Livros cristãos gratuitos para estudos bíblicos sobre salvação, o Espírito Santo, o Tabernáculo e o Apocalipse de João

HOME  |  MAPA DO SITE  |  CONTATO  |  AJUDA    
Estudos da Bíblia Livros Cristãos
Grátis
e-livros Cristãos
Grátis
Sobre Nós
 



 Os sermões em assuntos importantes por Rev. Paul C. Jong

 

A Falácia da Teoria da Predestinação e da Divina Eleição


< Romanos 8:28-30 >

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.”



Deus realmente só escolheu
alguns de nós?
Não. Ele escolheu a todos nós
em Jesus Cristo.

A teoria teológica da predestinação e divina eleição, que é uma das teologias básicas que compõe a doutrina cristã, tem levado muitos que querem crer em Jesus a entender errado a palavra de Deus. Esta teoria tem causado muita confusão.

O que a teologia diz sobre a predestinação é que Deus elegeu as pessoas que Ele ama enquanto condenou aqueles que Ele não gosta. Isto significa que alguns foram eleitos e são nascidos de novo da água e do Espírito e aceitaram o céu, enquanto os outros que não foram eleitos estão destinados a queimar no inferno.

Se Deus de fato elege alguns de nós, não poderíamos evitar permanecer agonizando sobre a pergunta, “Eu fui eleito para a salvação?” Se não fomos eleitos, é inútil para nós crermos em Jesus. Portanto, essa teoria tem feito muitas pessoas pensarem se elas foram eleitas por Deus, em vez de pensarem sobre sua própria fé.

Se crermos nisso, como poderemos ser libertos das dúvidas e crer apenas em Deus? Como confirmamos que Deus realmente nos elegeu? Ele seria bom somente para aqueles eleitos, apesar de dizer, “É, porventura, Deus somente dos judeus? Não o é também dos gentios? Sim, também dos gentios?” (Romanos 3:29)

Porque muitas pessoas entendem errado o significado da predestinação e divina eleição, elas temem ser destruídas apesar de crerem em Jesus.

Efésios 1:3-5 diz, “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade.”

Portanto, nós devemos rever o conceito da predestinação e divina eleição. Devemos primeiramente entender o que a Bíblia fala sobre predestinação e divina eleição e fortalecer a nossa crença na salvação através da água e do Espírito.

O que Romanos nos diz? Alguns teólogos desenvolveram a teoria infundada da “eleição incondicional.” Então a teologia é Deus? A teologia em si não é Deus.

Mesmo antes da criação do mundo, Deus escolheu toda a humanidade em Jesus Cristo e guardou na mente o desejo de salvar todos nós, nos tornando justos. Jesus nos ama incondicionalmente. Não O faça um Deus discriminatório. Os não crentes têm fé em seus próprios pensamentos, mas os crentes colocam a base da sua fé na palavra escrita de Deus.



Divina eleição no Antigo Testamento

A teoria da eleição incondicional
é verdadeira?
Não. Nosso Senhor não é um Deus intolerante.
Deus escolheu todos os pecadores em Jesus,
não apenas alguns poucos eleitos.

Em Gênesis 25:21-26, nós lemos sobres os dois filhos de Isaque, Esaú e Jacó. Deus escolheu Jacó enquanto os dois filhos de Isaque ainda estavam na barriga da sua mãe.

Aqueles que entendem errado a palavra de Deus tomam isso como base da teoria da eleição incondicional. Isso é como misturar um deus de destino com o Cristianismo.

Se nós cremos que Deus nos escolhe com base na “eleição incondicional”, e não em Jesus Cristo, então é o mesmo que adorar um deus de destino e ídolos. Deus não é um desses. Se nós estivéssemos crendo em um deus de destino, estaríamos negando o plano de Deus para nossas vidas e caindo na armadilha de Satanás.

Se o homem é desobediente à vontade de Deus, então ele é como os animais que perecem. Como os crentes não são animais, nós devemos nos tornar verdadeiros crentes que lêem e crêem na verdade escrita na Bíblia. Não pensar que a verdade escrita na Bíblia é se entregar a Satanás.

Para termos a fé verdadeira, devemos primeiro pensar sobre a verdade escrita na Bíblia e seguir a fé daqueles que renasceram em Cristo.

O calvinismo insiste na redenção limitada. Isto implica que o amor de Deus e a redenção do Senhor não se aplicam a alguns. Isso pode ser verdade?

A Bíblia diz, “O qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (I Timóteo 2:4). Se a benção da redenção só fosse aplicada a alguns, muitos crentes desistiriam de crer em Jesus. Afinal de contas, quem gostaria de crer em um Deus tão intolerante?

Devemos ter confiança de que o nosso Deus não é intolerante, Ele é o Deus da verdade, amor e justiça. Nós temos que crer em Jesus e no evangelho do novo nascimento da água e do Espírito e, portanto, sermos salvos de todos os nossos pecados. Jesus é o Salvador de todos aqueles que nascerem de novo da água e do Espírito.

Segundo o Calvinismo, se houvesse dez pessoas, algumas delas seriam salvas por Deus, enquanto as outras iriam queimar no fogo do inferno. Isto não é verdade.

Não faz sentido dizer que Deus ama alguns e descarta outros. Imagine que Deus está aqui conosco hoje. Se Ele decidisse eleger aqueles que estão sentados do lado direito, decidindo que todos os que estão do lado esquerdo iriam para o inferno, nós o trataríamos como Deus?

Aqueles que foram descartados não levantariam suas vozes em protesto? Todas as criaturas iriam clamar, “Como Deus pode ser tão injusto?” A eleição incondicional não é verdade, porque Deus elegeu toda a humanidade em Jesus Cristo.

Portanto, qualquer um que é chamado por Deus, no nome de Cristo, é eleito. Então, quem Deus pode chamar até Ele? Ele chama os pecadores, não os justos. Deus não chama aqueles que se consideram justos.

A benção da redenção de Deus é para os pecadores e para aqueles que estão amaldiçoados para o inferno. Eleição significa que Deus chama os pecadores a fim de torná-los Seus filhos justos.



Deus é justo

A teoria da eleição incondicional
é verdadeira?
Não. Nosso Senhor não é um Deus intolerante.
Deus escolheu todos os pecadores
em Jesus, não apenas alguns
poucos eleitos.

Deus é justo. Ele não é o Deus que ama incondicionalmente apenas alguns eleitos. Ele chamou os pecadores em nome de Cristo. Sem a salvação através da redenção de Jesus Cristo e Seu perdão de pecados, como poderíamos conhecer a salvação e o amor de Deus? Nunca O faça um Deus injusto.

Tente encontrar o que está faltando quando você lê Efésios 1:3-5, “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu nEle antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para Ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade.”

Eleição incondicional no Calvinismo não corresponde às palavras da Bíblia. A Bíblia diz, “nos escolheu nEle antes da fundação do mundo.”

Deus escolheu toda a humanidade em Cristo para nascer de novo da água e do Espírito. Aqueles que não podem evitar o nascimento com pecado podem ser redimidos do pecado e se tornar Seus filhos. Ele incluiu toda a humanidade na lista daqueles que devem ser salvos e os elegeu em Jesus Cristo.

Porque muitas teologias que insistem na eleição incondicional dizem que apenas alguns são escolhidos, muitas pessoas são enganadas no caos dessa teoria irracional. Estas falsas teologias dizem que Deus escolhe alguns e descarta outros através da eleição incondicional, enquanto a verdade da Sua palavra é que Deus escolheu todos os pecadores em Jesus. Muitas pessoas são vítimas dessas teorias falsas devido às suas crenças supersticiosas.

Mas se reconhecemos que Deus decidiu salvar toda a humanidade em Jesus e que a remissão dos pecados se aplica a todos que crerem em Jesus, podemos ser salvos dos nossos pecados, podemos nos tornar filhos de Deus, homens justos, ter a vida eterna e a confiança de que Deus é Justo.



A divina eleição na história de Jacó e Esaú

Quem Deus elegeu?Apenas
os escolhidos?
Não. Deus elegeu toda a humanidade em
Cristo. Então, todo aquele que crê em
Cristo e não tem pecado através do
batismo de Jesus é eleito.

