos dos seus pecados por meio da redenção dos seus pecados pela crença, quando estavam na terra, no evangelho da água e do Espírito dado por Deus.

 

Versículo 3: Entoavam novo cântico diante do trono, diante dos quatro seres viventes e dos anciãos. E ninguém pôde aprender o cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra.

As 144.000 mil pessoas aqui referidas são os santos arrebatados. Na Bíblia, o número 14 significa uma nova mudança. Aqueles que podem louvar ao Senhor com uma nova canção no Céu são aqueles que foram transformados enquanto estavam na terra recebendo a remissão dos pecados e nascendo de novo por meio da sua fé no evangelho da água e do Espírito. É por isso que o Senhor diz aqui que eles serão 144.000 mil.

Além deles, não há ninguém mais que pode louvar ao Senhor pela Sua bênção da redenção através do evangelho da água e do Espírito. Portanto, nosso Senhor está sendo louvado por aqueles cujos pecados foram perdoados pela crença no evangelho da água e do Espírito e que receberam o Espírito Santo como presente.

 

Versículo 4: São estes os que não se macularam com mulheres, porque são castos. São eles os seguidores do Cordeiro por onde quer que vá. São os que foram redimidos dentre os homens, primícias para Deus e para o Cordeiro;

Os santos são aqueles que não mancharam a sua fé com nenhum poder ou religião mundanos. Existem muitas pessoas neste mundo que mudam facilmente a sua fé. Mas para aqueles que se tornaram santos pela crença no batismo do Senhor e no Seu sangue na Cruz, e que receberam a remissão dos seus pecados, sua fé nunca pode ser mudada por nada neste mundo.

Os santos que subirão ao Céu e louvarão ao Senhor são aqueles que guardaram imutavelmente o evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor e defenderam a sua fé. Assim, aqueles que podem louvar ao Senhor no Reino do Céu são aqueles que serão arrebatados por Ele pela sua fé no evangelho da água e do Espírito.

No meio do versículo 4 está escrito, “São eles os seguidores do Cordeiro por onde quer que vá”. Você deve perceber que aqueles que foram purificados de todos os seus pecados de uma vez por todas pela sua fé no evangelho da água e do Espírito devem, após nascer de novo, seguir ao Senhor por onde for. Porque receberam a remissão dos seus pecados, em seus corações é encontrado o desejo de seguir ao Senhor em alegria por onde quer que vão. No fim dos tempos, eles estarão louvando ao Senhor no Céu, sendo martirizados pelo Anticristo com sua fé, e ressuscitados e arrebatados pelo Senhor.

Também está escrito, “São os que foram redimidos dentre os homens, primícias para Deus e para o Cordeiro”. Do incontável número de pessoas que vive nesse mundo, somente algumas serão salvas de todos os seus pecados pela crença no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. É por isso que nosso Senhor diz em Jeremias 3:14, “e vos tomarei, um de cada cidade e dois de cada família, e vos levarei a Sião”. Aqueles que encontraram o evangelho da água e do Espírito e receberam a remissão dos seus pecados são poucos.

Porque pertencem ao Cordeiro, eles serão aqueles que receberão as primícias da ressurreição, que serão arrebatados pelo poder do Senhor e louvarão a Cristo para sempre, tudo conforme prometido pelo Senhor. Nesta terra também, eles são aqueles que seguem ao Senhor por onde quer que Ele vá. Tudo isso é pela graça e pelo poder de Deus.

 

Versículo 5: e não se achou mentira na sua boca; não têm mácula.

Aqueles que nasceram de novo pela crença no evangelho da água e do Espírito podem pregar este verdadeiro evangelho com suas bocas. Enquanto existem muitas pessoas hoje que estão pregando o evangelho do seu próprio jeito, também é verdade que somente alguns estão realmente pregando o evangelho da água e do Espírito.

Aqueles que pregam somente o sangue de Jesus na Cruz não estão pregando o evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. Por quê? Porque nenhum outro, senão o evangelho da água e do Espírito, é o verdadeiro evangelho da Bíblia. Como todos os pecados nos corações dos justos foram levados pela Palavra do verdadeiro evangelho, eles podem pregar este evangelho com suas bocas com toda convicção.

 

Versículos 6-7: Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.

Os santos nascidos de novo devem continuar proclamando o evangelho da água e do Espírito nesta terra. Esta obra de pregar o evangelho da água e do Espírito, portanto, deve continuar até o dia do arrebatamento dos santos.