Em Gênesis 25:19-28, Esaú e Jacó estavam lutando dentro da barriga da sua mãe Rebeca. Deus disse em Gênesis 25:23, “Respondeu-lhe o SENHOR: Duas nações há no teu ventre, dois povos, nascidos de ti, se dividirão: um povo será mais forte que o outro, e o mais velho servirá ao mais moço.”

Os pecadores tomam estas palavras como a teologia da predestinação e da divina eleição, deixando muitas pessoas que crêem em Jesus confusas se são ou não escolhidas! Quando elas consideram que são escolhidas, pensam que estão salvas e perdem o interesse pelo novo nascimento da água e do Espírito.

O conceito de eleição incondicional tem levado muitas pessoas que crêem em Jesus para longe da redenção, condenando-as ao inferno e também faz Deus parecer injusto.

Porque muitos teólogos ensinam a doutrina falsa que vem dos seus próprios pensamentos, muitos que crêem em Jesus se tornaram inseguros e pensam se são realmente escolhidos ou se a sua redenção foi predestinada.

Entre Jacó e Esaú, quem Deus elegeu? Ele escolheu Jacó em Jesus Cristo. Em Romanos 9:10-11, está dito que Deus chamou Jacó em vez de seu irmão, apesar de terem sido concebidos de um mesmo homem, ainda não nascidos e não tendo feito nada de bom ou mau.

O propósito de Deus foi eleger Jacó, não em razão de suas obras, mas em razão da Sua eleição. A Bíblia também nos fala que Jesus veio para chamar os pecadores, não aqueles que têm vidas corretas.

Os homens, como descendentes de Adão, nascem pecadores. Davi disse que ele era um pecador desde o tempo em que estava na barriga da sua mãe e que nasceu na iniqüidade. “Eu nasci na iniqüidade, e em pecado me concebeu minha mãe” (Salmo 51:5).

O homem nasce pecador em razão dos pecados de seus ancestrais. Então, todos aqueles que nascem nesse mundo são pecadores, agem como pecadores e colhem os frutos do pecado.

Uma criança que ainda não cometeu nenhum pecado já é pecadora, porque ela nasceu com a semente do pecado. Ela tem pensamentos maus, adultério, fornicação e morte em seu coração. Ela nasceu com pecados dos seus ancestrais. O homem é um pecador mesmo antes de nascer.

A razão pela qual Deus nos fez instáveis é a seguinte: O homem é a criação de Deus, mas o Senhor fez planos para nos fazer Seus filhos nos salvando do pecado. É por isso que Ele permitiu que Adão pecasse.

Quando os homens se tornaram pecadores, Deus enviou Jesus a esse mundo, permitindo que o Seu único Filho levasse todos os pecados da humanidade através do Seu batismo.

A intenção de Deus foi redimir a humanidade através do batismo de Jesus e do Seu sangue na Cruz e dar a eles o poder de se tornar Seus filhos crendo em Jesus. Ele permitiu que Adão pecasse, com a promessa de lavar todos os pecados em Cristo.

Os pecadores que crêem em falsas doutrinas dizem, “Olhem para Esaú e Jacó. Ele escolheu um e descartou o outro incondicionalmente.” Deus não nos elegeu incondicionalmente, mas sim em Jesus Cristo. Nós só precisamos ler as palavras escritas na Bíblia. Romanos 9:10-12 diz, “E não ela somente, mas também Rebeca, ao conceber de um só, Isaque, nosso pai. E ainda não eram os gêmeos nascidos, nem tinham praticado o bem ou o mal (para que o propósito de Deus, quanto à eleição, prevalecesse, não por obras, mas por aquele que chama), já fora dito a ela: O mais velho será servo do mais moço.”

Deus escolheu Jacó em Jesus. Jacó foi um modelo dos pecadores que são indignos e desprovidos de sua própria justiça. Efésios 1:4 diz que Deus nos escolheu Nele.

A quem Deus chama? Ele chamou Jacó porque sabia que ele era pecador e injusto diante de Deus, mas confiava Nele. Ele chamou Jacó no nome do Seu próprio Filho Jesus e o redimiu com o evangelho da água e do sangue para torná-lo Seu filho. Então, Deus chamou Jacó e o abençoou com a redenção.

Ele chamou os pecadores para torná-los justos, através da redenção em Jesus. Este é o plano de Deus.



A falsa doutrina da eleição incondicional

Por que Deus amou a Jacó?
Porque Jacó conhecia a
sua injustiça.

Recentemente li um livro baseado na história da eleição incondicional, no qual um jovem teve um sonho em que uma mulher velha apareceu e lhe falou para ir a um certo lugar e ele foi. Então a senhora falou que ele havia sido escolhido por Deus.

Ele perguntou à senhora como Deus poderia tê-lo escolhido quando nem mesmo acreditava em Deus? Ela falou que Deus o escolheu incondicionalmente, apesar da sua falta de fé.

Isto é mentira. Como Deus poderia arbitrariamente condenar algumas pessoas ao inferno e escolher outras para a salvação? Deus elegeu todos em Jesus.

A teoria da eleição que exclui Jesus é falsa, mas muitos teólogos insistem que Deus escolheu apenas alguns de nós. Isso não é verdade. Deus quer salvar a todos em Jesus. Apenas aqueles que não crêem na redenção da água e do Espírito em Jesus não serão salvos.

Deus predestinou toda a humanidade para a salvação através de Seu Filho e pretendeu nos tornar Seus filhos, mesmo antes da criação do mundo. Ele planejou salvar a humanidade de todos os pecados do mundo através da redenção de Jesus Cristo. Esta é a verdade como está escrita na Bíblia.

Os justos que são nascidos de novo em Cristo são os escolhidos, mas os teólogos insistem que Deus escolheu apenas alguns de nós. Eles dizem, por exemplo, que os monges budistas estão entre os que Deus não escolheu. Porém, Deus também os escolheu em Jesus.

Se Deus elegeu incondicionalmente alguns sem Jesus, nós não precisaríamos pregar o evangelho. Se Deus tivesse planejado eleger alguns sem Jesus, os pecadores não precisariam crer em Jesus. Como então as Suas palavras de Amor, Verdade e Libertação, poderiam ser cumpridas?

Haveria alguma razão para os servos de Deus pregarem o evangelho? Faz algum sentido dizer que Deus já elegeu incondicionalmente os redimidos e os amaldiçoados sem Jesus?

A razão pela qual Deus escolheu a Jacó em Jesus, a razão pela qual Ele amou Jacó e odiou Esaú é que Ele já sabia antes de serem criados que Jacó iria crer em Jesus e Esaú não acreditaria Nele.

Existem muitos pecadores no mundo que crêem em Jesus. Alguns deles são como Esaú e outros como Jacó.

Por que Deus amou a Jacó? Jacó era injusto e conhecia a sua indignidade. Portanto, ele admitia que era um pecador diante de Deus e pedia pela Sua graça. É por isso que Deus salvou a Jacó.

Mas Esaú confiava mais em si mesmo do que no Senhor e não tinha fome da graça de Deus. Então, Deus disse que amou Jacó e odiou Esaú. Esta é a palavra da verdade.

Deus nos predestinou para a salvação em Jesus. Tudo que os pecadores precisam fazer é crer em Jesus. Então, a verdade e a justiça de Deus serão introduzidas em seus corações. Nós pecadores não podemos fazer nada senão crer com todo o nosso coração na salvação através de Jesus. Tudo o que nós temos a fazer é crer na redenção através Dele.



A falsa teoria da santificação gradual

É verdade que um pecador pode
se tornar gradualmente justo?
Não, é impossível. Deus fez os pecadores
justos e sem pecados de uma vez por todas,
através da redenção do Seu batismo
e Sua morte na Cruz.

Satanás engana os pecadores com a teoria da santificação gradual para que eles não possam ser salvos de seus pecados. A santificação gradual significa que os pecadores gradualmente se tornam santos após crerem em Jesus.

A teoria é a seguinte: Os pecadores não podem se tornar justos de uma vez por todas, mas são salvos apenas do pecado original quando crêem em Jesus. Os pecados atuais são lavados através de orações diárias de arrependimento e, assim, gradualmente se torna santificado.