Somente aqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito serão martirizados pelo Anticristo para defender a sua fé, e só eles serão elevados ao Reino do Céu. Todos devem temer a Deus, crer no evangelho da água e do Espírito e, portanto, receber sua remissão do pecado e o Espírito Santo como seu dom. Se os Cristãos de hoje são incapazes de crer no evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor em agradecimento, sua fé em Jesus será em vão.

Aqueles que criou o universo inteiro e todas as coisas nele não é outro senão Jesus Cristo. Assim, a humanidade deve reconhecer Jesus Cristo como seu Deus que os criou e os deu a sua salvação com Seu perdão de pecados, e, portanto, adorá-Lo, pois pelas Suas mãos todas as coisas foram completadas. Pela crença no evangelho da água e do Espírito em seus corações, todas as pessoas podem ser perdoadas dos seus pecados e receber a bênção de ter o Espírito Santo como presente.

Este mundo deve agora preparar-se para receber o julgamento que Jesus Cristo fará com aqueles que permanecem contra Deus. Nós também devemos, é claro, preparar a nossa fé que em breve será arrebatada por Deus, pois o dia do julgamento de Deus está próximo de nós. A forma de preparar-se para o arrebatamento é crer na Palavra do evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. Por quê? Porque somente pela crença no Seu evangelho da água e do Espírito, a pessoa pode receber o Espírito Santo e, quando os últimos dias chegarem, poderão ser revestidos na glória de serem elevados ao ar pelo Senhor no arrebatamento.

Todos os pecadores devem crer o mais rápido possível em Jesus Cristo como o Deus da criação do universo, e adorá-Lo dessa forma. Devem aceitar o evangelho da água e do Espírito em seus corações e assim receber a graça da Sua redenção e o Espírito Santo como presente. Aqueles que adoram a Deus recebem em seus corações o evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor e não O rejeitam, pois é assim que eles podem adorar a Deus.

Versículo 8: Seguiu-se outro anjo, o segundo, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia que tem dado a beber a todas as nações do vinho da fúria da sua prostituição.

Este mundo desaparecerá pelo temível julgamento de Jesus Cristo. Porque sua religião é formada fundamentalmente de falsos ensinamentos, ele será destruído por Deus. Estas religiões mundanas têm feito as pessoas seguirem mais ao mundo do que o próprio Deus, e têm usado as pessoas como instrumentos para permanecerem contra Deus. Este mundo, portanto, será destruído, porque seu povo deixou Deus e foi atrás dessas religiões mundanas.

O fato de estarem seguindo as religiões mundanas significa que eles seguiram falsos deuses, os demônios. Assim, Deus irá destruir este mundo em Sua ira. Tudo neste mundo e todas as falsas religiões serão destruídas por Deus, e beberão o vinho da ira de Deus. Portanto, aqueles que permanecem contra Deus, bem como os demônios que vivem como parasitas grudados às religiões mundanas, cairão com as pragas de Deus e serão lançados no inferno eterno.

 

Versículos 9-10: Seguiu-se a estes outro anjo, o terceiro, dizendo, em grande voz: Se alguém adora a besta e a sua imagem e recebe a sua marca na fronte ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de Deus, preparado, sem mistura, do cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre, diante dos santos anjos e na presença do Cordeiro.

Deus avisa todos aqui, dizendo que se alguém adorar a Besta e a sua imagem, ou receber a sua marca na sua mão direita ou na fronte, receberá a punição do inferno. Trabalhando através de muitas pessoas, Satanás coagirá toda a humanidade a adorar o ídolo feito à imagem do Anticristo, mas aqueles que nasceram de novo lutarão contra o Anticristo e serão martirizados para defenderem a sua fé. Os santos nascidos de novo devem, para defender a sua fé, permanecer contra o Anticristo e serem martirizados.

Se alguém, se rendendo ao Anticristo, se ajoelhar diante da sua imagem e receber a marca do seu nome ou número, receberá a ira de Deus que o lançará no eterno lago de fogo e enxofre. Quando o tempo da Tribulação chegar, os santos devem orar a Deus, defender a sua fé no Senhor e colocar sua esperança no Reino. E pela crença em Jesus Cristo, eles devem permanecer contra o Anticristo e defender a sua fé, unidos ao seu martírio, ressurreição e arrebatamento, e receber a eterna bênção de habitar com o Senhor no Seu Reino.

 

Versículo 11: A fumaça do seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não têm descanso algum, nem de dia nem de noite, os adoradores da besta e da sua imagem e quem quer que receba a marca do seu nome.