O centro dessa teoria é a santificação gradual. Soa muito bem que o homem possa crer em Jesus e gradualmente se tornar um Cristão mais santo. Esta teoria tem enganado muitos Cristãos através dos anos, fazendo com que eles se sintam seguros. É essa a razão pela qual existem tantos Cristãos “mais santos do que os outros” no Cristianismo.

Eles pensam que um dia irão simplesmente ser mudados e não terão mais pecados. Mas vivem suas vidas como pecadores e serão julgados também como pecadores diante de Deus após a sua morte.

Leia a verdadeira palavra na Bíblia. Em Romanos 8:30 está escrito, “E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.”

E o verso 29 diz, “Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” À primeira vista parece que existem passos para se tornar um justo, mas a Palavra nos diz que a justiça foi garantida para nós de uma vez por todas.

“E aos que predestinou, a esses também chamou.” Jesus chamou os pecadores e os tornou justos através do Seu batismo no Jordão e Sua morte na Cruz. Portanto, aquele que crê na redenção em Jesus se torna um filho glorificado de Deus. É a graça de Deus que redime os pecadores e os glorifica em Seu nome.

Isso é o que Deus nos diz. Mas muitos Cristãos nos falam para ler Romanos 8:30. “Existem degraus para se tornar santificado. Isso não significa que mudamos gradualmente?” Essa é a forma como enganam. Eles falam para as pessoas no tempo futuro que um pecador se tornará justo com o tempo.

Mas a Bíblia não nos fala no tempo futuro, mas no passado, que nós já fomos justificados de uma vez por todas. Existe uma diferença definitiva entre o conceito futuro e o passado.

Nós devemos crer totalmente na Bíblia. Segundo o que está escrito, podemos nos tornar filhos de Deus de uma vez por todas. Isso é totalmente diferente da teoria da santificação gradual. Esta diz que o pecado original é perdoado quando cremos em Jesus. Isso sugere que nós devemos levar uma vida religiosa e nos arrepender de nossos pecados todos os dias, para que quando estivermos diante de Deus nos tornarmos justos.

Porque muitas pessoas crêem nessa teoria, elas ainda permanecem pecadoras, mesmo após começarem a crer em Jesus. É por isso que a teoria da santificação gradual não é verdadeira.

A Bíblia claramente nos diz que nós nos tornamos justos e filhos de Deus pela fé. Assim como os bebês vêm a este mundo, os filhos de Deus também se tornam santificados assim que percebem e crêem na redenção de Jesus. A falsa teoria da santificação gradual se origina de mentiras.



A libertação completa de todos os pecados

O que temos que fazer para sermos
completamente santificados?
Nós temos que crer na redenção
da água e do Espírito.

Romanos 8:1-2 diz, “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.” Esse versículo nos fala que Deus fez todos os pecadores justos e libertou a todos que vieram até Jesus da lei do pecado e da morte.

A Bíblia nos fala sobre a completa redenção em Hebreus 9:12. “Não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção.” Isso significa que nós, que cremos em Jesus, somos redimidos e admitidos no céu.

Nós ouvimos e cremos no evangelho da redenção da água e do Espírito em Cristo Jesus e fomos perdoados de todos os nossos pecados. Mas os pecadores que crêem que foram perdoados apenas pelo pecado original não podem realmente ser salvos. Pois, para serem santificados dos pecados que cometeram após crerem em Jesus, eles pensam que devem se arrepender todos os dias.

A sua fé errada os leva para o inferno, suas crenças erradas os fazem se arrepender todos os dias para se libertarem de toda a iniqüidade. Esta não é a fé verdadeira que nos salva do inferno.

Se eles tivessem crido em Jesus e tivessem sido redimidos de uma vez por todas, se tornariam justos e filhos de Deus. A verdadeira redenção justifica os crentes e os transforma em filhos de Deus de uma vez por todas.

Apesar dos crentes serem libertos de todos os pecados do mundo, a sua carne não muda até o dia em que eles morrem. Mas os seus corações estão preenchidos com a justiça de Deus. Nós nunca podemos entender errado este fato.

A Bíblia nos fala que nós somos santificados e nos tornamos justos quando cremos no evangelho.

Vamos ler Hebreus 10:9-14 para vermos o verdadeiro evangelho. “Então, acrescentou: Eis aqui estou para fazer, ó Deus, a tua vontade. Remove o primeiro para estabelecer o segundo. Nessa vontade é que temos sido santificados, mediante a oferta do corpo de Jesus Cristo, uma vez por todas. Ora, todo sacerdote se apresenta, dia após dia, a exercer o serviço sagrado e a oferecer muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca jamais podem remover pecados; Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus, aguardando, daí em diante, até que os seus inimigos sejam postos por estrado dos seus pés. Porque, com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados.”

“Nessa vontade é que temos sido santificados, mediante a oferta do corpo de Jesus Cristo, uma vez por todas.” Note que isso está escrito no presente e não no futuro.

Para ser completamente santificado, o homem precisa crer na redenção da água e do Espírito que Deus nos deu.



Jesus garantiu a eterna redenção de uma vez por todas

or que se pede ao homem
para se regozijar o tempo todo?
(I Tessalonicenses 5:16)
Porque Jesus levou todos os seus pecados, por
isso ele não pode evitar de se humilhar diante
Dele e agradecer pela Sua graça.

Se nós crermos na eterna redenção de Jesus, nós nos tornaremos justos de uma vez por todas. A Bíblia diz, “Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (I Tessalonicenses 5:16-18).

Regozijai-vos sempre. Como pode um homem se regozijar o tempo todo? Aquele que recebe a eterna redenção de uma vez por todas pode se regozijar sem parar, porque ele está liberto do pecado, está seguro no conhecimento de que Jesus levou todos os seus pecados no Jordão. Ele se tornou humilde diante de Deus e agradecido por Sua graça e pode, portanto, se regozijar sem cessar.

“Bem-aventurados aqueles cujas iniqüidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos” (Romanos 4:7). Isso não significa que os pecados do homem são cobertos apesar do fato de ainda existirem em seu coração. Seu coração já foi limpo. Jesus lavou completamente todos os seus pecados e o salvou de uma vez por todas.

Esta redenção eterna é referida no Novo Testamento. Quando Jesus foi batizado, Ele disse, “Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15).

Assim como os bodes ou ovelhas levavam os pecados do homem pela imposição de mãos no Antigo Testamento, Jesus levou todos os pecados do mundo e purificou a humanidade da forma mais correta e própria.

“Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça,” disse Jesus. Ele foi batizado da forma mais correta e levou sobre Si todos os pecados da humanidade, portanto, nos salvou.

Em Mateus 3:15, está escrito que Jesus levou todos os pecados do mundo. A justiça de Deus foi completada. Nós não devemos tentar entender esta redenção eterna, mas devemos tomá-las como Suas palavras de libertação. “Bem-aventurado aquele cuja iniqüidade é perdoada, cujo pecado é coberto” (Salmos 32:1).

Todos os pecados do coração e da carne, Jesus lavou quando foi batizado por João Batista no Rio Jordão. Ele foi julgado pelos pecados que nós cometemos neste mundo corrupto e depravado. Após levar todos os nossos pecados, Ele morreu na Cruz.

Quem crer nesta redenção de pecados pode se tornar justo e sem pecado de uma vez por todas. Porque Jesus vive eternamente, quem crer na redenção em Cristo permanecerá justo.

Nós podemos agora permanecer diante de Deus com confiança e dizer, “Como você está, Senhor? Eu creio em Seu único Filho, Jesus Cristo, e eu também sou Seu filho. Obrigado Pai. Obrigado por me aceitar como Seu filho. Isso não ocorre em razão das minhas obras, mas apenas através da minha fé no novo nascimento da água e do Espírito em Jesus. Você me salvou de todos os pecados desse mundo. Eu creio no que Você disse, “Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça” (Mateus 3:15). Através do batismo de Jesus e da Sua Cruz, me tornei Seu filho. Por isso, sou grato a Ti.”

Você passou todos os seus pecados para Jesus? Todos os seus pecados foram levados por Ele? A Bíblia nos diz que, graças ao batismo de Jesus e Sua morte na Cruz, os pecadores podem ser santificados apenas crendo Nele.



A relação entre o batismo de Jesus e a redenção

Qual é a relação entre o batismo
de Jesus e a redenção?
O batismo de Jesus é a figura da redenção
profetizada através da imposição de
mãos no Antigo Testamento.

Imagine um homem que vive como um pecador, apesar de crer em Jesus e orar na igreja, “Querido Deus, por favor, perdoe-me pelos pecados que cometi semana passada. Perdoe-me por estes últimos três dias. Ó, Senhor, me perdoe pelos pecados de hoje. Eu creio em Jesus.”

Vamos imaginar que esse homem seja perdoado por seus pecados diários através da oração. Mas, depois disso, ele retorna para a sua vida diária e comete os mesmos pecados novamente e, então, se tornará de novo um pecador.

Jesus se tornou o Cordeiro de Deus e levou todos os pecados através do Seu batismo e redimiu a todos nós, sendo crucificado na Cruz. Para serem redimidos, os pecadores devem crer no seguinte:

Todos os pecados foram levados por Jesus quando Ele foi batizado por João batista, portanto, cumprindo a justiça de Deus. Todos os pecados do mundo foram lavados. Quem crê nessa verdade é liberto. Como está escrito em Mateus 3:13-17, Jesus foi batizado por João Batista e se fez salvador de todos os crentes.

O evangelho da verdade nos fala que Jesus levou todos os pecados de uma vez por todas, mas a falsa teologia ensina que nós somos redimidos dia após dia. No que devemos crer? Nós somos redimidos de uma vez por todas ou dia após dia?

É óbvio que Jesus nos libertou de uma vez por todas. A verdadeira crença é a fé na redenção da água e do Espírito de uma só vez. Aqueles que crêem que nós devemos ser redimidos no dia a dia nunca serão libertos.

Eles devem saber que a real redenção vem da crença que Jesus nos libertou de uma só vez, através do Seu batismo e morte na Cruz. Tudo o que temos a fazer é dar graças a Deus e crer neste verdadeiro evangelho.

Mas aqueles que estão enganados na sua fé dizem que nós só somos libertos do nosso pecado original e que devemos ser redimidos no dia a dia de nossos pecados atuais, assim podemos gradualmente nos tornar santos. Isso está errado.

O batismo de Jesus e Sua morte na Cruz cumpriram o perdão dos pecados de uma vez por todas. Essa é a verdade. Nossos pecados tinham que ser passados para Jesus através de João batista e Jesus tinha que morrer na Cruz a fim de nos salvar.

Dizer “me perdoe” após pecar não cumpre a justiça de Deus. A lei de Deus diz que o salário do pecado é a morte. Nós devemos saber que Deus é Justo e Santo.

Aqueles que oram a Deus, “Desculpe, por favor, me perdoe” após pecarem não conhecem a Justiça de Deus. Eles oram por perdão, mas apenas para aliviar a sua própria consciência. Está certo alguém pecar todos os dias e consolar a sua própria consciência, se arrependendo repetidamente pelas suas transgressões? A única forma de ser liberto é crendo no batismo e no sangue na Cruz. Nós devemos crer nisso em nossos corações. É a única forma de evitarmos o julgamento de Deus.

Vamos pensar mais sobre a libertação de Deus. Hebreus 9:22 diz, “Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e, sem derramamento de sangue, não há remissão.”

Segundo a lei de Deus, os pecados devem ser purgados com sangue, e sem o derramamento de sangue não há remissão. Esta é a lei de Deus. Sem pagar o salário dos pecados, não pode haver remissão.

A lei de Deus é justa. Jesus foi batizado por João Batista e derramou sangue na Cruz para libertar os pecadores. Ele levou todas as nossas transgressões através do Seu batismo e derramou sangue na Cruz para pagar por nossos pecados. Ele pagou o salário do pecado por nós.


A redenção é garantida
de uma vez por todas
ou dia após dia?
De uma só vez. Jesus levou os pecados
dos pecadores através do
Seu batismo.

Em Mateus 3:15, quando Jesus foi batizado da forma correta, Ele lavou todos os pecados através do Seu batismo e morreu na Cruz para nos libertar de todos os pecados do mundo.

Pedir perdão todos os dias seria o mesmo que pedir a Ele para levar todos os nossos pecados e morrer de novo. Nós devemos realmente entender a lei de Deus. Jesus não tem que morrer outras vezes para nos libertar de nossos pecados.

Deus considera insolência aqueles que crêem em Jesus pedirem perdão pelos pecados atuais. “Estes insolentes! Eles estão me pedindo que Meu Filho, Jesus, seja batizado pela segunda vez e morra novamente na Cruz! Eles crêem na redenção de Jesus e ainda se chamam pecadores! Eu irei julgá-los com minha lei e enviá-los para o inferno. Você quer matar o seu próprio único filho duas vezes? Você está me pedindo para matar Meu único Filho para salvar você de todos os pecados do mundo. Então não faça crescer a minha ira me pedindo para perdoar os seus pecados atuais de novo, apenas creia no evangelho da redenção da água e do Espírito.”

Jesus diz para aqueles que permanecem pecadores que eles devem ir à igreja, onde o verdadeiro evangelho é pregado, abandonar suas falsas crenças e receber a redenção, vencendo a mentira com fé.

Agora é tempo de você ser salvo crendo de todo o coração. Você crê nisso?



O resultado da fé não na verdade, mas nas obras

Por que a maioria dos
Cristãos falha ao tentar levar
uma vida fiel?
Porque confiam em suas
próprias obras.

Mesmos os pecadores que crêem em Jesus, mas não são libertos, podem brilhar por 3-5 anos. Eles são entusiasmados no princípio, mas sua fé diminui com o tempo. Se você crer em Jesus através das suas obras, seu entusiasmo irá desaparecer em breve também.

O cego não pode ver, por isso confiam em outros sentidos e acumulam conhecimento dessa forma. Quando eles sentem as lágrimas caindo, erram ao pensar que é um sinal de redenção. A verdadeira remissão não é um sentimento.

O cego espiritual busca alcançar o seu primeiro amor freqüentando encontros de avivamento, mas eles não conseguem recuperar o sentimento. A remissão de pecado é igualmente impossível de se alcançar. Se tivessem acreditado fielmente desde o início, a remissão e a Sua graça brilhariam mais intensamente com o passar dos dias. Mas a falsa remissão apenas brilha no início e perde seu brilho com o tempo. O brilho do entusiasmo em breve desaparece, porque o cego espiritual falhou em ouvir o verdadeiro evangelho no início.

Os Escribas Hipócritas e Fariseus carregam suas bíblias em baixo do braço, memorizam a oração do Senhor e o credo dos apóstolos, e oram o tempo todo. Eles são promovidos na igreja e são fortalecidos emocionalmente, mas os seus pecados se acumulam e eles finalmente são dispensados por Deus. Por fora são cobertos com uma camada branca de fervor religioso, mas por dentro suas mentes estão apodrecendo com o pecado. Este é o resultado da fé não na verdade, mas na religião baseada em obras.



Nós nos tornamos justos pela fé

A redenção de todos os pecados
desse mundo já foi cumprida?
Sim. Foi cumprida através do batismo
de Jesus e Sua morte na Cruz.

Vamos ler Hebreus 10:16-18. “Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei, acrescenta: Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniqüidades, para sempre. Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado.”

Agora que somos redimidos pela água do batismo de Jesus e por Seu sangue na Cruz, nós não precisamos mais de expiação pelos pecados. Pode parecer estranho quando você ouve isso pela primeira vez, mas está de acordo com as palavras da Bíblia. Estas palavras são de homem? A Bíblia é a medida justa para se medir todas as coisas.

“Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as inscreverei.” Como você se sente após ser redimido? Agora que o seu coração é livre do pecado, você se sente mais tranqüilo, se tornou uma pessoa justa e pode viver na luz.

E o Senhor diz em Hebreus 10:17 “Também de nenhum modo me lembrarei dos seus pecados e das suas iniqüidades, para sempre.” Ele nos diz que não se lembrará dos pecados e das iniqüidades dos redimidos. Por quê? Porque Jesus foi batizado da forma mais correta. Após levar todo o pecado, Jesus foi julgado no lugar daqueles que crêem Nele.