Aqueles que adorarem a Satanás como Deus receberão de Deus as pragas e tormentos do inferno eterno. Quem se render ao Anticristo no fim dos tempos e adorar sua imagem como Deus será atormentado no lago de fogo e enxofre pela ira de Deus. Devemos todos crer que alguém que segue a Besta e Sua imagem, e quem recebe a marca da Besta, não terá descanso dia ou noite.

 

Versículo 12: Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.

Como os santos crêem em toda riqueza, glória e bênçãos que o Senhor prometeu para eles, devem perseverar com paciência. Eles devem perseverar também durante o tempo da Tribulação. A promessa que o Senhor fez aos santos é que Ele derramaria sobre eles a bênção de viverem com Ele após o seu martírio, juntamente com sua ressurreição pelo poder do Senhor, eles serão levados ao Céu.

Os santos perseveram porque crêem nesta bênção que permitirá que eles entrem na ceia das bodas do Cordeiro com o Senhor, reinem com Ele por mil anos e sempre vivam com Ele no Reino do Céu. Quando o fim dos tempos chegar, os santos precisam ser martirizados para defender a sua fé. Devem perseverar durante todas as tribulações do tempo com paciência.

Os santos que estão vivendo agora, quando o Anticristo exigir que eles traiam a sua fé com suas ameaças, pressões e seduções, devem abraçar seu martírio, crendo nas promessas do Senhor. Por quê? Porque logo em seguida, todas as bênçãos do Senhor serão cumpridas, assim como Ele nos prometeu. Todos os santos podem receber a recompensa, mantendo a sua fé na Palavra de Deus e no Senhor. Portanto, guarde a sua fé na Palavra do Senhor. Deus receberá os santos que defenderam a sua fé na Sua Palavra e em Jesus Cristo no Seu novo mundo.

Existem várias razões pelas quais os santos que servem ao evangelho do Senhor devem perseverar durante todas as dificuldades do tempo da Tribulação com paciência. Para alcançar o melhor no futuro, há necessidade de suportar com paciência o sofrimento presente.

Romanos 5:3-4 nos diz: “e não somente isto, mas nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. Os santos que perseverarem durante a Grande Tribulação crendo no Senhor terão uma vida de bênçãos, receberão a ressurreição e serão arrebatados por Ele para reinar no Seu Reino. Sendo assim, todos nós devemos perserverar durante a Tribulação com fé. Mantendo a fé no Senhor, os santos podem verdadeiramente perseverar durante a Grande Tribulação no fim dos tempos. Os santos crêem que todas as coisas serão cumpridas pelo Senhor neste mundo e no Céu.

 

Versículo 13: Então, ouvi uma voz do céu, dizendo: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham.

O versículo aqui diz, “Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor”. Por quê? Porque quando o tempo da Tribulação chegar – ou seja, quando o Anticristo governar o mundo – todos os pecadores que viverem nesta terra serão destruídos. Os santos devem olhar para o Reino vindouro de Cristo, defender a sua fé e abraçar o seu martírio com fé. Aqueles que forem martirizados para darem glória ao Senhor serão abençoados e, assim, eles devem abraçar o seu martírio para defender a sua fé.

O Senhor irá cuidar desses santos, permitindo a sua ressurreição e arrebatamento para levá-los ao Seu Reino. Todo o trabalho dos santos cessará nesta terra e eles viverão gozando da sua recompensa dada pelo Senhor. Neste tempo, todos os santos terão a alegria de reinar com o Senhor e terão a vida eterna, e a riqueza e a glória do Seu Reino será deles para sempre.

É por isso que aqueles que forem martirizados no fim dos tempos para defender a sua fé são tão abençoados, pois viverão com o Senhor em toda glória e riqueza do Seu Reino Milenar e do Seu eterno Reino do Céu para sempre. Para aqueles que não se renderem à Besta e defenderem a sua fé no Senhor, Deus dará a bênção de reinar com o Senhor para sempre.

 

Versículo 14: Olhei, e eis uma nuvem branca, e sentado sobre a nuvem um semelhante a filho de homem, tendo na cabeça uma coroa de ouro e na mão uma foice afiada.

Este versículo nos fala que o Senhor voltará para arrebatar os santos. Porque o Senhor é o Mestre dos santos, Ele ressuscitará aqueles que terão sido martirizados para defender a sua fé e os levará ao Reino de Deus no arrebatamento. No tempo da Grande Tribulação, o arrebatamento certamente virá para os santos.

 

Versículo 15: Outro anjo saiu do santuário, gritando em grande voz para aquele que se achava sentado sobre a nuvem: Toma a tua foice e ceifa, pois chegou a hora de ceifar, visto que a seara da terra já amadureceu!