Agora que Ele pagou por nossos pecados, podemos lembrar deles, mas não precisamos nos sentir culpados por eles. Não temos mais que morrer por nossos pecados, porque Jesus lavou todo o pecado e derramou Seu sangue na Cruz por nós.

Hebreus 10:18 diz, “Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado.” Isto significa que Ele levou todos os pecados do mundo e também que aqueles que renasceram em Jesus não precisam mais fazer nenhuma oferta por seus pecados.

“Oh Deus, por favor, me perdoe. A razão pela qual eu creio em Jesus e ainda vivo na miséria é que eu ainda não fui redimido. Eu sou um Cristão, mas minha mente está completamente deturpada pelo pecado.” Nós não precisamos orar dessa forma.

Os pecadores cometem pecado sem reconhecê-los como tal, eles não sabem o que é pecado porque não conhecem a Lei da Verdade de Deus. Só sabem que não devem pecar em suas consciências, mas não sabem o que é pecar perante Deus. Deus nos mostrou que é um pecado não crer em Jesus.

Em João 16:9 Ele diz o que é pecar diante de Deus, “do pecado, porque não crêem em mim.” É um pecado diante de Deus não crer Nele. João 16:10 diz o que a justiça é, “Da justiça, porque vou para o Pai, e não me vereis mais.” Em outras palavras, Jesus já libertou este mundo de todo o pecado e, portanto, Ele não tem que nos libertar com um segundo batismo e morte na Cruz.

Ele chamou aqueles que crêem na redenção para santificá-los e torná-los justos. A redenção neste mundo foi completada através do Seu batismo e morte na Cruz. Nenhuma outra redenção é necessária para libertar os pecadores.

“E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos” (Atos 4:12). Jesus veio a esse mundo, foi batizado por João Batista e derramou o sangue na Cruz para libertar todos os pecadores. Creia nisso em seu coração e seja salvo. Jesus santificou você com a água e o Espírito.

Jesus tirou todos os pecados da nossa carne através da água e do Espírito. Nós somos salvos pela fé. Se cremos na verdade, se cremos no evangelho através de Jesus Cristo, nós nos tornamos justos de uma vez por todas. O batismo de Jesus e Sua morte na Cruz, estas são as duas verdades fundamentais.



Versículos que os pecadores utilizam para se justificar

Nós realmente podemos ser
redimidos pela confissão dos pecados
ou já fomos redimidos?
Deus garantiu a redenção do pecado
de uma vez por todas.

I João 1:9 diz, “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”

Seria bom se nós só precisássemos confessar os nossos pecados para sermos perdoados. Com isso em mente, alguns teólogos inventaram uma grande idéia para uma nova doutrina. Eles insistem que toda a vez que alguém confessa os seus pecados essa pessoa pode ser perdoada. Isso não é conveniente? Mas Jesus nunca disse que nós seríamos perdoados todas as vezes que nós nos confessássemos para Deus.

Nós realmente podemos ser salvos simplesmente confessando os nossos pecados ou nós já fomos redimidos? Em que você acredita? As pessoas que defendem esta falsa doutrina crêem que são perdoadas todas as vezes que confessam os seus pecados, mas, de fato, o pecado permanece em seus corações porque não conhecem as verdadeiras palavras da redenção. Não faz sentido que os pecadores que crêem em Jesus sejam perdoados sempre que orarem pelo perdão de seus pecados atuais.

Por essa razão, nós devemos observar as Suas palavras sobre redenção e diferenciar entre a verdade e a falsidade, independentemente do que nos tem sido falado.

Os pecadores entendem errado I João 1:9. Eles erroneamente pensam que o versículo fala sobre o perdão dos pecados diários. Vamos ler os ensinamentos cuidadosamente. “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” Você acha que nós só somos salvos do pecado original e que devemos confessar o nosso pecado atual para que Ele seja Fiel e Justo e nos perdoe? Estes são apenas pensamentos errôneos que habitam na fraqueza da nossa carne.

Nós percebemos que isso não é verdade quando cremos no batismo e no sangue de Jesus na Cruz há muito tempo atrás.

Crer segundo o Espírito e crer segundo os pensamentos errados são duas coisas completamente diferentes. Aqueles que crêem segundo os seus próprios pensamentos sentem a necessidade de lavar os seus pecados todos os dias, mas aqueles que crêem na redenção da água e do sangue sabem que foram libertos de uma vez por todas, através do batismo e do sangue de Jesus Cristo.

Aqueles que crêem que devem se confessar todos os dias para serem redimidos estão na verdade cometendo o pecado de não crer na redenção através do batismo e do sangue de Jesus.

Você já foi redimido de uma vez por todas através do batismo e sangue de Jesus? Aqueles que não são redimidos tentam ganhar a salvação confessando os seus pecados todos os dias. Isso ainda deixa o problema do que fazer com os pecados que irão cometer no futuro.

Eles podem tentar confessar adiantadamente pelos seus pecados futuros, mas fazendo isso eles mostram a falta de crença em Jesus. Estas pessoas estão cegas para o evangelho da redenção. Jesus nos libertou do pecado de uma vez por todas com o Seu batismo e sangue, levando o julgamento sobre Si. Nós somos libertos simplesmente crendo Nele.

Se você acha que pode confessar os seus pecados futuros para ser salvo, você não é diferente dos incrédulos que não sabem nada sobre o novo nascimento da água e do Espírito. Os pecadores não podem ser redimidos através da confissão.

Portanto, se você confessar honestamente, “Eu sou um pecador que ainda não foi redimido,” e então ouvir e crer nas palavras do Seu batismo e morte na Cruz, Deus irá ter libertar de todos os seus pecados.

Mas se não crê no evangelho da redenção e apenas se esconde atrás de orações de arrependimento, você irá enfrentar o terrível julgamento quando Jesus voltar a este mundo como o Justo Juiz.

Aqueles que não crêem no evangelho da redenção da água e do Espírito serão julgados. Se eles se escondem atrás de confissões, irão enfrentar o julgamento. Então, não espere pelo Dia do Julgamento, creia agora no evangelho abençoado da água e do Espírito!



A Confissão apropriada e a verdadeira fé

Qual é a confissão
de pecados apropriada para
um pecador?
Confessar que ele ainda tem pecado e irá
para o inferno, ao menos que creia
no verdadeiro evangelho.

Deus nos redimiu de uma vez por todas. Aqui está um exemplo real para ilustrar o que eu estou tentando dizer. Vamos supor que um espião da Coréia do Norte venha para a do sul. Ele vê como nós somos prósperos, percebe que tem sido enganado e decide se render.

Após ele ir até o posto policial mais próximo, ele poderia confessar dessa forma dizendo, “Eu sou um espião do Norte” ou “Eu vim ao sul para assassinar tal pessoa e explodir isso ou aquilo, já explodi tal coisa, mas agora eu estou me rendendo. Portanto, eu não sou mais um espião.”

Esta é uma confissão apropriada? Se ele realmente quer confessar, tudo o que ele deveria falar é “Eu sou um espião.” Esta simples afirmação implica em tudo: que ele é uma pessoa ruim e que deve ser julgado. Com aquela simples afirmação, inobstante a missão que foi determinada, ele seria perdoado.

Da mesma forma, se um pecador confessar perante Deus, “Eu sou um pecador, ainda não redimido. Eu estou destinado ao inferno e ao julgamento. Por favor, me salve.” e crer em Jesus, este será redimido. Jesus foi batizado e derramou o sangue por nós, tudo o que devemos fazer é crer na salvação através dele.

Apocalipse 2:17 diz, “Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.” A Bíblia diz que apenas quem recebe o verdadeiro evangelho saberá o nome de Jesus. Apenas aquele que é redimido de uma vez por todas sabe o segredo de se tornar justo.

Aquele que ainda não conhece permanecerá sendo pecador, apesar das orações diárias de arrependimento. Confessar não significa orar por perdão todos os dias. Mesmo se alguém é cristão há 10 anos, ainda seria um pecador se pedisse perdão a Deus pelos pecados todos os dias. Ele não seria ainda um filho de Deus.

Para ser salvo, ele deveria confessar que é um pecador e crer na redenção de Jesus. Esta é a verdadeira fé.



Listar os pecados de alguém não é o que I João 1:9 fala sobre confissão

Nós temos que confessar os nossos
pecados todos os dias ou apenas uma vez
para sermos salvos?
Apenas uma vez.

Um ladrão e um assassino podem confessar as suas obras e serem redimidos? Os pecadores não são redimidos apenas pela confissão dos seus pecados. Eles só podem ser redimidos através do abençoado evangelho do novo nascimento da água e do Espírito em Jesus. Alguns levam os cristãos a fazerem confissões erradas como esta:

“Querido Deus, eu briguei com algumas pessoas hoje de novo. Eu pequei. Eu enganei alguém. Eu roubei alguma coisa.”

Se você continuar assim, Deus vai dizer, “Fique quieto, seu pecador! O que você quer?”

“Por favor, continue me ouvindo. Deus, Você falou para confessarmos os nossos pecados. Eu imploro pela Sua misericórdia.”

Esse tipo de oração não é o que Deus quer ouvir. Ele quer ouvir as orações daqueles que crêem na redenção da água e do Espírito: aqueles que admitem os seus pecados e crêem no evangelho do verdadeiro renascimento.

Agostinho disse que ele se arrependeu de ter mamado no seio da sua mãe, pois pensava que esse tipo de confissão o levaria ao reino do céu. Só podemos rir desse tipo de coisa. A simples confissão de pecados não fará isso.

Deus diz, “Fique quieto e apenas me diga se você pecou. Se pecou, então pare de falar sobre isso. Você tem acreditado de forma errada até agora, então vá até uma igreja onde a verdade é pregada. Creia no evangelho da redenção da forma correta e seja redimido. Se você não fizer isso, Eu virei e te julgarei.”

Orações de arrependimento por perdão e qualquer outro recurso usado para buscar a salvação por meio da confissão indica uma crença errada e mal orientada.

Está escrito em I João 1:9 que, quando admitimos todos os nossos pecados, o evangelho da água e do Espírito nos liberta de todos eles.



“Apartai-vos de mim”

Nós temos que confessar os
nossos pecados todos os dias ou apenas
uma vez para sermos salvos?
Apenas uma vez.

Os pecadores cristãos têm uma fé errada, praticando iniqüidades diante de Deus. “Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade” (Mateus 7:22-23).

Imagine que alguém que crê em inverdades morre, vai para diante de Deus e diz, “Como vai, Senhor? Você parecia muito belo quando eu pensava em você lá de baixo, mas você parece muito mais bonito aqui. Obrigado, Senhor. Você me salvou. Eu creio que você me vê sem pecados apesar de eu ainda ter pecado em meu coração. Eu vim porque o Senhor prometeu me trazer para o céu. Agora eu irei para lá, onde as flores estão desabrochando. Até logo e eu espero te ver por aí.”

Ele começa a andar em direção ao jardim, mas Jesus o pára. “Espere! Vamos ver se esse homem tem pecado em seu coração. Você é um pecador?”

“Claro que eu tenho pecado. Mas eu não acreditei em Ti?”

“Você tem pecado mesmo crendo em mim?”

“É claro, eu tenho pecado.”

“O quê? Você tem pecado? Tragam-me o Livro da Vida e o Livro das Obras também. Procure o nome dele. Veja em qual deles seu nome está.”

Esteja certo, seu nome está no Livro das Obras.

“Agora, confesse os pecados que você cometeu na terra.”

O homem tenta não falar, mas Deus o força a abrir a boca e confessar os seus pecados.

“Sim, eu cometi tais e tais pecados… ”

Ele está muito confuso e não consegue manter a boca fechada.

“Tudo bem, já basta! Ele fez o suficiente para ser enviado para o inferno. Está mais do que qualificado! Mandem-no para aquele lugar ardente.”

Ele não é enviado para o lugar onde as flores estão desabrochando, mas para o lugar que está cheio de fogo e enxofre. Ele range os dentes enquanto é enviado para o inferno.

“Eu acreditei em Você, profetizei em Seu nome, preguei em Seu nome, vendi a minha casa para te servir, ajudei órfãos, sofri muito em Seu nome, orei de madrugada, ajudei os doentes… Mereço ir para o céu.”

Ele range tanto os dentes que os consome até não sobrar nada. Quando chega no inferno, ele vê todos os cristãos que não conheciam o verdadeiro significado da redenção de Jesus. Aqueles que entendem de forma errada o evangelho da redenção são descartados por Ele.



Os pecados dos falsos crentes são gravados no Livro das Obras


Onde todos os pecados dos
pecadores estão gravados?
Eles estão gravados em seus corações
e no Livro das Obras.

Acreditando ou não em Jesus, Deus destrói aqueles que têm pecado em seus corações. Se Ele encontra mesmo um pouco de pecado no coração de alguém, essa pessoa é condenada ao inferno no Dia do Julgamento. Deus pede que os pecadores que ainda não foram redimidos confessem que não foram libertos, se eles desejarem alcançar a redenção.

Os pecados de um pecador estão gravados em seu coração. Aqueles que são nascidos de novo da água e do Espírito podem lembrar de seus pecados, mas eles estão apagados de seu coração. Esses são justos.

Mas aqueles que não são nascidos de novo têm pecado em seus corações. Portanto, são pecadores diante de Deus e sempre que ajoelham para orar, seus pecados os separam de Deus e impedem que Ele ouça as suas orações. Eles estão orando por isso e por aquilo, mas os seus pecados permanecem. Eles acabam confessando os seus pecados, arrependendo-se das transgressões cometidas há 10 anos atrás, ou mesmo há 20 anos.

Eles realmente precisam se arrepender sempre em suas orações? Por que fazem isso? Eles não querem fazer isso, mas sempre que começam a orar se lembram que são culpados diante de Deus. Então, sentem que devem expiar por seus pecados antes de orar com sinceridade.

Deus escreveu os seus pecados com uma caneta de ferro nas pedras dos seus corações para que nunca pudessem ser apagados. Como resultado, eles sentem que devem confessar os seus pecados todas as vezes que vêm diante de Deus. Então, aqueles que crêem apenas na metade do evangelho completo de Jesus vivem na miséria como pecadores e terminarão no inferno.

Em Jeremias 17:1 está escrito, “O pecado de Judá está escrito com um ponteiro de ferro e com diamante pontiagudo, gravado na tábua do seu coração e nas pontas dos seus altares.”

Judá é o nome da tribo real do povo de Israel. A Bíblia coloca Judá como representante de toda a humanidade, portanto, Judá significa todas as pessoas.

O pecado de Judá está escrito com uma caneta de ferro e gravado com diamante pontiagudo, que pode cortar até mesmo o aço. O Diamante é o material mais forte do mundo. Com uma caneta de ferro com ponta de diamante os nossos pecados são gravados.

Uma vez gravados, eles não podem ser apagados. Não serão apagados, ao menos que creiamos na verdade da água e do Espírito.

Não adianta nada ser redimido em seus pensamentos, crer em doutrinas cristãs, memorizar teologias e se devotar à igreja, se o pecado permanece em seus corações.

Como seus pecados não podem ser apagados sem o batismo de Jesus, os pecadores continuam lembrando deles, dizendo, “Senhor, Eu sou um pecador,” sempre que oram. Eles ainda têm pecado em seus corações, não importa o quanto tentem ter comunhão com Deus, tomando muitas responsabilidades na igreja e estudando teologia e doutrinas.

Então eles vão para os montes, tentam em vão falar em línguas e buscam visões de chamas ardentes, mas tudo isso é inútil. Se o pecado permanece no coração, nunca se terá a paz.

Nosso pecado, como está escrito em Jeremias 17:1, está gravado nas pontas dos nossos altares. No céu, existe o Livro da Vida e o Livro das Obras. Os pecados dos pecadores estão gravados no Livro das Obras e, portanto, as pessoas não podem escapar de suas transgressões. Deus os grava no Livro das Obras e nas tábuas de nossas consciências, e nos mostra através da Sua lei.