Esta Palavra se refere à realização do arrebatamento dos santos pelo Senhor. O arrebatamento acontecerá após o martírio dos santos. O Senhor permitirá o arrebatamento aos santos que dormem, juntamente com os santos que foram martirizados. A realização da fé dos santos é encontrada em sua salvação, martírio, ressurreição, arrebatamento e vida eterna. O tempo do arrebatamento dos santos é após o seu martírio com a perseguição do Anticristo, e é simultâneo à sua ressurreição.

 

Versículo 16: E aquele que estava sentado sobre a nuvem passou a sua foice sobre a terra, e a terra foi ceifada.

Este versículo também se refere ao arrebatamento dos santos. Arrebatamento significa a subida dos santos ao ar. Isso significa que os santos serão elevados no ar e então descerão à terra com o Senhor? Mas é claro! Após os santos serem arrebatados, nosso Senhor destruirá a terra, o mar e tudo que neles há derramando as pragas das sete taças, e após destruir o mundo, Ele descerá à terra juntamente com os santos arrebatados.

Então, o Senhor e Seus santos reinarão nesta terra por mil anos e, quando a ceia da bodas do Cordeiro terminar, eles subirão para o eterno Reino do Céu. Quando os santos se juntarem ao Senhor na ceia das bodas do Cordeiro, o Senhor já terá renovado o mundo inteiro e todas as coisas que existem nele.

Após o seu arrebatamento, os santos ficarão no ar com o Senhor por um tempo e, quando as pragas das sete taças terminarem, eles descerão para a terra renovada para reinar com Ele por mil anos. Então, entrarão no Reino de Deus com o Senhor e viverão com Ele para sempre.

 

Versículo 17: Então, saiu do santuário, que se encontra no céu, outro anjo, tendo ele mesmo também uma foice afiada.

O anjo que aparece aqui é o anjo do julgamento. Este anjo trará grandes pragas sobre o povo do mundo que permaneceu contra Deus e os lançará no fogo eterno. Seu papel é lançar e amarrar, todos os pecadores do mundo que não nasceram de novo no poço do abismo, juntamente com o Anticristo e seus servos.

 

Versículo 18: Saiu ainda do altar outro anjo, aquele que tem autoridade sobre o fogo, e falou em grande voz ao que tinha a foice afiada, dizendo: Toma a tua foice afiada e ajunta os cachos da videira da terra, porquanto as suas uvas estão amadurecidas!

Esta Palavra nos fala que chegou o tempo dos pecadores serem julgados por Deus por seu pecado de permanecerem contra Ele. No tempo de Deus estão as horas da implementação dos Seus planos. Para dar aos pecadores Seu julgamento de fogo, Deus reunirá todos os pecadores e todos aqueles que permaneceram contra Ele e conseqüentemente os punirá.

 

Versículo 19: Então, o anjo passou a sua foice na terra, e vindimou a videira da terra, e lançou-a no grande lagar da cólera de Deus.

Esta Palavra nos fala que após o arrebatamento dos santos, o Anticristo e os pecadores sofrerão muito sob as pragas das sete taças. Nesta terra também Deus trará a Sua ira para os pecadores, derramando as Suas pragas sobre eles e então seguirá isso com a punição do inferno. As pragas que Deus derramará sobre estes pecadores, o Anticristo e seus seguidores, é a Sua justa ira. Esta é a providência de Deus para os pecadores que permanecerem contra Deus.

 

Versículo 20: E o lagar foi pisado fora da cidade, e correu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, numa extensão de mil e seiscentos estádios.

O versículo aqui nos fala quão dura será a punição da ira de Deus e o sofrimento daqueles que ainda permanecerem nesta terra, homens e criaturas vivas, trazidos pelas pragas das sete taças derramadas sobre eles. Também nos diz que estas pragas atingirão o mundo inteiro. A partir do momento em que os santos forem martirizados, ressuscitados e arrebatados, a ira das pragas das sete taças será derramada, terminando com todas as coisas.

Ninguém, exceto os santos no Céu e os anjos que permaneceram ao lado de Deus, escapará destas pragas terríveis. Para aqueles que permanecerem contra Deus, por outro lado, somente haverá a punição do inferno. E nesse tempo, os santos nascidos de novo estarão na ceia das bodas com o Senhor no ar, agradecendo e louvando a Ele pela Sua salvação. A partir de então, os santos viverão com o Senhor para sempre em Suas eternas bênçãos.

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.