Nós devemos limpar estas gravações crendo no batismo de Jesus e no sangue que Ele derramou por nós, para sermos salvos. Então estaremos prontos para a vida eterna e nossos nomes estarão escritos no Livro da Vida.



O seu nome está no Livro da Vida?

Quais os nomes que estão
gravados no Livro da Vida?
Os nomes daqueles que não têm pecado em
seus corações estão listados lá.

É importante ter o seu nome listado no Livro da Vida. Se o seu nome não está lá, de que vale crer em Jesus? Para ser realmente redimido você tem que crer no novo nascimento da água e do Espírito.

Jesus veio a este mundo, foi batizado, quando Ele tinha 30 anos, para lavar todos os pecados do mundo, e morreu na Cruz para nos libertar. Como está escrito em Mateus 3:15, Jesus foi batizado e crucificado na Cruz. Nós temos que crer nisso para termos os nossos nomes gravados no Livro da Vida.

Quando as pessoas morrem e chegam diante de Deus, Ele diz, “Veja se o nome deste homem está no Livro da Vida.”

“Está, Senhor.”

“Sim, você sofreu e derramou lágrimas na terra por Mim, agora farei isso para que você nunca mais precise fazer essas coisas novamente.”

Deus coloca nele uma coroa de justiça como recompensa.

“Obrigado, Senhor. Eu sou eternamente grato.”

“Anjos, coloquem uma coroa neste homem.”

“Senhor, é mais do que suficiente que o Senhor tenha me salvado. Uma coroa seria muito para mim. Obrigado. Eu sou tão grato por Você ter me salvado e estou mais do que satisfeito apenas em viver em Sua presença.”

“Anjos, ajoelhem-se e coloquem esses Meus 10.000 mil filhos nas suas costas.”

Os anjos respondem, “Sim, Senhor.”

“Por favor, suba nas minhas costas.”

“É tão confortável. Eu estou fazendo tudo corretamente? Vamos prosseguir.”

Os anjos andam cuidadosamente.

“Você gostaria de sair para uma caminhada?”

“Nossa, é tão bonito aqui. Qual é o tamanho desse lugar?”

“Eu tenho estado aqui nesse lugar por muitos bilhões de anos e ainda tenho que encontrar o seu fim.”

“É verdade? Eu devo estar me tornando um peso para você. Pode me colocar no chão agora.”

“Nós nunca nos cansamos aqui.”

“Obrigado, mas eu quero ficar no chão no reino do céu. Agora, onde estão todos os justos que chegaram antes de mim?”

“Eles estão logo ali.”

“Vamos até lá.”

Aleluia! Eles se abraçam e sorriem, e vivem felizes eternamente.

Agora imagine um homem que crê em Jesus, mas ainda é um pecador que morre e chega diante de Deus. Ele também diz que crê em Jesus e admite que é um pecador.

Deus diz, “Veja se o nome deste homem está escrito no Livro da Vida.”

“Não está no Livro, Senhor.”

“Então olhe no Livro das Obras.”

“Seu nome e seus pecados estão aqui.”

“Então mande este homem para o lugar onde ele nunca mais irá precisar se preocupar com o preço do combustível e deixe-o viver lá para sempre.”

“Oh, Senhor, é tão injusto…”

Ele diz que é injusto. Por que ele deve ser enviado para o inferno apesar de crer em Jesus tão fervorosamente?

A razão é que ele foi enganado por Satanás e só ouviu metade da verdade do evangelho. Se nós entendermos errado o verdadeiro significado da redenção de Jesus, também acabaremos no inferno.

Este homem acreditou em Jesus, mas foi enganado por Satanás e pensou que era um pecador. Se ele tivesse ouvido o verdadeiro evangelho, ele teria percebido que sua crença estava errada. Mas falhou ao crer, em razão da sua ligação egoísta com suas próprias crenças erradas.

Se você quer ir para o reino do céu, deve crer no novo nascimento da água e do Espírito. Como está escrito em Mateus 3:15, Jesus levou todos os pecados do mundo. Você deve crer na salvação da água e do sangue.


Quais os nomes que estão gravados
no Livro das Obras?
Os nomes daqueles que têm pecado em
seus corações estão listados lá.

Se você escolher crer em qualquer coisa, como uma pessoa amigável que nunca recusa o pedido de outros, você pode terminar no inferno. Existem muitas pessoas amigáveis no inferno, mas no céu existem verdadeiros guerreiros que lutaram pelo que acreditavam.

Aqueles que estão no céu sabiam que eram pecadores, que estavam destinados a irem para o inferno e com gratidão creram que os seus pecados foram lavados através do batismo e do sangue de Jesus.

É dito que existem muitas pilhas de ouvidos e bocas no céu. Porque muitas pessoas crêem na redenção de Jesus apenas com suas bocas e ouvidos, Deus lança o resto de seus corpos nas chamas ardentes de enxofre.

Imagine que uma pessoa que crê em Jesus, mas ainda tem pecado em seu coração, chega perante Deus e diz, “Senhor, as pessoas diziam que eu era justo porque eu acreditava em Jesus, apesar de eu ainda ter pecado em meu coração. Eu acreditava que o Senhor também olharia para mim como uma pessoa sem pecados. É o que eu aprendi e o que creio. Somente acreditei, como muitas pessoas fazem. Essa era a crença mais aceita de onde eu vim.”

O Senhor responde. “Eu não posso perdoar aqueles que têm pecado em seus corações. Eu lavei todos os seus pecados com a benção no novo nascimento da água e do Espírito, mas você recusou crer nela. Anjos! Coloque este homem insolente no fogo do inferno.”

Qualquer um que crer em Jesus mas ainda pensar que tem pecado em seu coração irá acabar no inferno. Ouça o verdadeiro evangelho da redenção e seja liberto de todos os pecados. Do contrário, irá queimar no inferno.

Dizer que você não tem pecados, quando ainda os tem em seu coração, é enganar a Deus. Nós podemos ver quanta diferença há entre os pecadores e os justos no final. Você irá perceber porque eu imploro para que você seja redimido.

Você verá a diferença entre aqueles que crêem na redenção completa (o batismo de Jesus e Sua morte na Cruz) e aqueles que não crêem, quando você estiver no cruzamento entre o céu e o inferno. Terá uma grande diferença. Alguns entrarão no reino do céu, mas outros irão para o inferno.

Você crê em Jesus, mas continua sendo um pecador? Então deve perceber que você tem que nascer de novo da água e do Espírito. Deus envia aqueles que têm pecado em seus corações para o inferno, apenas aqueles que crêem no perdão completo dos pecados entram no reino do céu.

Faça tudo corretamente agora. Se você adiar, poderá ser muito tarde. Esteja pronto para avançar. Antes que você termine no inferno, creia na redenção da água e do Espírito e torne-se santificado.

Glória seja dada a nosso Senhor Jesus! Nós agradecemos a Ele graciosamente por nos tornar pecadores justos. Aleluia!



Jesus: O advogado dos justos

Nossos pecados podem
ser destruídos pelas orações de
arrependimento?
Não, é completamente impossível.
Essa é uma forma pela qual
Satanás nos engana.

Vamos ler I João 2:1-2. “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.”

Vocês viram? Existe alguém que crê, mas ainda tem pecado em seu coração? Se você tem pecado em seu coração, mas fala para Deus que não tem, está enganando ao Senhor e a você também.

Mas se realmente entende Jesus e crê no que Ele fez para lavar todos os pecados no Jordão, você ficará completamente livre do pecado. Então poderá dizer, “Senhor, eu nasci de novo da água e do Espírito em Ti. Eu não tenho mais pecado. Posso permanecer na Sua presença sem vergonha.”

Então o Senhor irá responder. “Sim, você está certo. Assim como Abraão creu em Mim e acreditou que era justo, você também é justo porque Eu lavei todos os seus pecados.”

Mas considere um homem que ainda tem pecado em seu coração apesar de crer em Jesus. Ele diz, “Porque eu acreditei em Jesus eu vou para o céu, mesmo que eu tenho um pouco de pecado em meu coração.”

Ele quer tanto ser admitido no céu que tenta resistir enquanto permanece diante do trono do julgamento, mas acabará indo para o inferno. Por quê? Ele não conheceu o abençoado evangelho do novo nascimento da água e do Espírito.

Todos devem confessar que são pecadores durante seus dias na terra. “Eu sou um pecador. Eu irei para o inferno. Por favor, me salve.” Um pecador não é redimido com orações de arrependimento. Pelo contrário, ele tem que admitir que é um pecador e aceita a redenção da água e do Espírito para ser liberto. Ele só pode se tornar justo através da redenção da água e do Espírito.

É um falso evangelho insistir que apenas o pecado original é perdoado em Jesus e que nós devemos nos arrepender de nossos pecados atuais para obter a salvação. Isso nos leva diretamente para o inferno. Tantos crentes se condenam ao inferno crendo no falso evangelho e esta tendência está cada vez mais prevalecendo nos dias atuais.

Você saberia se caísse no falso evangelho? Você pode ser um devedor, mesmo após ter pago todos os seus débitos? Pense sobre isso. Se você ainda se considera um pecador enquanto crê em Jesus, pode ser dito que crê Nele apropriadamente? Você é um crente e pecador, ou é um crente e um homem justo?

Você pode escolher por si mesmo. Ou pode crer que todos os seus pecados estão perdoados ou você pode crer que você deve se arrepender todos os dias por suas transgressões. Sua escolha determinará se vai para o céu ou inferno. Você tem que ouvir atentamente o evangelista que fala para você sobre o verdadeiro evangelho.

Aqueles que crêem no falso evangelho ainda oram por perdão dos pecados em cada oração de madrugada, em todos os cultos de quarta-feira, em todas as vigílias de sexta-feira a fim de lavarem os seus pecados.

“Senhor, eu pequei. Eu pequei essa semana.”, eles dizem. Então, se lembram dos pecados de um ano atrás e oram novamente por perdão. Isso é desafiar o evangelho do novo nascimento da água e do Espírito.

Nossos pecados devem ser pagos com sangue. Hebreus 9:22 diz, “Sem derramamento de sangue, não há remissão.” Se você pensa que tem pecado, então está pedindo para que Ele derrame sangue novamente por sua vida? Aqueles que não crêem na completa redenção são culpados por transformarem a redenção de Jesus em uma mentira. Eles estão de fato insistindo que Jesus não nos libertou de uma vez por todas e que Ele é um mentiroso.

Para ser redimido em Jesus, você deve crer na verdade da redenção da água e do Espírito. Você realmente pode ser perdoado de seus pecados com centenas, milhares ou milhões de orações? O verdadeiro evangelho nos redime de uma vez por todas. Torne-se justo, vá para o reino do céu e viva uma vida justa para sempre.

Eu vivo uma nova vida em Jesus. O passado terminou e eu me tornei uma nova criatura. O passado perdido ficou para trás. Oh, Jesus é minha verdadeira vida. Eu vivo uma nova vida em Jesus.

Você vive uma nova vida em Jesus. Mesmo não sendo tão belo como gostaria de ser, mesmo sendo tão baixo ou um pouco gordo, aqueles que são abençoados com o evangelho do novo nascimento da água e o Espírito vivem felizes. De que importa se o seu nariz não tem a forma ideal, ou que você seja um pouco baixo? Porque nós não somos perfeitos, somos salvos crendo no novo nascimento da água e do Espírito em Jesus. Mas aqueles que são vaidosos irão para o inferno.

Obrigado, Senhor. Eu sempre dou graças ao Senhor, porque nós cremos no novo nascimento da água e do Espírito, por isso seremos bem-vindos no céu.



A mentira nos leva ao inferno

Quem irá receber uma coroa
de justiça do final?
Aquele que vence a mentira.

A mentira nos diz que devemos nos arrepender todos os dias para sermos perdoados, mas o evangelho da água e do Espírito nos diz que já somos completamente perdoados e tudo o que nós temos que fazer é crer nisso.

Qual é a verdade? Nós temos que nos arrepender todos os dias? Ou é certo crer que Jesus nos libertou quando Ele foi batizado da maneira mais apropriada para levar todos os nossos pecados? A verdade é que Jesus levou todos os nossos pecados de uma vez por todas e da maneira mais correta nos ofereceu a salvação.

Nós temos que triunfar sobre a inverdade na guerra espiritual. Muitas pessoas seguem tais inverdades. “Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Estas coisas diz aquele que tem a espada afiada de dois gumes: Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita” (Apocalipse 2:12-13).

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe” (Apocalipse 2:17).

Onde numerosos espíritos maus habitam e a inverdade permanece fingindo ser a verdade, Satanás aparece com se fosse um anjo de luz. Deus não pode ajudar aqueles que ouvem e conhecem a verdade do evangelho da água e do Espírito, mas não crêem nele. Eles terminarão no inferno.

Todos devem decidir por si próprios se crêem na salvação de Jesus. Ninguém ajoelha diante de você, implorando para que creia e seja liberto.

Se você quer ser salvo do pecado, então creia na salvação da água e do Espírito. Se você se sente agradecido pelo Seu amor na salvação e Sua graça em nos salvar, então creia. Se é um pecador destinado ao inferno, então creia na água e no Espírito, no batismo de Jesus e na Sua morte na Cruz, então você irá se tornar um justo.

Se pensa que não é um pecador, você não tem que ser redimido pela crença em Jesus. Apenas os pecadores são libertos de todos os pecados crendo no evangelho do novo nascimento da água e do Espírito. Jesus é o Salvador dos pecadores e o Consolador dos atribulados. Ele é o criador. Éo Mestre do Amor.

Eu sinceramente peço que creia no evangelho do novo nascimento da água e do Espírito. Creia! Você pode estar certo que Jesus será seu Salvador, Amigo, Pastor e Deus. Os pecadores devem crer em Jesus. Se você não quer ir para o inferno, deve crer nisso. Deus não implora para que nós acreditemos no evangelho da salvação.

Você quer ser admitido no céu? Então creia no evangelho do novo nascimento da água e do Espírito. Jesus diz, “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Creia em mim.” Você está dizendo que quer ser lançado no inferno? Então não acredite. Deus diz que já preparou um lugar no inferno para você.

Deus não implora. Um vendedor recepciona bem as pessoas indistintamente para vender os seus produtos, mas Deus dá o reino do céu de graça apenas para aqueles que são redimidos. Deus é justo.

As pessoas dizem que o fim do mundo está próximo. Sim, eu também acho. E é burrice não crer no evangelho da água e do Espírito. Vamos juntos para o reino do céu. Você não quer ir comigo para o lugar onde Jesus habita?


Você é um pecador ou
um homem justo?
Um homem justo que não tem
pecado em seu coração.

Vamos ler Romanos 8:1-2. “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.”

Jesus levou todos os nossos pecados através do Seu batismo e Sua morte na Cruz. Ele salvou todos os pecadores que deveriam ser julgados por seus pecados.

A salvação de Deus consiste em duas coisas: Uma é a Lei e a outra é o Seu amor. A Lei nos ensina que nós somos pecadores. Segundo a Lei, o salário do pecado é a morte. Nós não podemos ser salvos pela Lei. Ela apenas nos ensina a nossa natureza pecaminosa, permite que nós saibamos que somos pecadores.

Quer saber mais sobre o evangelho da água e do Espírito? Por favor clique no banner abaixo para ter seu livro grátis sobre o evangelho da água e do Espírito.
To be born again

Para pagar o salário do pecado, Jesus veio a este mundo, levou todos os pecados e pagou por eles com a sua vida para nos salvar do julgamento. É o amor de Deus que nos salvou do pecado.

Temos que triunfar sobre a inverdade. Deus dá a benção do novo nascimento da água e do Espírito para aqueles que superam a inverdade.

Nós somos salvos crendo em Jesus. Crendo em Suas palavras, nós alcançamos a justiça e entendemos a verdade. Creia na verdade do novo nascimento da água e do Espírito em seu coração e você será salvo.

Voltar para a Lista

 


Versão para impressão   |  

 
Bible studies
    Sermões
    A declaração de fé
    O que é o evangelho?
    Termos Bíblicos
    FAQ para a Fé Cristã

   
Copyright © 2001 - 2017 The New Life Mission. ALL RIGHTS reserved.